WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Criação de Cabras, técnica que dá lucro

Várias são as raças leiteiras; entretanto, existem algumas especializadas na produção de pêlo, carne e grupos genéticos

A criação de cabras, no Brasil, iniciou-se com animais trazidos pelos primeiros colonizadores. Como nos outros continentes, os caprinos tiveram excelente capacidade de adaptação, mesmo em condições desfavoráveis. Muito dessa adaptação se deve à grande capacidade da espécie em buscar a escolher o próprio alimento, ingerindo enorme variedade de vegetais, desde folhas, flores, frutos e sementes até as de árvores. Aproveita, ainda, restos de culturas a resíduos de indústrias na sua dieta, transformando-os em alimento para o homem na forma de leite a carne.

Mesmo em condições inóspitas, onde outras espécies têm dificuldade de sobreviver, os caprinos conseguem produzir e reproduzir. Assim, na Região Nordeste do Brasil, esses animais se adaptaram melhor do que outras espécies domésticas e, por esta razão, cerca de 90% do rebanho caprino encontra-se nessa região.

As cabras são capazes de produzir leite suficiente para suas crias e, ainda, sobra para o consumo humano, sendo sua grande aptidão a produção de leite.

Várias são as raças leiteiras; entretanto, existem algumas especializadas na produção de pêlo, carne e grupos genéticos. Também os nacionais e produtores de pele de grande aceitação no mercado internacional.

Ágil, dócil a de fácil manejo, as cabras produzem leite de boa qualidade, de elevado preço a aceitação no mercado. O leite possui características que o tornam diferente do leite de vaca, como maior quantidade de glóbulos de gordura de menor tamanho, odor característico a menor capacidade de provocar alergia. Na produção de queijos forma um coágulo mais delicado, resultando em queijos finos, que também são apreciados pelo odor característico.

No Brasil e no mundo, o aumento da demanda pelos produtos de origem caprina e a busca de opções econômicas para a agropecuária resultam na formação de novos rebanhos. O aumento da procura por animais especializados na produção de leite provocou a importação de raças Européias, principalmente a Saanen, Alpinas, Toggenburg Anglonubiana; em menor escala, a Alpina Britânica e, recentemente, a Murciana. Menos rústicas, mais produtivas e exigentes, elas determinam mudanças no manejo e nas instalações, de forma a permitir toda a manifestação do potencial genético do rebanho.

A criação tradicional vem dando lugar à outra, em que técnicas são empregadas para elevar a produtividade sem, contudo, aumentar o número de animais ou comprometer a viabilidade econômica do empreendimento. Técnicas como a inseminação artificial são usadas na melhoria genética do rebanho.

A indústria do setor animal passou a investir na caprinocultura. Rações e produtos específicos já podem ser adquiridos nas casas do ramo agropecuário. Centros de Pesquisas desenvolvem produtos derivados do leite, como novos queijos, iogurte e leite de cabra em pó. A mesma coisa com relação a equipamentos, técnicas de manejo e combate às enfermidades da espécie. Graças aos investimentos dos próprios caprinocultores, o setor se firmou como atividade econômica viável, com boas perspectivas para os seus produtores, capaz de atender ao mesmo mercado de reprodutores a matrizes tom animais de qualidade.

A grande diversidade socioeconômica a climática do Brasil determinou o aparecimento de vários tipos de sistemas de criação, constituindo, portanto, erro para o novo criador buscar subsídio somente em um modelo único de criatório, que pode não corresponder à realidade local. Instalar-se de forma precária e, ou, descuidar do aspecto comercial podem ser falhas de difícil solução. É sempre recomendado visitar criadores a manter contato tom técnicos em busca de soluções para os problemas que envolvem a criação de cabras leiteiras.

O CPT - Centro de Produções Técnicas produziu, sob minha coordenação, dois filmes e dois manuais sobre a criação de cabras leiteiras com a intenção de transmitir aos criadores informações a técnicas práticas e atualizadas para garantir o sucesso do empreendimento.

 

Cláudio José Borela Espeschit
Professor a pesquisador do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa - UFV. Médico Veterinário com mestrado; responsável pela disciplina "Caprinocultura e Ovinocultura" da UFV.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Josué José da Silva

29 de mai. de 2022

Pretendo muito em breve, sair de São Paulo e morar no Nordeste, com o intuito de criar caprinos, na produção de leite e derivados e para corte. Quero aprofundar meus conhecimentos nesse ramo

Resposta do Portal Cursos CPT

31 de mai. de 2022

Olá, Josué! Tudo bem? 

Agradecemos sua visita em nosso site! 

Se você deseja obter conhecimento na área, o CPT possui um curso na área que pode te auxiliar! 

No curso você irá aprender 

Para saber mais, acesse: https://bit.ly/3z6Lhvg

Abraço! 

Ingrid Filomeno 

Jose Dionizio compos da silva

3 de nov. de 2015

Quantas cabras que posso criar em 15 equitares. Compesa mais do que criar vaca? Qual o lucro anual?

Resposta do Portal Cursos CPT

4 de nov. de 2015

Olá, José Dionízio!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações recomendamos que consulte um especilista no assunto.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

thiago

2 de mar. de 2013

Gostaria de receber mais informações sobre criação de cabras. Meu espaço disponível é de 20.000m². Consigo ter lucro criando semi confinado?

Resposta do Portal Cursos CPT

4 de mar. de 2013

 Olá, Thiago!

Agradecemos sua visita e seu comentário em nosso site.

As cabras adaptam-se com facilidade aos mais variados tipos de manejo, principalmente ao da estabulação completa. Porém, é um espécie de ruminante pouco indicada para o manejo a pasto em ambiente úmido, já que esta é uma espécie de animal com predisposição para verminose e pneumonia.

O criador deve ficar atento à alimentação do animal, para evitar deficiências nutricionais. Estes animais utilizam como alimento qualquer porção das plantas forrageiras, sejam folhas, brotos e ramos de espécies dos mais variados portes, sejam herbáceas, arbustivas ou arbóreas. Podem se alimentar também de capins, fenos, silagens, tubérculos e concentrados, ou seja, aceitam ampla variedade de vegetais.

Vale destacar que os caprinos andam e pastam todo o tempo, buscando as melhores plantas e suas melhores porções. Assim, para uma análise de seu terreno e da forrageira nele predominante, recomendamos que procure uma consultoria especializada na área, em sua região, para melhor orientá-lo.

Alguns dos cursos produzidos pelo CPT – Centro de Produções Técnicas podem lhe ajudar a otimizar seus resultados em sua propriedade: Criação de Cabras Leiteiras – Instalações, Raças e Reprodução; Criação de Cabras Leiteiras – Cria, Recria e Produção de Leite e Sistema Orgânico de Criação de Cabras.

Recomendamos alguns artigos: Sistema orgânico de criação de cabras permite obter alimento seguro e saudável; Na criação de cabras leiteiras qualidade é essencial para aumentar a produtividade e Criação de Cabras, técnica que dá lucro.

 

Atenciosamente,

Natália Parzanini Brum

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!