WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Mamite em cabras leiteiras: tipos, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção

A prevenção é o melhor método de controle para impedir a mamite em cabras leiteiras

Mamite em cabras leiteiras: tipos, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção

“Quando as glândulas mamárias da cabra inflamam, as principais causas são agentes infecciosos ou microrganismos patogênicos. Como exemplos, temos as bactérias Staphylococcus aureus e Streptococcus agalactiae, além dos coliformes fecais. A prevenção é o melhor método de controle para impedir a mamite em cabras leiteiras”, explica Maria Pia Souza Lima Mattos de Paiva Guimarães, professora do Curso CPT Criação de Cabras Leiteiras - Instalações, Raças e Reprodução.

Mamite aguda


Os principais sintomas da mamite aguda em cabras são dor nas glândulas mamárias e inchaço, que pode se estender do abdome aos membros anteriores da cabra. Além disso, o animal pode apresentar febre entre 40 e 42°C, falta de apetite, perda de peso, desidratação e prostração. Como a infecção avança rapidamente (4 a 72 horas), se não devidamente tratada, a cabra pode até mesmo morrer.

Mamite clínica


Um dos sinais de que a cabra apresenta mamite clínica é a alteração no leite, que passa a apresentar grumos e/ou pus. Além disso, a cabra apresenta dor e inchaço nas glândulas mamárias. Normalmente, esse tipo de mamite ocorre, unilateralmente, com vermelhidão na região do úbere.

Mamite subclínica


Já na mamite subclínica, o leite da cabra continua normal, sem grumos nem purulência. Entretanto, a produção é significativamente reduzida. Além disso, quando uma amostra do leite passa por exame laboratorial, o número de células somáticas está acima do normal.

Diagnóstico de mamite


Para análise laboratorial, a amostra de leite deve ser coletada, com boas práticas de assepsia. O teto é desinfetado com álcool a 70% antes da coleta do leite em frascos esterilizados. Além da análise do cultivo bacteriológico, é feita a contagem das células somáticas presentes no leite pelo método CMT (California Mastitis Test)

Tratamento da mamite


Medicamentos à base de antibióticos (amplo espectro) e sulfonamidas (antibióticos sintéticos) são prescritos no tratamento da mamite ao serem identificados os primeiros sintomas. A cabra com mastite deve ser isolada das demais e seu leite descartado até melhora definitiva do animal e ausência de resíduos fármacos no leite.

Prevenção da mamite


Como gera sérias perdas econômicas ao caprinocultor, o melhor método de controle é a prevenção. Isso pode ser feito com medidas de higiene na ordenha da cabra, como pré e pós-dipping. A palpação habitual dos úberes da cabra e o isolamento do caprino leiteiro, com sinais clínicos de mastite, impedem a disseminação da doença no rebanho.

Quer saber mais sobre o curso? Dê play no vídeo abaixo:

Conheça os Cursos CPT da Área Criação de Cabras.

Leia o artigo "Criação de cabras leiteiras: negócio promissor e rentável."

Fonte: caprilvirtual.com.br

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!