WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO

Aprenda a fazer macarons

Doce de origem francesa tem sabor delicado e derrete na boca

 

Os macarrones podem ser servidos como lanche, sobremesa e em festas e casamentos. Foto: União.

Não é de hoje que a culinária francesa conquista cada vez mais fãs por causa do sabor único dos pratos, que também são muito bonitos e sofisticados. Ela é a preferida da maioria das pessoas quando se trata de buffets para casamentos e festas de um modo geral. Nos últimos anos, um doce em especial tem chamado a atenção pelo mundo, o macaron.

O doce une as qualidades do pão-de-ló, dos biscoitos e do suspiro. Assim, é macio por dentro, crocante por fora e desmancha na boca. Mas, na verdade, é tão único que não se parece com nenhum dos três. O recheio pode ser variado e costuma combinar perfeitamente com a massa.

O sabor é ótimo, mas não é facilmente atingido. Para fazer os macarons, é preciso seguir a receita à risca para que nada saia errado. No entanto, garantimos que o esforço vale a pena. Veja a receita e surpreenda todos com este doce incrível.

Ingredientes

280g de açúcar de confeiteiro
160g de farinha de amêndoas
130g de claras de ovo
30g de açúcar cristal

Modo de preparo

Peneire o açúcar de confeiteiro e a farinha de amêndoas juntos. Bata as claras com o açúcar cristal até formar um suspiro. Se desejar, coloque algum corante no suspiro. Incorpore o suspiro à mistura aos poucos.

Forre uma assadeira com uma folha de silpat (material antiaderente feito de silicone usado em culinária) e coloque-a sobre uma menor. Use um saco de confeiteiro e um bico médio para fazer os macarons. Pingue sobre a folha de silpat com cerca de 5cm de distância entre um e outro.

Leve ao forno preaquecido à temperatura média entre 110º e 145º (lembrando que em menos de 110º eles não criam os pés e mais que 145º eles terão a superfície rachada) imediatamente, por cerca de 10 minutos. Retire a assadeira de baixo e deixe por mais 5 minutos. Em seguida, retire do forno e deixe esfriar. Solte os macarons da forma com a ajuda de uma espátula e recheie-os.

Sugestões de recheio: doce de leite, creme de chocolate, geleia de morango, creme de nozes ou avelã, geleia de goiaba ou outro de sua preferência.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Antônio

25 de nov de 2015

Estimados, Fiz a receita acima, mas nao saíram macarrons. Deixei o forno a 220 graus, mas os "macarons" ficaram todos rachados e queimaram. Na segunda tentativa deixei menos tempo, mas todos racharam iguais. Na terceira tentativa deixei o forno a 180 graus e novamente racharam todos. Alguma dica? Um abraço Rici

Resposta do Portal Cursos CPT

25 de nov de 2015

Olá, Antônio!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Informamos que corrigimos a temperatura média para preparo do marcarons e abaixo estamos enviando algumas dicas para o preparo desta receita sem erro.


- A farinha de amêndoas deve ser bastante seca, de cor clara, e fina. Até dá para fazer sua própria farinha de amêndoas. Retire a casca das amêndoas, deixe secar completamente em forno morno por alguns minutos, então passe pelo processador até obter uma textura ainda grosseira. Volte a deixar secar em forno morno por mais alguns minutos e processe novamente, desta vez com açúcar de confeiteiro, de modo a evitar que virem uma pasta.

- As claras de ovos, podem ser frescas, velhas, geladas ou em temperatura ambiente. Todas dão certo.

- Adicionar clara de ovo em pó ajuda, mas não é necessário em absoluto.

- A clara antes de receber o açúcar deve ser muito bem batida, isso faz com que naturalmente, evapore parte de sua umidade, e contribua grandemente para o sucesso do macaron.


- A inimiga numero um do macaron é a umidade. Por esse motivo, deixar as claras envelhecerem apenas diminuem muito ligeiramente a concentração de água. Da mesma maneira, juntar claras em pó, funciona causando o mesmo efeito.

- O segundo inimigo dos macarons é a temperatura, muito baixa (menos de 110º C) e não criarão os “pés”.  Muito alta (maior que 145ºC)  e terão a superfície rachada. Blogs que indicam assar em temperatura de 175ºC por exemplo, levam em consideração a posição do termostato do forno, e não a temperatura real do interior de seu forno. Por isso recomendo o uso de um termometro digital com fio.

- O tempo de forno também dirá muito sobre qual o resultado dos seus macarons. Pouco tempo fará com que grudem no silpat, tempo demais os deixarão excessivamente secos, perdendo sua textura característica de interior cremoso. O tempo de forno pode variar de 10-20 minutos, dependendo da temperatura.

- Bater a massa demais a tornará liquefeita, arruinando os macarons.

- Bater de menos, transformará seu macaron em cookies.

- Deve-se bater até que os secos estejam homogêneos na massa, e essa apresente textura elástica ao deixar cair da colher.

- É imprescindível deixar que os macarons descansem por pelo menos 30 minutos antes de leva-los ao forno. Isso faz com que forme-se uma película protetora recobrindo a superfície do macaron, sua função é impedir que o macaron rache ao ser exposto à temperatura.

- Se quiser cobrir o macaron com algum ingrediente, como oleaginosas o momento correto para isso é logo após modelar com os bicos, e antes de leva-los à descansar.

Atencisoamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!