WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como cuidar dos cascos de caprinos

Animais que não desgastam os cascos naturalmente precisam de cuidados para que não apresentem dificuldade para andar

Cascos caprinos

Cristiane Leal dos Santos, professora do Curso CPT Criação de Caprinos de Corte, destaca que a criação de caprinos é promissora, pois o leite de cabra e seus derivados estão cada vez mais presentes na vida dos brasileiros, além de ser uma atividade fácil de ser desenvolvida em pequenas propriedades.

Há vários aspectos a serem observados na criação desses animais, como alimentação, bem-estar e saúde, além dos aspectos físicos. Caprinos possuem cascos, também chamados de unhas, que crescem à medida em que são gastos naturalmente, seja pelo atrito com o solo ou pedras, por exemplo.

Caprinocultores têm como opção alguns sistemas para criar seus animais, como o sistema intensivo, o semi-intensivo ou o extensivo. Quando criados de forma semi-intensiva ou extensiva, os caprinos costumam andar muito e, como dito, desgastam seus cascos de forma natural. De forma contrária, os sistemas intensivos, realizados, geralmente, sobre pisos de ripas de madeira, o crescimento dos cascos é maior do que o desgaste.

Nessas condições, os cascos costumam crescer muito e começam a se deformar, acarretando diversos problemas aos animais, como desvio dos eixos dos membros e consequente defeitos graves nos aprumos.

Numa espécie de efeito dominó, ao apresentarem cascos defeituosos, é comum que comecem apresentar problemas ao andar, sofrer com dores, alimentar-se mal e envelhecer de forma mais rápida.

Muito além da função de apoio ao corpo e locomoção, os pés também funcionam como amortecedores, evitando que impactos do animal com o solo sejam “transmitidos” ao corpo. Eles possuem cartilagens que formam um sistema de alavancas, com várias peças unidas com tendões, agindo como molas para garantir um bom andado.

Anatomicamente, cada pata de um caprino possui duas unhas, sendo classificadas como bianguladas.

Estrutura dos pés

- Ossos: compostos por 1ª, 2ª e 3ª falanges e os sesamóides;
- Cartilagens: espécie de carne com efeito elástico, resistente e localizada sob o osso do pé e do tendão flexor, também conhecidas como almofada plantar;
- Carne do pé: recobre todas as regiões citadas;
- Coroa: é a parte que liga o casco e a pele, produzindo também o tecido córneo que regenera o casco, além de outros.

O casco recobre todas essas partes e divide-se externamente em taipa, palma e talão. A parte externa, visível, é a taipa; a palma é côncava e possui espessura igual à da taipa, ligando-se a ela pela linha branca; o talão liga-se com as duas, à palma pela frente e atrás com os lados da taipa.

O crescimento dos cascos

Fica fácil perceber, após essas informações, que os cascos desses animais são estruturas complexas. Cabe ao caprinocultor estar atento ao crescimento dos cascos de seus animais, garantindo que ele não cause problemas aos animais.

É fácil visualizar o crescimento e determinar o momento em que os cascos devem ser aparados. É um processo simples e que pode ser feito “com as próprias mãos”, mas é preciso ter conhecimento sobre ele para que o animal não sofra com tombos, quedas ou, ainda, com cascos mal aparados. Em caso de dúvidas, deve-se procurar orientação com um profissional ou um médico veterinário.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Caprinos:

Criação de Caprinos de Corte
Sistema Orgânico de Criação de Cabras
Criação de Cabras Leiteiras – Instalações, Raças e Reprodução

Fonte: Rural News – ruralnews.com.br
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!