O que é o solo e por que devemos estudá-lo?

É no solo, camada mais superficial da terra, que a vida no planeta tem uma de suas bases, de onde as plantas extraem nutrientes, crescem e servem de alimento para os outros animais

O que é o solo e por que devemos estudá-lo?   Artigos Cursos CPT

 

A terra é pouco homogênea em sua composição, com muitas espécies de rochas, que se modificam lentamente pelo desgaste. Estes fragmentos de rochas, junto com restos de plantas mortas compõem a camada mais superficial da terra, que é o que chamamos de solo. "É neste solo que a vida no planeta tem uma de suas bases, de onde as plantas extraem nutrientes, crescem e servem de alimento para os outros animais", afirma Margarida Maria Teixeira Cerqueira, professora do Curso a Distância CPT Ciências na Educação Infantil, em Livro+DVD e Curso Online.

Resumidamente poderíamos dizer que o solo é constituído basicamente por minerais, matéria orgânica, água e ar. Isso quer dizer que o solo tem frações sólidas, líquidas e gasosas. Os minerais, também nomeados como matéria mineral, podem incluir, em diversas proporções, fragmentos de rocha, minerais primários e secundários, argilas, óxidos e hidróxidos de alumínio e ferro, carbonatos de cálcio, magnésio e outros. As partículas minerais que o compõem apresentam formas e dimensões variáveis, desde pedras até materiais muito finos. As proporções de diferentes tamanhos destas partículas determinam diferentes texturas aos solos. Já a matéria orgânica é constituída por restos de plantas e outros organismos, em diferentes estados de decomposição, que se acumulam mais próximo da superfície do solo.

Uma maior presença de matéria orgânica torna o solo menos compacto, o que facilita a penetração das raízes das plantas e a retenção de água. A matéria orgânica ainda apresenta outra particularidade importante para o solo. Sua decomposição é responsável pela liberação de nutrientes para solo que podem ser reutilizados por outras plantas, num processo conhecido como ciclagem de nutrientes. Essa decomposição está diretamente ligada à existência de organismos vivos no solo, como minhocas, microrganismos e fungos diversos e muito numerosos. Já a água e o ar presentes no solo ocupam os espaços existentes entre as partículas minerais e orgânicas que o compõem. A água tem funções fundamentais no solo e é indispensável à vida das plantas. Ela é absorvida diretamente pelas raízes das plantas e usada em seu metabolismo. Ela também dissolve as partículas do solo, dentre as quais estão os nutrientes, de forma que possam ser absorvidos pelas plantas. A água presente no solo tem uma grande variedade de substâncias nela dissolvidas. Esta solução é chamada de solução do solo. O ar ocupa os espaços não-preenchidos pela água e é constituído por oxigênio, vapores de água e outros gases, inclusive alguns provenientes do metabolismo dos microrganismos do solo. O ar é fundamental para a ocorrência das reações químicas e biológicas, sendo também usado na respiração das raízes das plantas.

A presença de matéria orgânica, nutrientes, água e ar no solo têm influência direta sobre sua qualidade para o equilibro ecológico do ambiente natural e, também, para o uso agrícola. Os solos que sofreram erosão e os que foram esgotados por uso agrícola indevido, geralmente, têm poucos nutrientes, matéria orgânica, água e ar em sua constituição. As quantidades e proporções destes constituintes também influenciam diretamente na classificação dos solos. Por conta destas quantidades e proporções, os solos mudam de textura, coloração, aspecto e fertilidade.

Estas características são, boa parte das vezes, facilmente perceptíveis, especialmente a textura e a coloração. Ações promovidas pelo homem, como as queimadas e o desmatamento, deixam o solo sem cobertura. Como a cobertura vegetal representa uma proteção contra a ação da água das chuvas, sua retirada deixa o solo desprotegido, o que facilita a erosão e a perda de nutrientes. A erosão também causa o assoreamento dos rios, ou seja, a camada superficial do solo é arrastada para os cursos d’água, sendo depositada no seu leito por decantação. Isso faz aumentar a ocorrência de inundações, altera as características físicas e químicas da água e prejudica a flora e a fauna aquática.

Saiba mais sobre as propriedades do solo, acessando as matérias abaixo:


- Percolação da água no solo: você sabe o que é isso?
- Camada impermeável do solo: o que é e qual a sua importância?
- Solos saturados são propícios ao desenvolvimento de plantas?


Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Educação Infantil.
Por Silvana Teixeira.

Cursos Relacionados

Curso Educação Infantil Formação Pessoal e Social Curso Educação Infantil Formação Pessoal e Social

Com Prof.ª Luciana Fiel

R$ 378,00 à vista ou em até 12x de R$ 31,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Educação Infantil - Conhecimento de Mundo Curso Educação Infantil - Conhecimento de Mundo

Com Prof.ª Luciana Fiel

R$ 378,00 à vista ou em até 12x de R$ 31,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Ciências na Educação Infantil Curso Ciências na Educação Infantil

Com Prof.ª Margarida Cerqueira e Prof.ª Maria Cortes...

R$ 428,00 à vista ou em até 12x de R$ 35,67 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Educação Infantil

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade