WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Jardim japonês: características e composição vegetativa

O jardim japonês é projetado de maneira que cada espécie seja valorizada, e que os recantos criados tenham por objetivo levar as pessoas à meditação

Jardim japonês: características   Dicas Cursos CPT

 

Também conhecido como jardim oriental, este é um estilo que, além das características normais de qualquer jardim, como presença de plantas combinadas de forma esteticamente agradável, também tem um significado especial, ligado à filosofia do povo japonês. “É projetado de maneira que cada espécie seja valorizada, e que os recantos criados tenham por objetivo levar as pessoas à meditação”, afirma Eduardo Elias Silva dos Santos, professor do Curso a Distância CPT Treinamento de Jardineiro, em Livro+DVD e Curso Online.

Características dos jardins japoneses


1- Seixos
Certos elementos são obrigatórios na composição de um Jardim Japonês. É o caso dos seixos, que são distribuídos de forma a sugerir que ali foram implantados e desgastados pela própria natureza. E um detalhe importante: os seixos são acrescidos ao jardim sempre em número impar, o que é uma tradição.

2- Água
Outro elemento obrigatório é a água, formando pequenos lagos, riachos e cascatas. Em termos filosóficos, devemos considerar que a água serve de espelho, que leva o homem a se enxergar e refletir sobre si mesmo.

3- Lamparinas
As lamparinas de pedra, sempre presentes, representam o espírito bom e iluminado que um jardim deve ter.

4- Vegetação
Outra característica bem típica é o fato de que o número de espécies de plantas utilizado é relativamente pequeno. Vale destacar, entretanto, que essas plantas devem ser de grande beleza e posicionadas no jardim de forma a ocupar um lugar de destaque. Uma espécie praticamente obrigatória no jardim oriental é o bambu, que pode ser colocado no jardim, formando moitas ou ainda em cerca viva, como fundo. Também podem ser usadas plantas como azaleias, tuias, glicínias, buxinhos, árvore da felicidade, camélias, íris, eugenias e cerejeira do Japão.

5- Terreno
Outra característica marcante é a presença de suaves ondulações no terreno, que é tradicionalmente revestido com grama japonesa ou esmeralda, e, ou brita amarela ou branca.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT a Distância, em Livros+DVDs e Cursos online, da área Jardinagem e Paisagismo.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!