WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Começa hoje o IV Simpósio de Agropecuária Sustentável

Evento deste ano destaca a relevância do cooperativismo

 

 Os sistemas sustentáveis de produção agropecuária serão discutidos no simpósio.

Até sexta-feira, dia 3 de agosto, no campus da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, órgãos públicos, pesquisadores, estudantes e produtores rurais de todo o país estarão reunidos para discutir a sustentabilidade. O IV Simpósio Brasileiro de Agropecuária Sustentável (Simbras) deste ano irá abordar o tema “A sustentabilidade dentro de sistemas associativistas de produção”, aproveitando a realização do Ano Internacional do Cooperativismo.

Paralelamente, será realizado o I Congresso Internacional de Agropecuária Sustentável e o lançamento da Associação Brasileira de Agropecuária Sustentável (Abraas). Segundo os organizadores, os eventos têm como objetivo abordar temas relevantes para desenvolver a agropecuária do ponto de vista da sustentabilidade. Assim, eles pretendem discutir soluções ligadas à inovação e ao uso de tecnologias que permitam o uso de práticas eficientes que ajudem a superar barreiras ao desenvolvimento econômico e social.

O Simbras recebe palestrantes do Brasil e de diversos outros países. Entre as publicações que serão apresentadas estão as de pesquisadores renomados. O evento será organizado em quatro painéis com temas diferentes. São eles: Sistemas associativistas de produção; Gestão agropecuária e preservação dos serviços ambientais; Energias renováveis para o desenvolvimento rural e Tecnologias. Também serão apresentados trabalhos científicos em formato de pôster.

O acontecimento recebe o apoio da Pró-Reitoria de Extensão PROREXT/UFRGS, da Faculdade de Agronomia da UFRGS, da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal de Viçosa PEC/UFV, do Centro de Ciências Agrárias/UFV e de órgãos públicos como a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater).

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!