WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Análise do mercado da fruticultura mostra as vantagens da produção

Para apoiar o desenvolvimento sustentável da fruticultura brasileira, o Mapa criou uma série de políticas de crédito para investimento

As principais frutíferas do Brasil, em termos de valor da produção, são laranja, banana, uva, abacaxi, mamão, coco, maçã e manga.

O consumo de frutas e sucos naturais está em crescimento. Esse costume tem sido alavancado pela mudança de hábitos e a massiva instrução sobre a importância da alimentação saudável. No Brasil, além desses fatores, acrescenta-se o aumento na renda per capita da população. A produção nacional se apresenta capaz de atender sua demanda diária, porém é insuficiente para abastecer o mercado externo.

As principais frutíferas do Brasil, em termos de valor da produção, são laranja, banana, uva, abacaxi, mamão, coco, maçã e manga. Uvas, melões, mangas, maçãs, bananas e mamões papaia são as principais frutas in natura exportadas. Embora o Brasil seja o terceiro maior produtor mundial de frutas, tem participação inferior a 2% no mercado mundial de frutas frescas.

Para apoiar o desenvolvimento sustentável da fruticultura brasileira, o Mapa criou uma série de políticas de crédito para investimento, custeio e comercialização, de forma a agregar valor ao sistema agroalimentar da fruticultura. Para o professor Dalmo Lopes de Siqueira, no curso Produção Comercial de Frutas em Pequenas Áreas, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, “o mercado é receptivo e há lugar para praticamente todas as espécies, e além da produção de frutas para o comércio direto, existe a  indústria de polpa, sucos e doces”.

Produtores rurais que trabalham com a fruticultura são contemplados pelo Programa Moderagro – Modernização da Agricultura e Conservação dos Recursos Naturais, que financia a implantação de pomares e casas de vegetação. Exitem, também à disposição do fruticultor, as políticas de gestão do risco rural e o financiamento para o produtor de médio porte. Como incentivo à produção sustentável foi criado o crédito para custeio agrícola e o amparo pela PGPM - Política de Garantia de Preços Mínimos.

Além desses programas, o trabalhador rural tem a linha de crédito que se destina a estocagem, os leilões e prêmios de escoamento de produtos e o LEC – Linha Especial de Crédito para comercialização, com a função de regularizar a oferta e diminuir a oscilação dos preços pagos aos produtores.

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!