WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Dia do Cliente

Horta caseira - 7 técnicas para o preparo dos canteiros

O preparo dos canteiros objetiva colocar o local da horta em condições de ser cultivado, bem como obter sucesso na produção

Existem algumas hortaliças que são produzidas satisfatoriamente durante o ano todo, como a couve e a alface

Existem algumas hortaliças que são produzidas satisfatoriamente durante o ano todo, como a couve e a alface

Existem hortaliças que são originárias de clima quente (clima tropical), outras espécies são originárias de clima frio (regiões temperadas). Isso levou essas plantas a terem adaptações climáticas diferenciadas. Como resultado disso, encontra-se, em diferentes épocas do ano, facilidade maior ou menor para a produção dessas espécies de hortaliças, de acordo com a sua origem. No entanto, existem algumas hortaliças que são produzidas satisfatoriamente durante o ano todo.

Influência do clima sobre as hortaliças

- Hortaliças de clima ameno/frio: couve-flor de inverno, rabanete, alface, almeirão, chicória, rúcula, cenoura de inverno, beterraba, brócolis, ervilha, morango, couve- chinesa (acelga), cebola, cebolinha, salsa, alho, nabo, couve-manteiga, entre outras;
- Hortaliças de clima quente: coentro, couve-flor de verão, brócolis de verão, cenoura de verão, berinjela, jiló, pimenta, pimentão, abobrinha, feijão vagem, pepino, abóbora, moranga, maxixe, melancia, melão, batata-doce, chuchu, quiabo, entre outras.

A produção de hortaliças fora de época pode ser feita, basicamente, de duas maneiras:

- da utilização de variedades adaptadas por meio do melhoramento genético para aquela determinada época. Isso possibilita que tenhamos aquela hortaliça o ano todo;
- da utilização de artifícios que minimizam o efeito climático negativo sobre uma determinada hortaliça. Entre os artifícios mais comuns, podemos destacar: o uso de túnel baixo ou túnel alto e as estufas. Essas estruturas permitem um certo controle ambiental de temperatura e umidade, fornecendo as condições mínimas exigidas pela espécie. No entanto, isso não é garantia de que a hortaliça tenha uma qualidade idêntica, quando ela é produzida tendo suas necessidades climáticas da região de origem satisfeitas, pois ela sempre estará em uma condição desvantajosa.

Local para a instalação da horta

“A escolha do local onde será instalada a horta, na maioria das vezes, é limitada em função da disponibilidade do terreno. No entanto, é recomendável, na medida do possível, que este apresente certos requisitos para o sucesso da produção de horaliças em uma horta caseira”, afirma o professor João Tessarioli Neto, do curso Horta Caseira – Implantação e Cultivo, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

- Local ensolarado: as hortaliças são plantas de crescimento rápido, por isso mesmo necessitam de muita luz para crescerem sadias. De modo geral, 8 a 10 horas de luz é o ideal;
- Local próximo à água: água de qualidade e em quantidade suficiente é muito importante para a horta, pois, para o crescimento rápido, as hortaliças necessitam de muita água. A qualidade é essencial (potável, sem contaminação) dado ao fato de várias hortaliças serem consumidas cruas;
- Local bem drenado: terrenos encharcados não possibilitam que as raízes das hortaliças respirem, pois a quantidade de ar disponível é insuficiente, o que pode atrasar o crescimento das plantas ou mesmo favorecer o aparecimento de doenças nas raízes;
- Local protegido de ventos: o vento aumenta o consumo de água pelas plantas e pode vir a estragar folhas e frutos. Mesmo as plantas que são adaptadas à época fria não aceitam os ventos fortes e frios. Caso, no local, não possua uma barreira natural contra o vento, faz-se necessário a introdução de quebra-ventos, que podem ser produzidos por meio do plantio de várias plantas arbustivas;
- Local cercado: os animais domésticos, principalmente cães e galinhas, adoram o local da horta, pois ali existe terra fresca e macia para cavar, enterrar ossos e ciscar. Portanto, a horta deve ser bem cercada para evitar a entrada desses animais.

Hortaliças a serem cultivadas

A produção das espécies vai depender das condições locais, por isso, o ideal é que se faça uma experiência e se cultive as hortaliças interessantes para o consumo, pois somente plantando e acompanhando seu crescimento que se poderá com mais chance de exatidão dizer se determinada hortaliça adapta-se ou não a determinado local.

As espécies de hortaliças a serem cultivadas dependem de uma série de fatores. São eles:

- tamanho da área;
- localização da área e de suas características;
- disponibilidade de tempo;
- disponibilidade de recursos diversos (água, tipo de solo, financeiro, entre outros).
- preferência: hortaliça mais rústica;
- plantio em época mais adequada e favorável à planta;
- menores exigências culturais.

O preparo dos canteiros objetiva colocar o local da horta em condições de ser cultivado

O preparo dos canteiros objetiva colocar o local da horta em condições de ser cultivado

Preparação dos canteiros

O preparo dos canteiros para o cultivo das hortaliças objetiva colocar o local da horta em condições de ser cultivado. Ele consiste em:

1. Limpeza: capinar o mato, catar pedras, cacos de telhas, tijolos, vidros, restos de madeira. Enfim, tirar todo o entulho do terreno;
2. Drenagem: canais para escoamento da água;
3. Dimensionamento (comprimento, largura, altura): o dimensionamento deve ser feito de maneira a aproveitar melhor o terreno. Os canteiros situados à beira da cerca devem ter meio metro de largura e os do meio da horta, um metro de largura. Estas dimensões são importantes para que se possa ter acesso a todo o canteiro. O comprimento pode ser variável, de acordo com o terreno, tendo apenas cuidado com o seu nivelamento. Entre dois canteiros, deve-se deixar um corredor de 40 cm a 50 cm de largura para a circulação das pessoas que trabalham na horta;
4. Marcação dos canteiros: eles são marcados com estacas de bambu fincadas nos cantos do canteiro, esticando barbante entre as estacas;
5. Cercadura: a cercadura é necessária para segurar a terra e a manter mais alta do que o nível natural do terreno, pois com a feitura do canteiro o volume de terra aumenta. Além disso, a irrigação do canteiro pode causar erosão nas beiradas, diminuindo a área útil a ser plantada. A cercadura pode ser feita com a própria terra ou com tábuas, tijolos, madeira roliça ou outro material qualquer que a cumpra a função de segurar a terra;
6. Preparo da terra: os canteiros devem ser cavados até a profundidade de 15cm a 20cm, quebrados os torrões e catadas as pedras, raízes, cacos de telhas, entre outros. Em terrenos com muita grama, tiririca, trevo, entre outras ervas daninhas, deve-se repetir este trabalho uma semana depois, antes do plantio;
7. Adubação e Incorporação: como já visto, as hortaliças são plantas de crescimento rápido, cultivadas intensamente e produzem grande quantidade de alimentos por metro quadrado de canteiro, consequentemente retiram do solo muitos nutrientes, tais como nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K). Devido a este fato é muito importante ter no solo o que as plantas necessitam, por isso, a adubação é fundamental. O fósforo é importante na formação das raízes, ajudando no pegamento das mudas. Influi também na formação das flores, dos frutos e das sementes, ajuda a formação de talos e ramos fortes e grossos. Já o potássio tem muita influência na qualidade das hortaliças; os frutos ficam mais carnudos, mais resistentes às doenças e mais firmes nos galhos. Quanto ao nitrogênio, este aumenta o tamanho e o brilho das folhas, favorecendo o crescimento geral das hortaliças.

A adubação pode ser feita de dois tipos básicos: orgânica e mineral. A adubação orgânica pode ser feita com esterco curtido. O recomendado é colocar de 15 a 20 litros de esterco de curral ou 5 litros de esterco de galinha por metro quadrado de canteiro. O esterco deve ser bem incorporado à terra. É conveniente que esta adubação seja feita de 25 a 30 dias antes do plantio, pois se o esterco não estiver bem curtido ele continuará o processo de fermentação, o que causa seu aquecimento, e poderá matar plantas que estiverem em contato com ele. A adubação orgânica é extremamente importante para o solo, pois além de fornecer nutrientes as plantas, ela também favorece a penetração da água e do ar na terra e facilita a vida dos animais e plantas que vivem no solo e o tornam vivo. Já a adubação química ou mineral pode ser feita, colocando-se 200 gramas de superfosfato simples e 40 gramas de cloreto de potássio por metro quadrado de canteiro. Da mesma forma, é importante a sua incorporação no solo. Uma alternativa é, em vez de colocar adubos simples, colocar 250 gramas de adubo químico da fórmula 4-14-8.

Confira mais informações, acessando os cursos da área Horticultura.

Por Andréa Oliveira

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

ALESSANDRA ROJEK

24 de ago de 2019

Olá, bom dia! Quero fazer uma pequena hortinha em casa, tenho 3 caixas de amianto, são de 50 litros cada, elas era usadas antigamente como se fossem caixa de descarga, tem espessura de 8mm, estão pintadas internamente com um tinta própria, como devo proceder corretamente para fazer, tipo: pedra, terra, adubo....grata!

Resposta do Portal Cursos CPT

27 de ago de 2019

Olá Alessandra Rojek,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Você poderá utilizar a pedra brita, uma pequena camada de areia, e uma mistura de terra com adubo. Se colocar uma camada de terra e outra de adubo, pode ocorrer danos à semente ou sistema radicular da planta.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Maria Celina Monteiro Amaral

21 de ago de 2019

Gostaria de receber como fazer uma horta, e as hortaliças que posso plantar no verão, pois moro no Pará.

Resposta do Portal Cursos CPT

26 de ago de 2019

Olá Maria Celina Monteiro Amaral,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Em breve, uma das nossas consultoras entrará em contato com informações e esclarecimentos sobre os cursos que serão fundamentais para o seu sucesso com o plantio de hortaliças.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Nina Gomes

3 de ago de 2019

Olá, boa noite! Tenho uma hortelã que está morrendo (acabei podando por medo de espalhar para as outras plantas), e agora notei que existem várias bolinhas pretas em volta dele, na bancada onde se encontrava. Vocês podem me ajudar? Como controlo isso e como previno a infestação? Obrigada!

Resposta do Portal Cursos CPT

5 de ago de 2019

Olá Nina Gomes,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Você poderá realizar o controle através da pulverização de uma mistura com água + detergente, esta mistura resulta na morte desses insetos. A pulverização deverá ser feito na hortelã e demais plantas.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Alexandre Augusto

24 de jun de 2019

Boa tarde, Estou projetando uma horta, porém, suspensa. Gostaria de saber como proceder na formação dos canteiros.

Resposta do Portal Cursos CPT

25 de jun de 2019

Olá Alexandre Augusto,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para a construção dos canteiros, você poderá utilizar madeira, construção em alvenaria, ou plásticos.

Caso opte por canteiros com maior durabilidade, o ideal é optar pela construção toda em alvenaria. Caso queira reduzir um pouco mais do custo, faça a base em alvenaria e as laterais em madeira ou plástico rígido. A altura da base deverá ser de aproximadamente 80 centímetros, e as laterais, com 30 centimetros, totalizando 1,10 metros de altura. Já a largura dos canteiros, deverá ter algo próximo a 1,40 metros e o comprimento, dependerá da sua área.

Em relação ao substrato utilizado no plantio, você poderá optar pelos comerciais, ou então, fazer o seu próprio substrato, misturando terra, areia, matéria orgânica e mais algum tipo de material, tipo casca de arroz ou fibra de coco.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

 

Francisca Vieira do NascimentoFran isca

30 de out de 2018

Fazer uma pequena horta caseira

Resposta do Portal Cursos CPT

30 de out de 2018

Olá Francisca,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Paulo Vittorazze

27 de set de 2018

Prezados Srs(as). Bom dia. Estou aposentado e desejo iniciar o plantio em casa de 4 tipos de manjericão para fornecer para as pizzarias. Já comprei as sementes e iniciei a germinação das mesmas na data 09/09/18 em bandejas. As mudas estão com 4 cm de altura, pretendo transplantá-las para copos de plástico de 20 cm de altura e diâmetro de 10 cm. O substrato que estou utilizando nas bandejas contém: fibra de coco, casca de arroz carbonizada, turfa e vermiculita. Pergunto, posso usar este mesmo substrato para cultivo das plantas? Qual o adubo que devo utilizar para crescimento das plantas, o líquido ou o em pó? Qual a formulação do adubo? Qual a quantidade que devo colocar em cada copo de plástico caso você indique o adubo em pó. Obrigado pela atenção.

Resposta do Portal Cursos CPT

27 de set de 2018

Olá Paulo,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Sugerimos que consulte uma casa agricola, para auxiliar na escolha do adubo e quantidade a ser utilizada.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Emidio Costa de Araújo

19 de ago de 2018

Gostaria de receber informação do percentual de esterco de curral e solo arenoso na construção de uma horta caseira para plantio de coentro, alface, cebolinha e outros.

Resposta do Portal Cursos CPT

20 de ago de 2018

Olá Emidio,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

O recomendado é colocar de 15 a 20 litros de esterco de curral ou 5 litros de esterco de galinha por metro quadrado de canteiro. O esterco deve ser bem incorporado à terra. É conveniente que esta adubação seja feita de 25 a 30 dias antes do plantio, pois se o esterco não estiver bem curtido ele continuará o processo de fermentação, o que causa seu aquecimento, e poderá matar plantas que estiverem em contato com ele.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

ewerton mauricio

15 de jul de 2018

Gostaria de saber o seguinte no momento em que eu vou preparar a adubação do canteiro eu devo incorporar ao solo o adubo orgânico misturado com o químico, ou um vai primeiro e o outro vai depois. como devo fazer?

Resposta do Portal Cursos CPT

16 de jul de 2018

Olá Ewerton,

Se você produz adubo orgânico, você pode usar somente ele. Mas você pode usar o químico também, você prepara o canteiro misturando os dois, porém, o adubo químico tem que ser um rico e fósforo, tipo NPK 04-14-08.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Clebsonluislopes

6 de jun de 2018

Vou montar um projeto de uma horta afim de conseguir uma renda.

Resposta do Portal Cursos CPT

19 de jun de 2018

Bom dia Clebson,

Temos  o Curso de Horta Caseira que poderá te auxiliar, para informações nossas consultoras entraram em contato.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Gladson Reis

2 de jan de 2018

Gostaria de saber se é preciso uma profundidade no terreno para plantio de uma hora caseira, pois eu gostaria de criar uma vertical e preciso saber qual a profundidade ideal. Obrigado

Resposta do Portal Cursos CPT

5 de jan de 2018

Olá Gladson Reis,

Geralmente utiliza-se recipiente que tem aproximadamente 10 cm de profundidade, para que seja possível colocar uma boa quantidade de substrato para sustentar e nutrir a planta, além de possibilitar um bom desenvolvimento das mesmas.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!