Pimenta tem substância que alivia dores crônicas

Cientistas desenvolvem um novo analgésico, que agirá na origem da dor

 

A mesma substância que confere gosto picante às pimentas, alivia dores de cabeça e musculares, além de melhorar a digestão.

 

Uma equipe de pesquisadores da Universidade do Texas descobriu que uma substância semelhante à capsaicina, componente ativo das pimentas conhecidas internacionalmente como chili, é encontrada em lugares onde há dor no corpo humano. Bloquear a produção dessa substância pode aliviar a dor crônica.

A capsaicina é o ingrediente primário da pimenta malagueta, que causa a sensação de ardência. Isso acontece porque a substância reage com os receptores presentes nas células. Do mesmo modo, quando nos ferimos, o corpo libera substâncias semelhantes à capsaicina. São elas, por meio da ação dos receptores, as responsáveis pela dor.

Testes em laboratório, com ratos, mostraram que bloquear um dos genes dos receptores diminui a sensibilidade à capsaicina. Agora, os pesquisadores pretendem desenvolver medicamentos com esse princípio ativo.

O Dr. Kenneth Hargreaves, pesquisador da Universidade do Texas, afirma que “essa é uma descoberta importante para o entendimento do mecanismo da dor e para a elaboração de uma forma de tratá-la. Descobrimos uma família de moléculas endógenas semelhantes à capsaicina que são liberadas naturalmente quando há sensação de dor, e agora sabemos como bloquear esses mecanismos com uma nova classe de terapias que não causam dependência”.

Para a professora Roseane Mendonça de Figueiredo, no curso Produção e Processamento de Pimenta, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, “além de animarem qualquer prato, sabemos que as pimentas fazem bem à saúde. A mesma substância que confere gosto picante, além de aliviar dores de cabeça e musculares, melhora a digestão. Esses benefícios são encontrados nas pimentas do gênero capsicum (malagueta, dedo de moça, cumari), que representam a grande maioria das pimentas cultivadas no Brasil”.

O Dr. Hargreaves acredita que os medicamentos desenvolvidos a partir da substância presente na pimenta serão capazes de tratar diferentes tipos de dores crônicas, incluindo as relacionadas ao câncer e a doenças inflamatórias, como a artrite e a fibromialgia.

Cursos Relacionados

Curso Cultivo e Uso de Plantas Condimentares Curso Cultivo e Uso de Plantas Condimentares

Com Prof. Dr. Celso Trindade e Prof.ª Maria Luiza Sar...

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção e Processamento de Pimenta-do-Reino Curso Produção e Processamento de Pimenta-do-Reino

Com Prof. Barachisio Lisboa

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Como Produzir Picles, Pasta de Alho e Corantes Curso Como Produzir Picles, Pasta de Alho e Corantes

Com Prof.ª Maria da Graça Bragança

R$ 392,00 à vista ou em até 12x de R$ 32,67 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção e Processamento de Pimenta Curso Produção e Processamento de Pimenta

Com Prof.ª Roseane Mendonça de Figueiredo

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade