WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Colheita mecanizada é feita de forma mais eficiente, aumentando a qualidade do café

A colheita mecanizada do café reduz a mão-de-obra, diminui os custos de produção, torna o processo mais rápido, libera a lavoura mais cedo para nova florada e possibilita um produto de melhor qualidade

Frente à importância da cafeicultura para o Brasil, tanto do ponto de vista socioeconômico, contribuindo para o PIB e absorvendo grande parte de mão-de-obra, direta ou indireta, quanto para a geração de outras inúmeras fontes de recursos, como a demanda tecnológica  por parte dos produtores, há um aumento de produção das fábricas, tanto de máquinas como de insumos. Isso contribui, também, para o crescimento do setor industrial.

A colheita por meio da utilização de máquinas, que possibilitam a redução da mão-de-obra,  proporcionando uma considerável redução de custos de produção.


O agricultor moderno, para ser competitivo, deve não só buscar um aumento de produtividade, mas principalmente melhorar a qualidade de seus produtos. No caso do café, um dos fatores importantíssimos relacionados à qualidade é a realização da colheita de forma eficiente, que vem sendo implementada com a utilização de máquinas que possibilitam a redução da mão-de-obra,  proporcionando uma considerável redução de custos de produção. Além disso, a mesma é realizada em menos tempo,  liberando a lavoura mais cedo para nova florada e possibilitando um produto melhor.

A colheita do café engloba cinco etapas: arrumação, derriça, varrição, recolhimento e abanação, que podem ser totalmente realizadas por máquinas, existentes em várias formas e tipos, algumas destinadas a cumprir apenas uma das etapas e outras que são capazes de realizar a maioria delas.  O bom desempenho dessas dependerá de alguns fatores, como inclinação do terreno, idade das plantas, manejo da lavoura, entre outros. Eles devem ser conhecidos e dominados pelo produtor, para que todas as etapas sejam conduzidas de forma eficiente, assim como o desempenho das máquinas.

Com o objetivo de apresentar com detalhes as principais informações que se encontram relacionadas com a colheita mecanizada do café, o CPT - Centro de Produções Técnicas, elaborou o curso “Colheita Mecanizada do Café”, no qual você receberá informações dos professores doutores do Departamento de Engenharia Agrícola da UFV, Daniel Marçal de Queiroz, Mauri Martins Teixeira, e Francisco de Assis Carvalho Pinto.

Para obtenção de café de qualidade, a implementação da colheita macanizada é uma excelente opção.


Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On Line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Para melhor aproveitamento da colheita por meio da utilização das máquinas deve-se obter o  máximo de rendimento das mesmas, trabalhando de forma que a capacidade operacional seja a maior possível, associada à área da lavoura que cada uma delas terá condições de executar. Para isso, é muito importante a escolha correta de qual máquina terá melhor desempenho em cada caso.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!