WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Vantagens e desvantagens da vermicompostagem

Na vermicompostagem, são utilizadas minhocas da terra e minhocas vermelhas californianas para a degradação da matéria orgânica

Vantagens e desvantagens da vermicompostagem

Na vermicompostagem, são utilizadas minhocas, para a degradação da matéria orgânica, que tornam o processo bem mais rápido quando comparado à compostagem convencional, pois elas aceleram a decomposição da matéria orgânica. Como resultado, surge o húmus, um adubo rico em minerais. Além de leve e inodoro, esse poderoso biofertilizante apresenta nutrientes importantes, que são facilmente absorvidos pelas plantas.

No processo de vermicompostagem, as minhocas trituram os resíduos orgânicos, ao mesmo tempo em que liberam um muco, que acelera a decomposição por microrganismos. Como no ambiente aumenta a população de microrganismos decompositores, o vermicomposto apresenta mais qualidade quando comparado ao composto convencional.

Vermicompostor


O vermicompostor pode se limitar a uma simples caixa de madeira. Entretanto, a estrutura deve apresentar furos no fundo e nas laterais para drenar o chorume e melhorar a ventilação. Sem falar da tampa, que mantém a umidade e impede a propagação de insetos. No processo, normalmente, são utilizadas minhocas da terra e minhocas vermelhas californianas.

Resíduos que podem (ou não) ser utilizados


São vários os resíduos orgânicos a serem utilizados na vermicompostagem. Os mais comuns são restos vegetais de jardim; frutas, legumes e demais vegetais; além de cascas de ovos trituradas. Sem falar das folhas de chá e da borra de café. Fora outros resíduos, como feijão, arroz, massa cozida, pães, bolos, biscoitos e cereais. Não podemos nos esquecer dos papéis cortados e umedecidos.

Por outro lado, há resíduos orgânicos que prejudicam as minhocas e, por isso, não podem ser utilizados na vermicompostagem. São eles peixes e carnes diversos; frituras; saladas com óleo e vinagre; algumas frutas, como limão e laranja; além dos restos vegetais impregnados com pesticidas.

Vantagens da vermicompostagem


São várias as vantagens da vermicompostagem. No processo, agentes patogênicos contidos nos resíduos orgânicos são eliminados. Sem falar que o processo de humificação (transformação dos resíduos em húmus) não apresenta nenhum odor. Fora que materiais instáveis são transformados em materiais estáveis. Sem falar na redução dos impactos ambientais no solo, na água e no ar.

Além disso, a vermicompostagem recicla resíduos biodegradáveis, reduz a carga de resíduos orgânicos dos aterros sanitários; produz biofertilizante; e aproveita melhor os resíduos orgânicos.

Desvantagens da vermicompostagem


Embora apresentem mais vantagens que desvantagens, a vermicompostagem traz alguns problemas. Primeiramente, os resíduos orgânicos devem passar por seleção antes da vermicompostagem, pois alguns são prejudiciais às minhocas e outros podem impactar na qualidade do vermicomposto. Sem falar que o arejamento, a umidade e a temperatura dos resíduos devem passar por controle e monitoramento contínuo.

Conheça os Cursos CPT da Área Meio Ambiente:

Compostagem de Lixo em Pequenas Unidades de Tratamento

Compostagem de Carcaças e Outros Resíduos de Origem Animal

Aterro Sanitário - Planejamento e Operação

Fonte: VG Resíduos

Por Andréa Oliveira

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!