WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO

Tecnologias aumentam safra de mamão em Minas

Uso crescente da irrigação aumenta a colheita, principalmente no norte do estado

 

 Mamão é produzido para o consumo de mesa e a fabricação de sucos e doces. Foto: reprodução.

As lavouras de mamão em Minas Gerais têm apresentado bons resultados na colheita. Para 2012, a expectativa é de que a safra seja ainda melhor do que a do ano passado, que já havia superado em 50% a de 2010. A projeção foi feita pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para a Seapa, os bons resultados derivam do maior uso de tecnologias pelos produtores, como a irrigação. O subsecretário de Agricultura Familiar, Edmar Gadelha, destacou que a irrigação é muito importante, principalmente, nesta época do ano, na qual ocorre uma estiagem prolongada. Ele destacou o importante desempenho da agricultura familiar, que tem evoluído junto com a agroindústria.

A região norte do estado é a principal produtora de mamão, com cerca de 34 mil toneladas, do total de 45 mil colhidas no ano passado. A maior parte da produção é comercializada para o consumo de mesa, mas boa parte também é vendida para indústrias que produzem doces e sucos processados.

Só em Pirapora, existem 22 hectares plantados com o mamão formosa. Nas grandes propriedades do município, o extensionista da Emater-MG, Edjan Eustáquio Guerra, afirmou que é possível chegar a uma produtividade de 100 toneladas por hectare ao ano e os agricultores familiares conseguem até 60 toneladas por hectare.

As frutas produzidas em Pirapora abastecem principalmente os entrepostos da Ceasa Minas, em Contagem, Uberlândia e Patos de Minas. Segundo a Ceasa de Uberlândia, de janeiro a setembro deste ano, já foram vendidas no local 263,5 toneladas vindas apenas do município norte-mineiro, cerca de 60% a mais do que o registrado no mesmo período do ano passado.

Por: Maria Clara Corsino.

Fonte: Seapa.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!