WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Confeitaria: como fazer uma calda de açúcar

A calda de açúcar é um princípio básico para confeitar doces

O pudim é uma sobremesa maravilhosa que tem calda de açúcar por cima

Os pudins são doces que levam calda de açúcar em sua cobertura

Introdução

A arte da confeitaria no Brasil teve início há muitos séculos e foi se aperfeiçoando até chegar a nossos dias. O consumo de doces no país foi impulsionado pelo grande gosto dos portugueses por eles. Com a introdução de outros povos no Brasil, a confeitaria foi sendo modificada por hábitos e tradições diferentes e se tornando o que temos hoje.

“Mais tarde, com o processo de industrialização, novos produtos, alimentícios e maquinários, permitiram que a nossa confeitaria desse mais um passo para chegar ao que é hoje, permitindo-nos consumir um delicioso doce, em diferentes locais, como em um requintado restaurante, lanchonete e até em uma padaria”, afirma a professora Marina Queiroz, do curso Profissional de Confeitaria, elabora pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Assim, o comércio de doces tornou-se um mercado de grande rentabilidade no setor alimentício. E quanto melhor a aparência, maior o desejo pelo consumo.

Utensílios de grande utilidade nas confeitarias

1) Recipientes de vidro refratário;
2) Assadeiras de fundo móvel;
3) Raspador;
4) Freezer;
5) Formas para Savarin;
6) Formas para bombons;
7) Formas para pudins;
8) Formas para marquise;
9) Aros;
10) Espátula de lâmina longa;
11) Sorveteira.

As bases principais da confeitaria

As principais bases para confeitar são: calda de açúcar; merengue francês; merengue italiano; creme chantilly; creme inglês; e creme de chocolate.

Aprenda a fazer a calda de açúcar

Ingredientes

- Açúcar refinado (500g);
- Água (500g).

Modo de  preparo

1) Em uma panela, coloque a água e o açúcar;
2) Mexa bem, antes de levar ao fogo, até dissolver todo o açúcar;
3) Depois, leve a panela ao fogo médio e não mexa mais a calda;
4) Utilize um pincel para retirar os respingos, que se formam na lateral
da panela;
5) Deixe a calda aquecendo até obter o ponto desejado.

Advertência

A calda de açúcar deve ser misturada antes de ser levada ao forno.


Estágios da calda

    
1) Calda fina: 250g de açúcar para 500 ml de água. Usada para salada de frutas e
frutas cozidas;
2) Calda média: 250g de açúcar para 250 ml de água. Usada para frutas carameladas;
3) Calda grossa: 250g de açúcar para 225 ml de água.


Por Natália Mayrink De Lazzari

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!