WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Ordenha mecânica reduz os custos, aumenta a produção e eleva a qualidade

Trabalhar com ordenha mecânica atende às exigências legais, garantido um leite sem contaminação aos consumidores

 

É importante que a ordenha seja realizada em um ambiente calmo e confortável.

 

A ordenha mecânica trabalha com o principal maquinário existente em um sistema de produção de leite. A ordenhadeira é uma ferramenta que ajuda os produtores a reduzir custos, aumentar a produção e atender às exigências legais e de mercado por qualidade.  

Para que a atividade seja bem conduzida, é preciso ter cuidados higiênicos. É importante que o trabalho seja realizado em um ambiente calmo e confortável,  para favorecer ao máximo a produção dos animais. Dessa forma, eles utilizam todo seu potencial genético.

Para o professor Armando Carvalho, no curso Ordenha Mecânica – Implantação e Operação, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, “as práticas higiênicas durante a ordenha são importantes para que o leite mantenha a qualidade e não perca valor por contaminação. Isso pode ocorrer por causa de germes, presentes no úbere do animal, provenientes do ambiente ou das mãos do ordenhador. A penetração de micro-organismos pelo canal da teta pode causar infecção da glândula mamária. Para evitar contaminação após a ordenha, é necessário fazer a desinfecção das tetas com solução apropriada”.

As instalações devem ser adequadas ao número de vacas, facilitando a movimentação das mesmas. A construção deve ser feita com intuito de facilitar as tarefas de limpeza, como a retirada de fezes e urina. O melhor local é em terreno permeável, com bom escoamento das águas, e longe de fontes de mau cheiro. É necessário, também, uma cobertura apropriada, para proteger contra a poeira e os raios solares. A água, de boa qualidade, deve ser fornecida em abundância.

De acordo com o sistema de condução de leite, as ordenhadeiras podem ser classificadas em dois tipos: “balde ao pé”, ainda utilizado em pequenos e médios rebanhos. Nesse, o leite é transportado no próprio balde para os latões. Outro tipo de ordenhadeira é a circuito fechado ou leite canalizado, em que o leite é extraído e conduzido por tubulação até o tanque resfriador em linha baixa ou alta. A escolha do sistema mais adequado vai depender do tamanho do rebanho e da disponibilidade de recursos do proprietário.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!