WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

O tipo de alimentação do frango e galinha caipiras promove economia e qualidade do produto final

As rações representam algo em torno de 70 % dos custos de produção das aves

 

 Os cuidados na alimentação do frango e galinha caipiras geram rentabilidade aos produtores

Com o passar dos anos, os hábitos culturais dos que têm maior poder aquisitivo mudaram significativamente. Com isso, a procura por alimentos cuja origem seja uma produção mais natural e ecológica vem aumentando, o que gera uma demanda ainda maior por alimentos diferenciados, integrais e isentos de antibióticos e de defensivos.

Dessa forma, o consumidor passou a exigir dos produtores (de pequeno e médio portes) textura, coloração e sabor natural já que, ao contrário, estes não teriam como competir no sistema industrial. Assim, produtores visionários começaram a produzir alimentos alternativos, como o frango e a galinha caipiras. No entanto, a boa qualidade da carne está relacionada ao tipo de nutrição, manejo, sanidade e genética das aves.

 

O fornecimento da ração está diretamente relacionado à qualidade e ao tamanho da área de pastagem a que se submetem o frango e a galinha caipiras. Como exemplo, se são fornecidos 50% de consumo à vontade, as aves necessitariam de 4,0 a 5,0 m2 de pasto por ave. Quando confinados, os animais alimentados somente com ração consumiriam, em média, 6 quilos”, afirma Luiz Fernando Teixeira Albino, um dos maiores especialistas do país, doutor da Universidade Federal de Viçosa e titular do Departamento de Zootecnia.

 

Já com a alimentação voltada para a produção de carne e ovos, toma-se por base o fornecimento de ração balanceada, que é em torno de 70% do que as aves consumiriam se fossem alimentadas apenas com ração. Assim, com a ração balanceada, as aves ganham peso rapidamente bem como aumentam sua produção de ovos, o que gera o máximo de aproveitamento de seu potencial.

 

Isso não impossibilita que a ração seja utilizada no sistema caipira, desde que se especifique o destino da ave ( de corte ou de postura) e atenda as exigências nutricionais de cada fase da criação. Daí a importância de se formular adequadamente essa dieta. Para isso deve-se conhecer:

- as exigências nutricionais das aves;

- as tabelas de composição química dos ingredientes;

- os fatores econômicos envolvidos.

 

 Entre os principais ingredientes a serem utilizados na fabricação de ração estão:

Fontes Energéticas: milho, sorgo, triguilho, triticale, quirera de arroz, farelo de trigo, óleo degomado de soja, gordura animal , raspa de mandioca, farelo de arroz;

Fontes Protéicas: farelo de soja, farelo de algodão, farelo de amendoim, farelo de girassol, farelo de glúten, levedura de álcool, farelo de canola, soja integral processada;

Fontes Minerais : calcário calcítico, farinha de ossos calcinada, fosfato bicálcico, sal comum, fosfato monoamônio.

Micronutrientes : mistura de minerais e vitaminas (premix).

 

Além dos ingredientes acima citados, a dieta deve ser complementada com sais minerais e vitaminas e, se necessário, com DL-Metionina, para atender as exigências das diferentes categorias de aves.

 

Lembra o professor Luiz Fernando, do Curso Criação de Frango e Galinha Caipiras, que alguns princípios e cuidados devem ser tomados na formulação da ração. A ração inicial, tanto para corte quanto para postura, deve ser fornecida de forma balanceada, pois este é o período que define o potencial produtivo do lote.

 

Da mesma forma, a maneira com que a ração é elaborada influencia no seu aproveitamento e conservação. Rações fareladas (forma original da ração) geram desperdícios e aumentam a ação dos contaminantes. Por outro lado, rações peletizadas (feitas com tratamento de vapor e compressão) alcançam o máximo de aproveitamento, proporcionando melhor desempenho para as aves.

 

O controle de insetos, roedores e pássaros é também muito importante. Deve-se ter um planejamento que evite a necessidade de armazenamento por longos períodos.

 

 Por Andréa Oliveira

 

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Manual sobre as Principais Raças de Galinha com fim Comercial

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

janio da mota silva

28 de set. de 2012

quero criar frango de corte como começar dicas por gentileza

Resposta do Portal Cursos CPT

12 de nov. de 2012

Olá Janio,

Agradecemos pela sua visita e comentário em nosso site.

Alguns de nossos conteúdos já desenvolvidos, servem como orientação para sua dúvida.

Basta clicar nos links e será redirecionado às matérias.

Criação de frango e galinha caipira

Criação de frango e galinha caipira: curiosidade

Conheça a permacultura na criação de frangos de corte e aves de postura

Em caso de maiores dúvidas, entre novamente em contato conosco.

Atenciosamente,

Natália Mayrink De Lazzari

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!