A alta produção de leite e corte depende do que comem os bovinos

A pecuária leiteira e de corte exige, durante todo o ano, a manutenção dos animais nas pastagens, a fim de gerar alta produção, menores custos e menos trabalho ao produtor

A alta produção de leite e corte depende do que comem os bovinos   Notícias Cursos CPT

 

A pecuária leiteira e de corte exige, durante todo o ano, a manutenção dos animais nas pastagens, a fim de gerar alta produção, menores e menos trabalho ao produtor. Entretanto, devido à estacionalidade de produção das pastagens, o desejável não é possível. “Esse problema não é um castigo da natureza apenas para as regiões tropicais do mundo e sim para todas as regiões onde as pastagens são usadas como base da alimentação animal”, afirma Adilson de Paula Almeida Aguiar, Zootecnista, Especialista em Produção Animal, Diretor da Consupec - Consultoria e Planejamento Pecuário, e professor de graduação e pós-graduação da Fazu, Faculdades Associadas de Uberaba.

Os produtores de regiões temperadas encontram maiores limitações ambientais que os produtores das regiões tropicais, pois, em muitos países daquelas regiões, o produtor tem de três a seis meses por ano para produzir todo o alimento suplementar para o inverno rigoroso sob a neve. Os produtores dos Estados Unidos, do Canadá e da Europa já incorporaram à sua cultura a necessidade de armazenar alimentos suplementares para o inverno, sendo que a pesquisa desses países já evoluiu muito no sentido de dar opções diversificadas para os produtores que as adotam com facilidade, conforme a necessidade.

Na ilha sul da Nova Zelândia, existe uma região semiárida onde chove entre 200 e 600 mm por ano, concentrados em três a quatro meses; além disso, durante os meses do inverno, a pastagem fica sob a neve e o produtor tem que acordar bem cedo todos os dias para suplementar seus animais. Nem por isso a produção é baixa, pois com sistemas eficientes de irrigação nas estações de primavera e verão, associados à suplementação estratégica com volumosos suplementares durante o inverno, os produtores conseguem produzir 16.000 kg de leite/ha/ano. No Brasil não é diferente, sendo que as pastagens apresentam uma queda de produção até mesmo na região Norte, onde as chuvas são abundantes e distribuídas ao longo do ano. Nos cerrados, região onde se encontra atualmente mais de 50% da pecuária de corte e leite brasileira, o índice pluviométrico varia entre 1.200 a 2.000 mm, com uma estação seca que varia entre cinco e sete meses, sendo então o déficit hídrico e o fator climático limitantes do crescimento das pastagens nessa região.

Em situações como essas, em que há variações na disponibilidade de alimentos para o gado ao longo do ano, o planejamento alimentar ganha importância, por possibilitar prever a quantidade de alimentos suplementares necessários nesses períodos e providenciá-los, de forma a garantir que a produção tenha continuidade, ressalta Adilson. A falta de planejamento adequado e a ineficiência na gestão dos recursos forrageiros em sistemas de produção em pasto podem resultar em baixa lucratividade, má gestão de riscos, baixa produtividade, degradação de pastagens e até morte de animais por desnutrição (BARIONI et al., 2003).

O planejamento de sistemas pastoris baseia-se em informações como a projeção da dinâmica do rebanho, a identificação de épocas críticas para a sua nutrição e o estabelecimento de níveis esperados de produtividade da pastagem ao longo do ano. Essas informações permitem estabelecer épocas de provável escassez ou excesso de forragem e possibilitam prever intervenções de manejo para minimizar estresses nutricionais dos animais e condições inadequadas de utilização da pastagem, finaliza o zootecnista.

*Adilson de Paula Almeida Aguiar é professor do Curso a Distância CPT Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte, em livro+DVD e Curso Online.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:

<div style="overflow: hidden; color: #000000; background-color: #ffffff; text-align: justify; text-decoration: none;">&nbsp;</div>
<p style="text-align: center;"><object data="https://www.youtube.com/v/5wImCdxoJzI?fs=1&amp;hl=pt_BR&amp;rel=0" type="application/x-shockwave-flash" width="530" height="298">
<param name="allowFullScreen" value="true" />
<param name="allowscriptaccess" value="always" />
<param name="src" value="https://www.youtube.com/v/5wImCdxoJzI?fs=1&amp;hl=pt_BR&amp;rel=0" />
<param name="allowfullscreen" value="true" /></object></p>

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Pastagens e Alimentação Natural.
Por Silvana Teixeira.

Cursos Relacionados

Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte

Com Prof. Adilson Aguiar e Prof. Mateus Contatto

R$ 398,00 à vista ou em até 10x de R$ 39,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção e Utilização de Silagem Curso Produção e Utilização de Silagem

Com Prof. Juliano Resende

R$ 398,00 à vista ou em até 10x de R$ 39,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Feno para Uso na Propriedade e Comercialização Curso Produção de Feno para Uso na Propriedade e Comercialização

Com Prof. Juliano Resende

R$ 438,00 à vista ou em até 10x de R$ 43,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade