WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

A Garota no Trem (2016)

O filme apresenta resultado satisfatório, com personagens complexos, um trabalho competente de adaptação e com foco nos temas centrais de superação feminina

A Garota no Trem (2016)

Rachel (Emily Blunt), uma alcoólatra desempregada e deprimida, que sofre pelo seu divórcio recente. Todas as manhãs ela viaja de trem de Ashbury a Londres, fantasiando sobre a vida de um jovem casal que vigia pela janela. Certo dia ela testemunha uma cena chocante e mais tarde descobre que a mulher está desaparecida. Inquieta, Rachel recorre a polícia e se vê completamente envolvida no mistério.
 
Baseado no grande sucesso literário de Paula Hawkins, "A Garota no Trem" é um thriller que tenta prender o espectador pelo seu intrincado jogo narrativo. Com nuances de "Garota Exemplar", o filme funciona como suspense, mas revela no decorrer do longa uma grande força em outras questões.
 
No longa acompanhamos de forma não linear a história de três mulheres, Anna (Rebecca Ferguson), Megan (Haley Bennett) e Rachel (Emily Blunt), sendo esta última a narradora dos eventos retratados. Todas elas possuem uma conexão entre sim; Rachel é ex-mulher do marido de Anna, que tem Megan como babá de sua filha, com a última observada todos os dias por Rachel através do trem que passa em frente a sua casa. Apesar desta relação, o que conecta as personagens é um turbilhão de violência, de traumas e um profundo sentimento de não pertencimento, na qual todas se sentem alheias a este mundo. Até que Morgan desaparece e de alguma forma Rachel e Anna estão envolvidas com este fato.

Para os fãs do livro, uma boa notícia é que o filme, conserva os pontos fortes e fracos da obra. As personagens femininas são bem construídas e nunca julgadas por suas atitudes. O elenco efetua um bom trabalho, sobretudo no lado feminino. Blunt, empenhando-se em uma composição bastante dramática, transmite as nuances de uma mulher alcoólatra que encontra no suposto crime uma nova motivação em sua vida. Ferguson, também consegue passar da esposa modelo a uma mulher multifacetada ao longo da trama, e Bennett, ainda pouco valorizada em Hollywood, entrega uma atuação impecável, combinando o olhar duro, vazio, com o imperativo de sedução. É uma pena que Justin Theroux e Luke Evans tenham sido tão mal escolhidos para seus papéis. O que os produtores podem ter visto nestes fracos atores para interpretar figuras essenciais à história?
 
A Garota no Trem é um filme de resultado satisfatório, com personagens complexos, um trabalho competente de adaptação e o foco nos temas centrais de superação feminina contras as pressões da maternidade.
 
Lançamento: Out/2016.
 
Gênero: Suspense.
 
Nacionalidade: EUA.
 
Direção: Tate Taylor.
 
Produtor: Marc Platt (II)
 
Roteiro: Erin Cressida Wilson.
 
Elenco: Emily Blunt, Rebecca Ferguson, Haley Bennett, Justin Theroux, Luke Evans, Allison Janney, Édgar Ramírez, Lisa Kudrow.
 
Por Ana Carolina dos Santos.
 
Fontes: Adoro Cinema, Plano Crítico, Observatório do Cinema.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!