WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Alimentos congelados - conservação dos alimentos

Alimentos congelados - conservação dos alimentos

 

O congelamento de alimentos consiste em levá-los a uma temperatura de 18°C abaixo de zero, retardando, assim, todo o crescimento das bactérias e deterioração desses alimentos. Esse processo evita a putrefação dos alimentos e o desenvolvimento dos microrganismos, além de conservar todos os elementos nutritivos, desde que os alimentos estejam em boas condições e submetidos às técnicas recomendadas.

O congelamento é um eficiente sistema de conservação de alimentos, retirando-lhes o calor até que a temperatura apropriada atinja seu interior. Uma vez congelado, o alimento se torna rígido. Nesse estágio, o desenvolvimento de microrganismos e o consequente processo de deterioração são drasticamente retardados.

Todo alimento a ser congelado deve ser fresco, limpo e de boa qualidade. O congelamento deve ser providenciado logo após o preparo dos produtos, pois esfriar rapidamente os alimentos após o cozimento é indispensável para a manutenção de suas propriedades.

Os alimentos prontos, que serão congelados, devem ser levemente temperados e cozidos apenas pelo tempo mínimo necessário – o congelamento tende a acentuar os temperos e amaciar os alimentos.

Para evitar a perda de umidade dos alimentos, é essencial que estes sejam embalados com material à prova d'água.

É muito importante que o consumidor saiba que o congelamento não irá piorar nem melhorar o alimento.

Ele é apenas mais um processo de conservação, assim como a desidratação, a salga, a apertização (enlatamento), entre outros.

Existem dois processos que, se forem feitos corretamente, não trarão perda de nutrientes, pois os alimentos terão preservado as suas características físicas. São eles:


-Supercongelados: resfriamento ultra-rápido a –40°C;
-Congelamento: resfriamento mais lento a –18°C.

Sabe-se que as grandes indústrias levam apenas 12 horas para buscar o alimento na origem, processá-lo e submetê-lo ao frio.

Outro item importante é a temperatura do congelamento. Os freezers domésticos, sejam eles horizontais ou verticais devem ter a capacidade de reduzir e manter a temperatura a –18°C ou menos. Já os congeladores de geladeiras não têm essa capacidade, pois os alimentos comprados congelados são conservados somente por 48 h.

Esses congeladores não devem ser usados para o congelamento de produtos frescos.

É necessário ter alguns cuidados, pois os alimentos que forem descongelados não podem ser recongelados.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos da área Pequenas Indústrias, elaborados pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, entre eles o Curso Como Montar uma Pequena Fábrica de Alimentos Congelados

Por Andréa Oliveira.

Acesse os links abaixo e conheça mais sobre alimentos congelados:

O mercado

Cuidados para evitar a contaminação alimentar

Embalagem, codificação, armazenagem e expedição

Métodos de congelamento

Processo de congelamento

Dicas para um congelamento eficiente

Congelamento em cada tipo de alimento

Aspectos da comercialização

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!