WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Vai plantar Bonsai? Tenho 4 ótimas dicas para você!

A primeira boa dica é retire a muda do recipiente, mantendo o torrão em volta do sistema radicular

Vai plantar Bonsai? Tenho 4 ótimas dicas para você!

 

Se você vai plantar o seu próprio bonsai, posso ajudar e tenho ótimas dicas para você. Vamos lá?
A primeira boa dica é retire a muda do recipiente, mantendo o torrão em volta do sistema radicular. Para isso, utilize uma espátula, cortando o torrão bem junto à borda do recipiente.

Com uma vareta fina de bambu ou madeira, retire o excesso de terra do torrão e desembarace as raízes finas, de fora para dentro, como se as estivesse penteando. Com terra mais seca, o processo fica mais fácil.

A segunda boa dica para você é: corte as raízes secas ou danificadas com uma tesoura limpa e bem afiada. Reduza o comprimento das raízes mais longas, que ficam na parte inferior do torrão, principalmente, das raízes mais grossas, sendo de sustentação.

“As mais finas têm a função de nutrir a planta. Ao retirar o excesso de terra da parte de cima, expomos o nebari, a porção superior do sistema radicular, uma parte muito importante do bonsai”, explica Vânia Moreira Fortes, professora do Curso CPT Arte e Técnica do Bonzai - Passo a Passo. Corte, no máximo, 1/3 das raízes, para não comprometer a saúde do bonsai.

Minha terceira dica para você é: de vez em quando, borrife água nas raízes e na parte aérea da planta.

Por fim, quarta e última dica: também é preciso desbastar a copa. Deve haver uma proporção entre o volume de raízes e o volume da parte aérea da planta: quatro raízes para cada seis galhos. Comece podando os ramos e as folhas secas ou danificadas.

Inicie a definição do estilo do bonsai, podando os ramos e folhas para dar a forma desejada. Nessa fase inicial, de formação do bonsai, a planta é chamada pré-bonsai. Os ramos devem ser cortados logo acima de um nó, com um corte reto, para poderem rebrotar. Faça a poda girando a planta e a observando de todos os lados, na altura dos olhos.

Ramos mais grossos devem ser cortados junto ao tronco, com uma tesoura de poda comum, e finalizados com o alicate côncavo com o fim de fazer o acabamento no local da poda, definindo o estilo de “cicatriz” que ficará no local. Após o corte desses ramos, aplique a pasta selante, que contém agentes fungicidas, bactericidas e impermeabilizante, protetores da ação de microrganismos, permitindo uma recuperação das partes trabalhadas.

Se for demorar um pouco para plantar, borrife um pouco de água nas raízes e as envolva em um pano para que não se desidratem.


Gostou das dicas? Quer saber mais sobre o Curso? Assista ao vídeo:


 


Conheça os Cursos CPT da Área Jardinagem e Paisagismo.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!

Precisa de ajuda?