WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Quais os grãos de café mais produzidos no Brasil?

Por questão de hábito e costume, os brasileiros consomem os grãos de café arábica e conilon misturados

Quais os grãos de café mais produzidos no Brasil?

“Nosso país lidera como um dos maiores produtores e exportadores de café do ranking mundial. De todos os estados, Minas Gerais é o que mais produz e exporta café, além de abranger praticamente a metade da produção nacional. Atualmente, os grãos de café mais produzidos no Brasil são o arábica e o conilon (ou robusta)”, enfatiza Aureliano Nogueira da Costa, professor do Curso CPT Como Produzir Café Conilon.

As variedades de café arábica e café conilon vêm de mutações naturais ou do melhoramento genético. Normalmente, os brasileiros consomem os grãos de café arábica e conilon misturados. Entretanto, o café arábica tem encontrado espaço entre os amantes do café gourmet por ser levemente ácido e adocicado. Já o grão conilon apresenta nuances de chocolate e é perfeita como café instantâneo.

Café arábica ou café conilon? Qual o melhor?


O café arábica apresenta menor produtividade, mas embora tenha poucas floradas, ele é resistente a doenças. Como o seu sabor apresenta grande aceitação nos mercados nacional e internacional, o arábica engloba cerca de 75% da produção mundial. Fatores como umidade relativa do ar e altitude impactam na produtividade dos cafeeiros e na qualidade da bebida. Sendo assim, o café conilon e o arábica devem ser cultivados em regiões entre 450 e 800 metros. Com isso, ambos ganham padrões qualitativos ideais ao mercado.

E em relação à qualidade da bebida?

Os grãos de café arábica resultam em uma bebida suave e refinada, com variações de acidez e doçura bem características. Não é mera coincidência que o arábica é direcionado à produção de cafés tipo gourmet (em blends ou puros). Já os grãos de café conilon produzem uma bebida dura, utilizada em blends, para ser melhor aceita no mercado nacional (o mercado externo prefere o arábica).

E quanto ao teor de açúcar e cafeína?


O teor de açúcar dos grãos de café arábica chegam a 9% - o do conilon, a 7%. Quanto ao teor de cafeína, o do arábica alcança 1,2% - menor que o do conilon, que atinge 2,2%. Essas porcentagens distintas conferem ao café conilon amargor mais intenso e ao arábica mais suavidade e doçura.

Quais as principais variedades de café?


O café acaiá apresenta frutos vermelhos, com maturação uniforme e média precocidade. Sua bebida é frutada e suave. Já o café catuaí é um dos mais cultivados, no Brasil, acima de 1.000 metros de altitude. A bebida do catuaí vermelho apresenta mais corpo do que a do catuaí amarelo. Quanto ao café icatu, sua maturação varia entre média e tardia. Com grande resistência à ferrugem, essa variedade produz frutos vermelhos ou amarelos. Por fim, o café bourbon merece destaque, como café do tipo arábica, adocicado, com acidez equilibrada, sabor suave, mas aroma forte.

Quer saber mais sobre o curso? Dê play no vídeo abaixo:

Conheça os Cursos CPT da Área Cafeicultura.

Leia o artigo "Por que descascar o grão de café?"

Fontes: cafedositio.com.br; g1.globo.com

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!