WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Padarias devem ficar atentas às irregularidades nos pesos dos produtos

Confira se suas mercadorias estão de acordo com as exigências do IPEM para evitar situações desconfortáveis

O uso correto das balanças é um dos primeiros pontos analisados pela fiscalização.

Este ano, o IPEM – Instituto de Pesos e Medidas, está mais atuante nas panificadoras. O objetivo da instituição é fazer o controle metrológico dos produtos. Só no mês de maio foram auditadas 202 padarias em São Paulo, sendo encontradas irregularidades em 121, ou seja, 60% do total estava comercializando alimentos com peso ou unidade fora das normas.

Quando os auditores constatam produtos que não estão em conformidade com as leis, o estabelecimento tem dez dias para apresentar à superintendência do órgão o motivo do erro e quais foram as medidas corretivas tomadas para evitá-los. A multa varia de R$100 a R$50 mil e pode ser duplicada em caso de reincidência.

Confira se seus produtos e equipamentos estão de acordo com as exigências do IPEM para evitar situações desconfortáveis. Veja algumas dicas do nosso especialista, mencionadas nos cursos de Panificação, desenvolvidos pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

O uso correto das balanças é um dos primeiros pontos analisados pela fiscalização. O equipamento é utilizado tanto no atendimento direto ao cliente, quanto para pesagem dos produtos embalados na ausência do consumidor. O professor Sebastião Cano de Ruiz Barbosa, no curso Como Montar e Administrar uma Padaria, diz que “independente do que deve ser pesado, primeiro será preciso tarar a balança. A tara consiste em descontar o peso do recipiente utilizado para pesar um determinado ingrediente. As balanças digitais possuem um botão que permite obter isso facilmente. Já nas analógicas, é preciso determinar o peso do recipiente e depois somá-lo à quantidade necessária do mesmo”.

Todas as balanças devem apresentar lacre e selo de verificação do INMETRO com renovação anual. No caso dos produtos pré-medidos, a lei exige que a indicação da quantidade seja informada de maneira clara e fiel na embalagem. Essa recomendação é pertinente tanto às mercadorias de revenda, quanto às de fabricação própria.

A embalagem dos alimentos vendidos a quilograma deve apresentar os seguintes itens: nome do produto, lista de ingredientes (em ordem decrescente), razão social e CNPJ do fabricante, data de fabricação e validade, tabela nutricional, a descrição “contém” ou “não contém glúten”, tara da embalagem, preço por quilo e o do produto. As mercadorias vendidas por unidade precisam,  além das informações anteriores, com exceção das três últimas, do peso líquido.

Por: Ariádine Morgan

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Dicas para abrir uma Padaria de Sucesso

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!