WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

O diagnóstico precoce do Transtorno do Déficit de Atenção ajuda a criança a vencer obstáculos

O distúrbio interfere na vida escolar, profissional e pessoal

 

O TDA/H é caracterizado por um conjunto de fatores relacionados
com desatenção, hiperatividade e impulsividade.

 

O TDA/H - Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade, é um distúrbio, habitualmente, de longa duração. Aparece bem cedo para a maioria das pessoas, logo na primeira infância e, frequentemente, se estende até a idade adulta. É caracterizado por um conjunto de fatores relacionados com desatenção, hiperatividade e impulsividade, que resultam em problemas no desenvolvimento e dificuldades na vida cotidiana.
 
Atualmente, emprega-se os termos predominantemente desatento, predominantemente hiperativo – impulsivo e combinado, para descrever as três formas de TDA/H. Costuma-se falar, de modo informal, em “hiperatividade”, “criança hiperativa”, mas é bom deixar bem claro que  o aumento da atividade motora nem sempre está presente no TDA/H. Existem casos de crianças exclusivamente desatentas, desconcentradas, aquelas que vivem no mundo da lua, perdidas nos próprios pensamentos, e que não são muito inquietas, algumas até quietas demais, que sofrem do distúrbio.

O TDA/H é um distúrbio bio-psicossocial, isto é, parece haver fortes fatores genéticos, biológicos, sociais e vivenciais que contribuem para a intensidade dos problemas experimentados. Diversos estudos tem demonstrado que esse transtorno ocorre em cerca de 5% da população durante toda a  vida. A identificação o quanto antes, e o tratamento apropriado, podem diminuir consideravelmente  os conflitos familiares, escolares, comportamentais e psicológicos vividos pelas pessoas com o distúrbio. Assim, um grande número dos problemas, como repetência escolar e abandono dos estudos, depressão, distúrbios de comportamento, problemas vocacionais e de relacionamento, podem ser adequadamente tratados ou, até mesmo, evitados.

 

Existem casos de crianças exclusivamente desatentas, desconcentradas, aquelas que vivem no mundo da lua, perdidas nos próprios pensamentos, que sofrem do distúrbio.

 

Com o objetivo de mostrar aos educadores infantis, que têm um papel fundamental no diagnóstico, como identificar um aluno com esse transtorno e quais passos devem ser seguidos para incluir o aluno na escola convencional e encaminhá-lo ao diagnóstico e ao tratamento, o CPT – Centro de Produções Técnicas, elaborou o curso “A criança e o TDA/H” no qual você vai receber informações do doutor Paulo Mattos, psiquiatra, professor adjunto da UFRJ, autoridade em TDA/H; do doutor Sérgio Bourbon, psiquiatra; e da professora Luciana Fiel, especializada em educação infantil.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On Line de Viçosa, filiada e mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Crianças com TDA/H estão fadadas ao insucesso escolar, a dificuldades emocionais e a um desempenho significativamente negativo como adultos quando comparadas a seus colegas. No entanto, com o conhecimento e compreensão das pessoas em relação aos problemas que o distúrbio pode causar sobre os portadores e suas famílias, associados à identificação precoce, seguida de tratamento adequado, essas crianças podem vencer os obstáculos, possibilitando às mesmas um futuro mais promissor.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Irene Ricardo guambe

11 de jul. de 2015

Gostei muito das dicas que aprendi aqui, sou mãe de uma criança com 8 anos desde os seus 3 anos sempre foi irrequieto, desatento, a caminho da escola mesmo depois de um pequeno almoço era possível chegar na escola e usar o seu lanche durante as aulas, agita todas crianças, levanta de um lugar para o outro, aprendi as coisas e facilmente esquece de tudo, é distraído, desorganizado,pouco empenho nas actividades escolares, estou desesperada, mas gostei de todas as dicas

Resposta do Portal Cursos CPT

13 de jul. de 2015

Olá, Irene!

Ficamos felizes que o nosso artigo tenha lhe ajudado.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

ROSANE VIANA DA MATA

6 de jun. de 2013

Essa matéria está sendo muito importante para mim, pois tenho um aluno de 3 anos apresentando todos os sintomas do TDA/H. Já conversei com os pais a respeito das inquietudes da criança, do relacionamento com os coleguinhas quero dizer todos os comportamentos dessa mesma, porem, inteligentíssimo. Estou acompanhando essa criança desde 11/03/2013, essa mesma criança completou seus 3 anos em 24/03/2013. Aprende todos os assuntos com maior facilidade, só que é inquieto, do nada ele machuca os coleguinhas, sai correndo da sala empurrando todas as crianças, não sabe esperar a sua vez, tudo dele tem que ser primeiro. Gostei dessa matéria, pois esclarece várias interrogações.

Resposta do Portal Cursos CPT

7 de jun. de 2013

Olá, Rosane!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações sobre o TDA/H o CPT - Centro de Produções Técnicas possui o curso Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade que poderá lhe auxiliar.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!