Adquira 2 ou mais Cursos CPT e ganhe Frete Grátis.

Saiba como combater as pragas e doenças da produção de maracujá

O pulgão está na lista negra dos agricultores. A morte prematura é a que propicia maior problema fitossanitário da cultura

 

É preciso que sejam feitas inspeções constantes no pomar com o objetivo de identificar os problemas.

 

A produção de maracujá é uma atividade que pode ser lucrativa tanto para grandes produtores, quanto para pequenos, sendo importante fonte de renda no âmbito da agricultura familiar. No entanto, o aparecimento de determinadas pragas e doenças pode virar uma catástrofe para o produtor.

O pulgão está na lista negra um dos agricultores. Eles vivem em colônias e transmitem uma doença conhecida como vírus do endurecimento dos frutos. As plantas com sintomas da virose devem ser imediatamente erradicadas. Outra medida importante é evitar o plantio, nas imediações do pomar, de espécies hospedeiras dos pulgões, tais como, pepino, melancia, abóbora, melão, ervilha e tomate.

Segundo o professor Waldir Vicente dos Santos, no curso Produção de Maracujá elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, “entre as doenças do maracujazeiro, a morte prematura é a que propicia maior problema fitossanitário da cultura. Ela ataca as folhas e ramos da planta, levando-a a morte em plena idade produtiva”.

Os principais sintomas da doença são uma grande desfolha e a presença de manchas amareladas nas hastes principais, que se juntam e secam, com a formação de grandes áreas descoloridas ou de cor pardo-avermelhada, destruindo o tecido cortical externo, secando as hastes e provocando a morte da planta.

De acordo com Waldir Vicente, que também é coordenador da Horticultura da Emater, algumas medidas preventivas podem ser tomadas. “Quando o solo é argiloso, permanecendo úmido por muito tempo após as chuvas ou em culturas irrigadas, o plantio deverá ser feito em camalhões de base larga, com o objetivo de assegurar melhor drenagem na região do colo e das raízes superficiais. Deve-se utilizar sempre substrato rico em matéria orgânica para uma boa formação das mudas, como também sacos plásticos de tamanho compatível com o sistema radicular da planta. Outra providência é executar um criterioso preparo do solo, com correção da acidez e farta adubação do pomar”, explica o professor.

Dessa maneira, é preciso que sejam feitas inspeções constantes no pomar com o objetivo de identificar os problemas. Atualmente, o maracujá é comercializado como fruta fresca para mercados atacadistas e varejistas e, principalmente, para as indústrias de processamento de suco e outros derivados. O suco de maracujá é o terceiro mais produzido no Brasil, atrás do suco de laranja e do de caju.

Por: Ariádine Morgan

Cursos Relacionados

Curso Produção Comercial de Frutas em Pequenas Áreas Curso Produção Comercial de Frutas em Pequenas Áreas

Com Prof. Dr. Dalmo Lopes de Siqueira

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Mudas Frutíferas Curso Produção de Mudas Frutíferas

Com Prof. Dr. Dalmo Lopes de Siqueira

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Irrigação em Pequenas e Médias Propriedades Curso Irrigação em Pequenas e Médias Propriedades

Com Prof. Dr. Márcio Mota e Prof. Dr. Rubens de Oliveira

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Maracujá Curso Produção de Maracujá

Com Prof. Waldir Vicente dos Santos

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Isabel Rocha Gonçalves

1 de mai de 2017

Tenho um pé de maracujá doce, aquele rosa por dentro. Este ano deu muitas flores e muitos frutos, porém quando começa a madurar as frutas enrrugam e dentro as sementes estão secar e com muitos bichos. O que devo fazer.

Resposta do Portal Cursos CPT

2 de mai de 2017

Olá Isabel,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações recomendamos que procure um técnico agrícola, para que o mesmo possa ver o que está atacando seu pé de maracujá.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

sidnei silva almeida

21 de abr de 2017

Estou com uma plantação de maracujá, estava perfeita ai choveu uns 7 dias seguidos, após essa chuva o maracujá enramou bastante e começou a florar. só q agora essa planta ja produzindo está morrendo todo dia morre vários pés. o que devo fazer pra salvar minha plantação

Resposta do Portal Cursos CPT

24 de abr de 2017

Olá Sidnei,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações recomendamos que consulte um técnico agrícola para mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Marcos Raniere Calheiros de melo

5 de set de 2016

Queria o curso de mamão e maracujá e banana da terra.

Resposta do Portal Cursos CPT

6 de set de 2016

Olá Marcos,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre os Cursos a Distância Produção de Mamão, Produção de Maracujá e Produção de Banana.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

claudia

26 de abr de 2015

Oi meu pé de maracujá está cheio de branquinhos parecem algodão. Esta ficando seco o q devo fazer?

Resposta do Portal Cursos CPT

27 de abr de 2015

Olá, Claudia!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações recomendamos que entre em contato com um especialista na área.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

ailton agnelo dias

12 de abr de 2015

Bom dia! Eu tenho 6 pés de maracujá e os frutos estão sendo atacados por insetos que furam os frutos o que devo fazer pra combater essas praga

Resposta do Portal Cursos CPT

13 de abr de 2015

Olá, Ailton!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Recomendamos que procure um engenheiro agronômo para mais informações de como proceder.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Caroline Neves Oliveira

21 de dez de 2014

Tenho um pé de maracujá em casa, ele dá o fruto mais não da a polpa por dentro, outras vezes ele dá o fruto e antes mesmo de amadurecer ele cai, muitas das vezes aparece muitos besouros em volta do pé. Gostaria de saber se tem um remédio para essas coisas?

Resposta do Portal Cursos CPT

21 de jan de 2015

Olá, Caroline!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Recomendamos que procure um especialista para mais informações de como proceder no controle desta praga.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

maria suely gomes rocha machado

13 de dez de 2014

Olá meus amigos desta pagina, gostaria de saber como combater uma praga que aparece sempre nas folhas de meu maracujá, é um monte de lagartas pretas ou seja como dizem aqui na minha cidade, é uma espécie de mandarová preto são bem pequenos e vão crescendo não comem as folhas´mas se espalham pelo pátio todo e tenho meus netos que brincam tenho medo que eles queimem as crianças desde já agradeço se puderem me ajudar obrigada..........

Resposta do Portal Cursos CPT

15 de dez de 2014

Olá, Maria Suely!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Segue uma receita caseira que poderá lhe auxiliar:

Ingredientes:
10 cm de fumo de rolo
50 g de sabão de coco ou neutro
1 litro de água

Modo de fazer:
Pique o fumo e o sabão em pedaços, junte a água e misture bem. Deixe curtir por cerca de 24 horas. Coe e pulverize as plantas atacadas.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

DIEGO CONCEIÇÃO DOS SANTOS

26 de abr de 2014

Tenho dúvidas na aplicação de agrotóxicos. Jogo a pulverização na folha do meu maracujazeiro, relevante ao horário...

Resposta do Portal Cursos CPT

29 de abr de 2014

Olá, Diego!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Abaixo segue três momentos que o maracujá deve ser pulverizado.

Desbaste: Após o desbaste, recomenda-se pulverizar o pé de maracujá com fungicida à base de cobre, com repetições regulares. É indicado alternar com uma solução feita à base de cobre e mancozeb a 0,2% do produto comercial, diluída em um pequeno volume de água por uma hora. Agite o líquido para evitar depósito no fundo do recipiente. As mudas são plantadas em covas de 40 x 40 centímetros, com espaçamento de cinco metros entre as plantas e de três metros entre as ruas. Mas é preciso ter cuidado para não ferir a raiz, nem destruir a crosta de terra que a envolve.

Pragas e doenças: pulverizar, quando necessário, de manhã bem cedo para não afetar os insetos polinizadores. Controle biológico para lagartas – Bacillus thuringiensis; lagartas, percevejos e besouros – fenthion ou cartap; mosca-das-frutas – iscas atrativas, feitas com 7% de melaço mais fenthion em água. Doenças fúngicas – tratamento preventivo com fungicidas cúpricos. Bacteriose – medidas culturais (sementes e mudas sadias, adubações equilibradas e quebra-ventos); controle químico preventivo à base de fungicidas cúpricos, antibiótico (terramicina) em situações críticas (curativo), no máximo duas vezes por ano. Fusariose – prevenir com medidas culturais que favoreçam boa drenagem e manutenção da integridade do sistema radicular; controle – erradicação.

Micronutrientes: em solos deficientes, aplicar juntamente com a primeira parcela da adubação de produção, no início da estação chuvosa, 2 kg/ha de B e 4 kg/ha de Zn, ou via foliar, com três pulverizações (outubro, janeiro e abril), utilizando calda com 300g de sulfato de zinco, 100g de ácido bórico e 500g de uréia por 100 litros de água.

Qualquer dúvida estamos a disposição.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

 

vitoria lokinha

13 de out de 2013

Meu pé de maracujá não brota porque tem uns besouros pretos e bem feio lá tem lagartas comendo as flores e o maracujá não se vê.

Resposta do Portal Cursos CPT

16 de out de 2013

Olá, Vitória!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Em relação aos besouros existem várias espécies que atacam o maracujazeiro, dentre os quais destacam-se os seguintes:

- Broca-do-maracujazeiro ou da-haste: provoca prejuízos no pomar quando está na fase larval, pois ela se desenvolve no interior do ramo do maracujazeiro. Quando chega a fase adulta, sai do ramo por meio de um pequeno orifício. A broca-do-maracujazeiro ocorre mais frequentemente em plantios novos, localizados em áreas recém-desmatadas, na periferia da plantação e próxima à vegetação nativa;

- besouro-das-flores: conhecido também como praga do girassol, se esconde no interior das folhas durante o dia, alimentando-se à noite. Ataca as folhas novas e as flores do maracujá, prejudicando a produção;

- besouro-do-botão-floral: causa a perfuração e queda do botão floral.

O controle químico dos besouros pode ser feito por meio de pulverizações com um dos seguintes produtos: Cartap BR 500 a 0,12%, Cartap 500 a 0,12%, Fention 500 a 0,1% ou Malation 500 CE a 0,25%, sempre em relação ao produto comercial.

Lagartas: as lagartas atacam o pomar em períodos secos do ano, de junho a agosto, principalmente as folhas novas.

As borboletas colocam seus ovos na face inferior das folhas, de onde saem as lagartas, que passam a comer as folhas, reduzindo a área fotossintética, afetando a produção. Em plantas jovens, os prejuízos podem ser maiores, porque as lagartas podem causar desfolha total, levando-as à morte, no caso de ataque sucessivos. Depois de comerem as folhas, as lagartas se transformam em pupa e, em seguida, em borboleta novamente, que é a fase adulta. São duas as espécies frequentemente encontradas atacando o maracujazeiro: Dione juno juno, que apresenta hábito gregário, formando densas colônias nas folhas, e Agraulis vanillae vanillae, que faz posturas isoladas.

Para mais informações recomendamos que procure um técnico especializado em sua cidade ou região.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Luciana

10 de mai de 2013

Olá, tenho alguns pés de maracujá, que sempre produziram muito e este ano as lagartas atacaram, como posso combater, que remédio posso usar. Agradeço se puder me ajudar.

Resposta do Portal Cursos CPT

13 de mai de 2013

Olá, Luciana!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

O controle de lagartas pode ser feito por meio de pulverização com os seguintes inseticidas: Carbaril, Cartap, Fention ou Triclorfon.

Em relação as dosagens recomendamos que procure um técnico da área para lhe auxiliar.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade