Leite de vaca ou leite de cabra: qual o melhor para fabricar sorvete?

O leite de cabra é uma excelente alternativa para a produção de produtos lácteos, podendo ser enumeradas muitas características a seu favor quando comparado ao leite de vaca

Leite de vaca ou leite de cabra: qual o melhor para fabricar sorvete?   Artigos Cursos CPT
 

De acordo com pesquisas feitas pela Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA), da Universidade de São Paulo (USP), pode-se considerar como características favoráveis à fabricação de sorvete com leite de cabra:

- A a-S1-caseína, considerada a principal causadora de alergias ao leite de vaca, tem um teor muito reduzido no leite de cabra.
- Por ser antialérgico, ele é digerido mais facilmente, e alguns autores apontam um nível ligeiramente maior de vitaminas A, B1, B12, C e D.
- O nível de incorporação de ar (overrun), que determina a maciez do sorvete, também não varia com a mudança de matéria-prima.
- Visualmente, percebe-se que o sorvete de leite de cabra é mais macio.
- Imaginava-se que o leite de cabra pudesse apresentar traços de contaminação, durante o longo período de maturação dos ingredientes usados no sorvete, por ter menor acidez que o de vaca, mas nada foi encontrado.
- O sorvete pode ser indicado a todas as pessoas que manifestem reações alérgicas ao leite de vaca, como cólicas, vômitos e manchas de pele. Ele só não é recomendado para quem possui alergia à lactose, pois os teores são semelhantes aos do leite bovino.
- Com base nas formulações empregadas, se houver escala de produção do leite de cabra, o preço poderá ser semelhante ao do sorvete comum.

O leite de cabra é uma excelente alternativa para a produção de inúmeros produtos lácteos. “Pessoas alérgicas ao leite de vaca, crianças e idosos, bem como grupos religiosos, consomem normalmente o leite da cabra em pó ou em natura. No leite de cabra, o teor reduzido da caseína favorece a formação de coágulos finos e suaves, o que facilita o processo digestivo. Os teores de gorduras e lactose são quase idênticos, porém, no leite de cabra há mais glóbulos de gordura de diâmetros menor, o que permite que sejam dispersos com mais facilidade no processo digestivo. Há, também, mais ácidos graxos de cadeia curta média, o que facilita a ação enzimática. Por essas razões, o leite caprino é melhor e mais facilmente digerido pelo organismo humano”, afirma Paulo Roberto Celles Cordeiro, professor do Curso a Distância Industrialização do Leite de Cabra, em Livro+DVD e Curso Online.

Dubeuf (2005) afirma que derivados lácteos de cabra podem ser produzidos com qualidade e baixo custo desde que sejam incentivadas e pesquisadas novas alternativas para os mercados locais, nacionais e internacionais.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Formação Profissional em Laticínios.
Por Silvana Teixeira.

Cursos Relacionados

Curso Produção de Queijos de Leite de Cabra Curso Produção de Queijos de Leite de Cabra

Com Prof. André de Almeida e Prof. Paulo Roberto

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Industrialização de Leite de Cabra Curso Industrialização de Leite de Cabra

Com Prof. Paulo Roberto

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Higienização na Indústria de Alimentos Curso Higienização na Indústria de Alimentos

Com Prof.ª Claudia Lúcia de Oliveira e Prof. Dr. N...

R$ 470,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Laticínios

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade