WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

Cogumelos shiitake tem valor gastronômico, nutricional e agroindustrial

Para o cultivo, o produtor deve adquirir o micélio de empresas idôneas, com respaldo técnico, e que possam demonstrar a qualidade do seu produto

Os rápidos avanços tecnológicos  propiciaram uma melhora na qualidade, a produtividade e o baixo custo de produção também instigam esse negócio.

Os rápidos avanços tecnológicos  propiciaram uma melhora na qualidade, a produtividade e o baixo custo de produção também instigam esse negócio.

Os cogumelos comestíveis, dentre eles o shiitake, sempre foram apreciados por seu valor gastronômico e nutricional. Entretanto, sua importância vem aumentando em função de um mercado em contínuo crescimento.

Os rápidos avanços tecnológicos  propiciaram uma melhora na qualidade, a produtividade e o baixo custo de produção também instigam esse negócio. Além disso, são ilimitadas as opções de espécies que podem ser cultivadas e utilizadas na alimentação, como nutracêuticos e até em fitoproteção, que induz resistência a fitopatógenos.

Apreciados em muitas dietas europeias e orientais, sua importância cresce pela possibilidade de reciclar economicamente certos resíduos agrícolas e agroindustriais. De acordo com o professor,  Augusto Ferreira da Eira, da Unesp, “esse aproveitamento,  considerando o elevado conteúdo proteico e potencial metabólico dos cogumelos, tem estimulado seu cultivo como alternativa para incrementar a oferta de proteínas para países em desenvolvimento e com alto índice de desnutrição”.

Eira,  que também é pesquisador da FUNGIBRAS, explica no curso Cultivo de Cogumelo Shiitake em Substratos, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, que o ciclo de vida do shiitake, em sua maior parte, é constituído pelo micélio vegetativo. “Nessa fase, tem aspecto de teia e fica digerindo, absorvendo e armazenando nutrientes. A fase seguinte é chamada de reprodutiva, quando frutifica, formando o cogumelo, que é a parte comercializada do fungo”, diz o professor.

Para a engenheira agrônoma Fernanda Silveira Bueno, consultora, especialista em produção de cogumelo e também coordenadora do curso do CPT, a importância do uso de uma semente de boa qualidade, muitas vezes, é pouco valorizada, apesar de ser um fator crítico na produção e no sucesso do cultivo do shiitake, pois é extremamente dependente da qualidade do micélio. “O micélio de shiitake, independente da linhagem, cresce melhor na faixa de 22 a 25°C, mas difere em outras importantes características, como taxa de crescimento, resistência a fungos competidores, tendência à frutificação, temperatura para frutificação, tamanho e formato do cogumelo”, comenta a engenheira.

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!