WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

Vai trabalhar em estábulo? Aprenda a higienizar a ordenhadeira mecânica

Vai trabalhar em estábulo, mais precisamente com a retirada de leite, e precisará higienizar a ordenhadeira mecânica? Saiba, então, que a soda é uma grande alidada ao seu trabalho

Vai trabalhar em estábulo? Aprenda a higienizar a ordenhadeira mecânica   Artigos Cursos CPT

 

Vai trabalhar em estábulo, mais precisamente com a retirada de leite, e precisará higienizar a ordenhadeira mecânica? Saiba, então, que a soda é uma grande alidada ao seu trabalho. “O uso da soda, além de aumentar o período de durabilidade das borrachas, exerce também ação de limpeza a menor custo, reduzindo a frequência da mastite”, afirma Prof. Juliano Gomide Souza, do Curso CPT Instalação de Queijaria e Controle de Qualidade.

Os melhores resultados são obtidos imergindo-se todas as suas partes de borracha na solução de soda. Inclusive, as teteiras podem ser mantidas, quando fora de operação, mergulhadas nessa solução.

I- A soda


A soda solubiliza as proteínas, saponifica as gorduras, remove sais minerais e destrói os microrganismos, inclusive os causadores da mamite, reduzindo a frequência dessa infecção. A soda, além de limpar o equipamento, torna a borracha mais macia, reduzindo as injúrias causadas à teta do animal. As teteiras, para se ter ideia, têm o seu período de vida útil aumentado consideravelmente, reduzindo o custo da ordenha, favorecendo o produtor em diversos aspectos, já que o cloro e os detergentes à base de cloro aumentam os custos de produção, ao destruir a borracha.

O maior cuidado que se deve ter com o uso da soda é o enxágue, que deve ser bem feito para não deixar resíduos, que podem prejudicar o leite. Após realização do enxágue deve tomar uma amostra da água de enxágue e proceder um teste com indicador fenolftaleína para comprovação de sua eficiência.

- Atenção especial à linha de vácuo

Outro componente do sistema de ordenha é a linha de vácuo, que geralmente tem sua higienização negligenciada. A linha de vácuo deve ser higienizada, semanalmente, ou logo após a sucção do excesso de leite do latão (balde-ao-pé), ou por defeito da válvula da tampa do latão, a fim de evitar que ela constitua outro ponto de contaminação.

O volume da solução de soda, usada, nessa higienização, deve ser inferior aos volumes da linha de vácuo e do separador de sujidades sólidas. Deve-se cuidar para não inundar a linha de vácuo a ponto de transbordar para dentro da bomba do equipamento, danificando-o. Deixar a solução de soda agir por meia hora e, em seguida, enxaguar, secando o sistema por meio do vácuo.

O nível de óleo do compressor deve ser mantido dentro dos limites recomendados pelo fabricante, observando sempre a viscosidade e as sujidades do mesmo. O separador de sólidos da linha de vácuo deve ser higienizado para remoção da sujidade, principalmente com o acúmulo do leite desidratado que pode chegar a danificar sua bomba.

A linha de vácuo deve apresentar uma declividade de aproximadamente 1%. Há casos em que se observa odor desagradável, e até a presença de larvas de moscas no interior da tubulação. Isso demonstra que a negligência ou falta de higiene comprometem a qualidade do produto final. Deixar qualquer resíduo de água no equipamento constitui a diferença entre o leite bom e o ruim.

II- A água


A qualidade da água é também de grande importância para a produção higiênica do leite. É recomendada a cloração da água a ser usada como enxágue antes de sua entrada no reservatório, para eliminação das bactérias. Essas bactérias são, em sua maioria, psicrotróficas (proteolíticas e lipolíticas), que causam problemas no leite mantido sob refrigeração. Portanto, a água usada no enxágue de utensílios, na fazenda, pode constituir-se em fonte adicional de contaminação, caso não seja devidamente tratada.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Dica para um leite de qualidade? Mantenha a vaca sadia!
- Sabe quem mais contamina o leite? O ordenhador. Saiba como!

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Laticínios.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!