WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Monitoramento das principais doenças e pragas do cafeeiro

As lavouras de cafeeiro hospedam poucas espécies de pragas, entre elas, algumas podem causar prejuízos econômicos

As lavouras de cafeeiro hospedam poucas espécies de pragas, entre elas, algumas podem causar prejuízos econômicos

Os métodos de controle mais eficazes dessas pragas, no sentido real do termo, são os que usam os princípios do Manejo Integrado de Pragas (MIP), ou seja, aliam o manejo químico e biológico, entre outros, em prol da preservação no agroecossistema, usando defensivos como último recurso, somente no momento certo para cada praga.



O monitoramento das pragas e doenças do cafeeiro é uma etapa importante no planejamento fitossanitário de uma propriedade, pois se evita a perda dos produtos químicos empregados numa aplicação.



Assim, o monitoramento constitui-se na base de todo e qualquer programa de manejo integrado, devendo ser uma prática rotineira na cafeicultura moderna, independentemente do tamanho da área e da região onde se desenvolve.



Para se avaliar o material do café é necessário coleta. Após a coleta do material, as folhas e os frutos são acondicionados em sacos plásticos, devidamente identificados, pelo respectivo talhão, para posterior avaliação das pragas e doenças presentes. Deve-se, em primeiro lugar, conferir o número de folhas e frutos coletados em cada talhão, e depois anotar em uma planilha os dados correspondentes à avaliação de:



- Ferrugem: contar o número de folhas com pústula de ferrugem esporulando;
- Mancha de olho pardo: contar o número de folhas com sintomas de mancha de olho pardo;
- Mancha de ascochyta: contar o número de folhas com sintomas de mancha de ascochyta;
- Bicho-mineiro: contar o número de folhas com minas ativas, ou seja, com presença de larvas vivas nas minas e o número de folhas com minas rasgadas;
- Broca nos frutos: separar e contar de todos os frutos sadios e frutos broqueados (considerar brocados todos perfurados na região da coroa).


Gostou dessa matéria? Quer saber mais sobre os cursos CPT? Assista ao vídeo abaixo: 

  

Conheça os Cursos CPT da área Cafeicultura

Por Anna Luiza Mariquito

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!