WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Possibilidades de mercado na criação de serpentes

Além do veneno, o criador pode diversificar sua produção com a venda da carne, couro e comercializando serpentes para exportação

Muito apreciado nos EUA, o abate de serpentes para a venda do couro é uma atividade que diversifica o negócio.

 

Muito apreciado nos EUA, o abate de serpentes para a venda do couro é uma atividade que diversifica o negócio.

 

Muito se fala a respeito do valor comercial do veneno de serpentes. Realmente, é um produto muito valioso, remunera-se bem, porém o interessado precisa saber que a atividade exige muito planejamento e capacitação.

De acordo com o professor Dr. Stefan Tutzer, no curso desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, Criação de Serpentes, “os principais compradores do veneno são universidades, laboratórios de pesquisa e indústrias farmacêuticas, que utilizam o produto para pesquisas e produção de medicamentos. O veneno precisa ser vendido com nota fiscal e com certificação de qualidade do produto”.

Essa certificação é conseguida por meio da análise laboratorial do veneno, que pode ser feita por meio de convênios entre o serpentário e universidades ou laboratórios terceirizados. Quem deseja trabalhar com exportação, precisa que a documentação do seu produto e da empresa estejam em dia, pois são exigidos na alfândega.

Tutzer, biólogo formado pela Universidade de Hohenheim, em Stuttgard, na Alemanha, e especialista em herpetologia, diz que, além do veneno, o criador pode diversificar sua produção  comercializando serpentes não venenosas para exportação. Outro negócio é o abate dos animais para a venda da carne, com o maior país consumidor sendo a China, e do couro, sendo mais apreciado pelos Estados Unidos. O serpentário também poderá fornecer serpentes para pet shops especializados em répteis de estimação.

Outra atividade possível na criação de serpentes é montar as instalações de forma que se possa oferecer o serviço de visitação com a execução de ações ecológicas e culturais. Lembrando que, para a mudança ou agregação de qualquer atividade, o criador também precisará procurar o IBAMA para obter as devidas informações quanto aos procedimentos necessários.

Para saber mais, assista o vídeo, que é um trecho do curso Criação de Serpentes. Nele o professor, da Alemanha, Stefan Tutzer fala sobre os compradores do veneno e a certificação para exportação dos animais.

Por: Ariádine Morgan

Curso CPT - Criação de Serpentes

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Ana Maria

1 de fev. de 2017

Por gentileza, gostaria de saber o que precisa para abrir um serpentario e quais os tipos de cobras que é mais utilizada para retirar o veneno?

Resposta do Portal Cursos CPT

23 de fev. de 2017

Olá Ana Maria,

Nossas consultoras entrarão em contato para mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Jose donizete santos de oliveira

6 de jul. de 2014

Gostaria de saber se é preciso algum tipo de licença do IBAMA para validar o certificado ou não e gostaria de receber os contatos, para poder visitar estes locais, para estudar as possibilidades de abrir um serpentário.

Resposta do Portal Cursos CPT

7 de jul. de 2014

Olá, José Donizete!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações recomendamos que consulte o Ibama de sua cidade ou região.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Rejane Araújo

11 de dez. de 2013

Bom dia. Gostaria de obter informações sobre criação de serpentes. Tem algum criador de serpentes venenosa em Brasília ou uma região próxima? Gostaria de receber os contatos, para poder visitar estes locais, para estudar as possibilidades de abrir este novo negocio. Aguardo retorno Rejane

Resposta do Portal Cursos CPT

12 de dez. de 2013

Olá, Rejane!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações recomendamos que procure o Ibama de sua idade ou região para mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Ana Paula Medeiros de Oliveira

9 de out. de 2013

Eu gostaria de saber qual é a espécie mais indicada para produção de carne e de couro.Como comercializar?

Resposta do Portal Cursos CPT

10 de out. de 2013

Olá, Ana Paula!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Mariana Almeida

22 de set. de 2013

Bom dia, gostaria de saber se a cobra Piton é vendida de forma legalizada e, se não, como é possível legaliza-la. Obrigada

Resposta do Portal Cursos CPT

23 de set. de 2013

Olá, Mariana!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

A cobra Píton, faz parte da família Pythonidae. As espécies desta família são serpentes constritoras, não venenosas e com dentes afiados e curvados para trás.

Dentre as espécies existentes, a mais comum para criação em cativeiro é a Píton Albina. Esta cobra é proveniente da zona sul do continente asiático, vive em florestas úmidas e zonas rochosas perto de água e é bem robusta. Podem atingir até 8 metros, pesar 80kg e viver em média 30 anos.

A cobra Píton, mantida em cativeiro tende a ser dócil e até interagir com seus donos, mas para que estas vivam de forma confortável alguns cuidados são fundamentais como: espaço físico, temperatura, alimentação, umidade e correto manejo. O terrário deve ser o mais natural e agradável possível, com troncos, folhas e tocas. Todo tronco ou folhagem colocado no recinto deve estar limpo e sem interferências de fungos e parasitas. Outro cuidado fundamental é manter o terrário sempre fechado, evitando assim que o animal fuja.

Para adquirir uma espécie exótica, recomenda-se buscar criatórios legalizados e autorizados pelo IBAMA e que forneçam Nota Fiscal com as seguintes informações: nome científico e popular, número de identificação individual do espécime (anilha fechada ou um microchip).

Recomenda-se que antes de adquirir uma espécie exótica, que você procure um técnico especializado na área, em sua região.

Para lhe orientar na criação de cobras exóticas, indicamos o seguinte curso do CPT – Centro de Produções Técnicas: Criação de Serpentes para Produção de Veneno.

Você também pode se interessar pelos seguintes artigos: Manejo de serpentes deve ser feito com todo cuidado; Instalação necessária para criar serpentes.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

jerri adriano sortica

20 de set. de 2013

bom dia gostaria de saber o valor do curso para criaçaõ de cobras para extinçaõ do veneno e os cronogramas dos cursos .obrigado

Resposta do Portal Cursos CPT

20 de set. de 2013

Olá, Jerri!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre o Curso CPT Criação de Serpentes para Produção de Veneno.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

GILDÁSIO FREITAS DA SILVQ

6 de abr. de 2013

Moro em brasília -df, e gostaria de saber como faço para começar uma criação de cobras venenosa, para produção de veneno; e como faço para adquirir as matrizes? Muito obrigado !

Resposta do Portal Cursos CPT

8 de abr. de 2013

Olá, Gildásio!

Agradecemos sua vsita e comentário em nosso site.

Criar serpentes é um negócio bastante lucrativo. Seu veneno é matéria-prima de inúmeros remédios, como os que combatem a hipertensão, o câncer e algumas doenças neurológicas. As indústrias farmacêuticas são, portanto, grandes consumidoras dessa substância, além de laboratórios, universidades e clínicas estéticas.

A criação comercial de serpentes é legalizada pelo IBAMA e fiscalizada por ele a fim de evitar o contrabando de animais silvestres. Sendo assim, antes de iniciar a criação, é imprescindível que você entre em contato com o órgão do IBAMA que atua na sua região, informe seu interesse nesse tipo de comércio e siga todas as orientações necessárias. Uma boa notícia para quem quer investir na criação de serpentes é que os custos da manutenção são baixos e o lucro é alto, pois o veneno é um produto de valor bem elevado no mercado.

O local escolhido por você para a instalação do criadouro será avaliado pelo IBAMA antes que o órgão lhe conceda a devida autorização para proceder com tal atividade. Se for muito distante de hospitais que disponibilizem o soro antiofídico, provavelmente a autorização será negada, pois o IBAMA considera que, em casos de acidente, a vítima teria poucas chances de sobrevivência. Em relação à criação intensiva, é recomendação do IBAMA que as serpentes sejam mantidas em caixas plásticas, pois isso facilita o manejo e garante o bem-estar dos animais.

O curso Criação de Serpentes para Produção de Veneno, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, oferece todas as informações necessárias para quem pretende iniciar nesse ramo. As orientações são dadas pelo doutor Stefan Tutzer, biólogo formado pela Universidade de Hohenheim, localizada em Stuttgard, na Alemanha. Tutzer é especialista em Herptologia e trabalha com serpentes há aproximadamente três décadas em quase todos os continentes do planeta.

Confira algumas das nossas outras matérias sobre criação de serpentes: Possibilidades de mercado na criação de serpentes, Cadastro no IBAMA é o primeiro passo para legalização da criação de serpentes.

Qualquer dúvida, entre em contato conosco.

Atenciosamente,

Natália Parzanini Brum

Ronaldo/cardoso

19 de fev. de 2013

Tenho grande interesse em investir nesse ramo, vou obter o material mas gostaria de saber se e possível fazer o curso de manuseio na própria CPT? E ouvi também falar que estava proibida esse tipo criação numa reportagem do globo rural , poderia ter alguém com quem possa falar sobre esse curso em especifico? Desde já, agradeço a atenção. Obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

19 de fev. de 2013

Olá, Ronaldo!

Agradecemos sua visita e seu comentário em nosso site.

Nossas consultoras entrarão em contato com você para esclarecer suas dúvidas.

Atenciosamente,

Natália Parzanini Brum

Jose Ribamar AlmeidaPessoa

9 de dez. de 2012

As informações ligadas a esta atividade, precisa ser mais difundidas, pois ainda é grande o desconhecimento sobre o quão é importante o manuseio e a eficácia do produto extraído das serpentes. Quero e vou adquirir o curso, só preciso de maiores e detalhadas informações que me façam acreditar na seriedade dos institutos envolvidos, bem como os compradores sem intermediação.

Resposta do Portal Cursos CPT

10 de dez. de 2012

Olá, José Ribamar!

Nossas consultoras entrarão em contato para mais informações sobre o curso Criação de Serpentes para Produção de Veneno.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

paulo soares

3 de dez. de 2012

O curso de sobre o veneno de serpentes muito me interessa, mas como eu devo começar? Em uma área rural ou urbana? Qual espécie de serpente seria mais lucrativa? Para começar, de quantas serpentes eu preciso? Vocês tem algum convênio ou pode indicar empresas que possam comprar a produção? Se eu tiver 30 serpentes por exemplo (a cascavel), quanto de lucro eu consigo em um mês, com a produção? Muito Obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

17 de dez. de 2012

Olá, Paulo!

Agradecemos sua visita e seu comentário em nosso site.

Criar serpentes é um negócio bastante lucrativo. Seu veneno é matéria-prima de inúmeros remédios, como os que combatem a hipertensão, o câncer e algumas doenças neurológicas. As indústrias farmacêuticas são, portanto, grandes consumidoras dessa substância, além de laboratórios, universidades e clínicas estéticas.

A criação comercial de serpentes é legalizada pelo IBAMA e fiscalizada por ele a fim de evitar o contrabando de animais silvestres. Sendo assim, antes de iniciar a criação, é imprescindível que você entre em contato com o órgão do IBAMA que atua na sua região, informe seu interesse nesse tipo de comércio e siga todas as orientações necessárias. Uma boa notícia para quem quer investir na criação de serpentes é que os custos da manutenção são baixos e o lucro é alto, pois o veneno é um produto de valor bem elevado no mercado.

O local escolhido por você para a instalação do criadouro será avaliado pelo IBAMA antes que o órgão lhe conceda a devida autorização para proceder com tal atividade. Se for muito distante de hospitais que disponibilizem o soro antiofídico, provavelmente a autorização será negada, pois o IBAMA considera que, em casos de acidente, a vítima teria poucas chances de sobrevivência. Em relação à criação intensiva, é recomendação do IBAMA que as serpentes sejam mantidas em caixas plásticas, pois isso facilita o manejo e garante o bem-estar dos animais.

O curso Criação de Serpentes para Produção de Veneno, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, oferece todas as informações necessárias para quem pretende iniciar nesse ramo. As orientações são dadas pelo doutor Stefan Tutzer, biólogo formado pela Universidade de Hohenheim, localizada em Stuttgard, na Alemanha. Tutzer é especialista em Herptologia e trabalha com serpentes há aproximadamente três décadas em quase todos os continentes do planeta.

Confira algumas das nossas outras matérias sobre criação de serpentes: Possibilidades de mercado na criação de serpentes, Cadastro no IBAMA é o primeiro passo para legalização da criação de serpentes.

Qualquer dúvida, entre em contato conosco.

Atenciosamente,

Natália Parzanini Brum

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!