WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Leite de vaca ou leite de cabra: qual o melhor para fabricar sorvete?

O leite de cabra é uma excelente alternativa para a produção de produtos lácteos, podendo ser enumeradas muitas características a seu favor quando comparado ao leite de vaca

Leite de vaca ou leite de cabra: qual o melhor para fabricar sorvete?   Artigos Cursos CPT
 

De acordo com pesquisas feitas pela Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA), da Universidade de São Paulo (USP), pode-se considerar como características favoráveis à fabricação de sorvete com leite de cabra:

- A a-S1-caseína, considerada a principal causadora de alergias ao leite de vaca, tem um teor muito reduzido no leite de cabra.
- Por ser antialérgico, ele é digerido mais facilmente, e alguns autores apontam um nível ligeiramente maior de vitaminas A, B1, B12, C e D.
- O nível de incorporação de ar (overrun), que determina a maciez do sorvete, também não varia com a mudança de matéria-prima.
- Visualmente, percebe-se que o sorvete de leite de cabra é mais macio.
- Imaginava-se que o leite de cabra pudesse apresentar traços de contaminação, durante o longo período de maturação dos ingredientes usados no sorvete, por ter menor acidez que o de vaca, mas nada foi encontrado.
- O sorvete pode ser indicado a todas as pessoas que manifestem reações alérgicas ao leite de vaca, como cólicas, vômitos e manchas de pele. Ele só não é recomendado para quem possui alergia à lactose, pois os teores são semelhantes aos do leite bovino.
- Com base nas formulações empregadas, se houver escala de produção do leite de cabra, o preço poderá ser semelhante ao do sorvete comum.

O leite de cabra é uma excelente alternativa para a produção de inúmeros produtos lácteos. “Pessoas alérgicas ao leite de vaca, crianças e idosos, bem como grupos religiosos, consomem normalmente o leite da cabra em pó ou em natura. No leite de cabra, o teor reduzido da caseína favorece a formação de coágulos finos e suaves, o que facilita o processo digestivo. Os teores de gorduras e lactose são quase idênticos, porém, no leite de cabra há mais glóbulos de gordura de diâmetros menor, o que permite que sejam dispersos com mais facilidade no processo digestivo. Há, também, mais ácidos graxos de cadeia curta média, o que facilita a ação enzimática. Por essas razões, o leite caprino é melhor e mais facilmente digerido pelo organismo humano”, afirma Paulo Roberto Celles Cordeiro, professor do Curso a Distância Industrialização do Leite de Cabra, em Livro+DVD e Curso Online.

Dubeuf (2005) afirma que derivados lácteos de cabra podem ser produzidos com qualidade e baixo custo desde que sejam incentivadas e pesquisadas novas alternativas para os mercados locais, nacionais e internacionais.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Formação Profissional em Laticínios.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!