WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

A pirâmide alimentar pode ajudar sua dieta

Como escolher o tipo e a quantidade certa dos alimentos para manter uma vida saudável

 Seguir a pirâmide alimentar ajuda a manter uma dieta balanceada.

Uma dieta balanceada é essencial para quem quer manter a saúde. Seja para perder, manter ou ganhar peso. Deste modo, é preciso escolher corretamente o que colocar no prato e tudo na medida certa. Entender a pirâmide alimentar pode trazer benefícios sem fazer com que você se prive de alguma coisa. Ela serve como um guia para montar as refeições, e mostra quais alimentos devem ter prioridades.

A pirâmide é dividida em oito grupos, de acordo com as funções e características de cada alimento. Para colocá-la em prática, basta dar uma olhada na quantidade de calorias de cada alimento e calcular quanto é necessário para cada refeição. Aprenda como escolher e preparar os alimentos de maneira adequada no curso Alimentação Saudável, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Entenda cada grupo da pirâmide


Grupo 01: alimentos ricos em carboidratos, formam a base da pirâmide. São essenciais, pois fornecem energia para o organismo. O ideal, de acordo com a pirâmide, é consumir de cinco a nove porções de 150 calorias por dia.

Grupo 02: formado por legumes e verduras, fontes de vitaminas, fibras e sais minerais, além de outros nutrientes importantes para as funções vitais do organismo. Deve-se consumir de quatro a cinco porções por dia. Estes alimentos são pouco calóricos, por isso cada porção costuma ter apenas 15 calorias em média.

Grupo 03: o grupo das frutas. Assim como as verduras e os legumes, são fontes de fibras, sais minerais e vitaminas, e devem ser consumidas de preferência naturais. São necessárias de três a cinco porções ao dia, com 90 calorias cada.

Grupo 04: Este grupo é constituído pelo leite e seus derivados. São as principais fontes de cálcio, mineral essencial na formação dos ossos e dentes, nas contrações musculares e nas ações do sistema nervoso. Não se deve consumir mais do que três porções diárias com 120 calorias cada.

Grupo 05: grupo da carne vermelha, dos ovos e dos peixes. É preciso ingerir no máximo duas porções de 190 calorias cada por dia. Eles são chamados de construtores, porque participam da construção e manutenção dos tecidos, das enzimas, hormônios e os líquidos e secreções usadas nos mais diferentes sistemas do organismo.

Grupo 06: composto pelas leguminosas, como o feijão, a soja e a ervilha. Eles servem como substitutos dos carboidratos no fornecimento de energia e possuem proteínas específicas que combatem doenças. Recomenda-se uma porção diária com 55 calorias.

Grupo 07: os óleos e as gorduras são energéticos, e ocupam o último degrau da pirâmide. Também são importantes fontes das vitaminas K, E, D e A. Mas deve ser consumidos em pequena quantidade: uma ou duas porções de 73 calorias cada.

Grupo 08
: este grupo é composto por alimentos energéticos muito calóricos e sem muitos outros nutrientes. São os açucares e doces, que devem ser consumidos no máximo em duas porções diárias de 110 calorias.

Não importa qual a meta a ser alcançada, deve-se respeitar a quantidade mínima de alimentos de cada grupo a ser consumida. Na hora de escolher qual quantidade é ideal para você, é sempre importante consultar um médico e um nutricionista.

Por: Maria Clara Corsino.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!