WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO

Exportações de aves no Paraná crescem 20,8% em 2011

Mais de US$ 2 bilhões foram vendidos no ano

 

 A exportação de frangos do Paraná cresceu bem mais do que a média nacional. Foto: Notícias do Campo.

O Paraná é um dos maiores exportadores de carne de frango do país e, em 2011, bateu novamente um recorde histórico. No ano passado, foram comercializados US$ 2,04 bilhões, o que significa 20,86% de crescimento em relação a 2010, quando a arrecadação com as vendas alcançaram o valor de US$ 1,69 bilhão. Estes dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e do Comércio Exterior (MDIC).

Segundo a Secex, o crescimento se deve principalmente ao aumento de 16,81% no preço médio da carne de frango entre 2010 e 2011. De um ano para o outro, o preço médio da tonelada passou de US$ 1.692,54 para US$ 1.977,17. Outro fator importante foi o câmbio favorável, que ajudou no saldo positivo da balança comercial.

A carne paranaense é vendida hoje para 130 países. As vendas chegaram a um volume total de 1,03 milhão de toneladas, um crescimento de 3,47% em relação a 2010. O resultado ficou acima da média nacional de 2,01% e de outros estados, como Santa Catarina (2,28%) e o Rio Grande do Sul (-4,71%).

O presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar), Domingos Martins, afirma que o Paraná é o estado que mais investe em tecnologias na avicultura no país. Para ele, a organização de cooperativas e de novas empresas também contribui para estes resultados e, em breve, chegarão à liderança nas exportações de frango do país, já que atualmente é o maior produtor.

No Brasil, como um todo, a produção de frango também foi bem significativa, de acordo com dados da União Brasileira de Avicultura (Ubabef). Foram produzidas 13,05 milhões de toneladas, o que deixou o país em terceiro lugar no mercado mundial do setor. Só o Paraná contribuiu com 23,52% da produção brasileira, no entanto, a maior parte da produção do estado abastece o mercado interno.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!