WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Fazendeiro é chefe ou líder?

Para comemorar o dia do fazendeiro, convidamos o professor Pedro Paulo para apresentar algumas competências necessárias ao gestor rural

Os fazendeiros, com a boa administração de suas propriedades rurais, são importantes geradores de divisas nacionais.

O nome vem mudando desde a Grécia antiga. Lá, eles eram denominados latifundiários.   Atualmente, o conceito de fazenda também se modificou e, consequentemente, a forma de administrar. Hoje, comemoramos o dia do fazendeiro, pessoa que se destaca em qualquer país, por ser o responsável pela movimentação de recursos.

Os fazendeiros, com a boa administração de suas propriedades rurais, são importantes geradores de divisas nacionais, pois fornecem alimentos para o mercado interno e externo. Além disso, colaboram para o avanço das pesquisas tecnológicas. Por isso, é importante a sua competência na gerência de insumos, mas principalmente no desenvolvimento de sua equipe de trabalho.

O que é chefiar? Existe diferença entre ser chefe e ser líder? Ao ser questionado sobre esses conceitos, o professor Pedro Paulo Iannini, especialista em desenvolvimento gerencial, explica que chefiar ou gerenciar é obter resultados por meio de pessoas, com a melhor qualidade, alta produtividade, menor tempo e ocupação de espaço, e redução dos custos quando possível. “Chefe preparado e competente é aquele que necessita se cercar de qualidades profissionais como as de administrador e psicólogo”, define o professor no curso Chefia e Liderança na Fazenda, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Liderar é a habilidade de perceber e representar a necessidade, o desejo e a vontade das pessoas da equipe de trabalho. Logo, nem todo chefe é líder e nem todo líder é chefe. De acordo com o professor Pedro Paulo, a diferença entre chefe e líder provém da origem do poder de influência. “Enquanto o chefe surge formalmente, designado pela autoridade da hierarquia superior, o líder aparece, informalmente, da representação da vontade da equipe de trabalho”, explica o professor.

Para isso, Pedro Paulo apresenta algumas competências que o fazendeiro precisa desenvolver. A competência técnica, que compreende aquilo que deve ser feito na prática, e a interpessoal, que identifica o relacionamento com a equipe. “Existem várias competências necessárias ao gestor. Entre elas a cultural, que facilita um contato mais qualificado e competitivo com os concorrentes, e a ética, uma vez que, quando a liderança é exercida com justiça e sensibilidade, possibilita o desenvolvimento do potencial humano”, diz.


Parabéns, fazendeiros! Desejamos, a todos, o melhor preparo no gerenciamento dos seus resultados!

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!