WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Dicas para brigadistas de incêndio

Depois do fogo controlado, o trabalho da brigada ainda não terminou.

A seca desta época do ano traz uma grande preocupação: as queimadas. Neste momento, o treinamento de brigadista torna-se ainda mais importante pelo surgimento de constantes focos de incêndios.

Após o combate, para se ter certeza de que o fogo realmente apagou, ficam algumas dicas, para os brigadistas, registradas no curso Formação e Treinamento de Brigada de Incêndio Florestal, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas e coordenado pelo professor da Universidade Federal de Viçosa, Guido Assunção Ribeiro.

1.Caminhe por toda área, principalmente ao longo do perímetro do fogo, para se ter certeza de que não há mais perigo.

2. Realize um repasse por toda a linha de aceiros em torno da área queimada, retirando o combustível e ampliando o aceiro, ou faixa limpa em torno da área queimada, para o melhor isolamento da mesma.

3.Certifique-se de que todo o combustível próximo ao aceiro tenha sido queimado, principalmente em períodos quentes e secos.

4. Derrube árvores ou arbustos que ainda estejam queimando, para evitar que lancem fagulhas.

5. Puxe, para dentro da área queimada, os combustíveis que estejam cruzando os aceiros, como troncos podres. Caso não seja possível sua retirada, é preciso limpar em volta dele e cobri-lo com terra.

6. Elimine, utilizando água ou terra, todos os resíduos de fogo dentro da área queimada. Os combustíveis que queimam por muito tempo, como esterco de gado e toco de árvores, devem receber atenção especial porque podem ser fonte de fagulha para reinício de incêndios.

7. Mantenha patrulhamento, com número suficiente de pessoas, até que não haja mais perigo de reativação do fogo.

8. Todo o fogo, que tenha sido extinto durante a noite, deve ser repassado pela manhã. O perigo de voltar o incêndio é maior entre 10 e 12 horas da manhã.

*Guido Assunção Ribeiro, engenheiro florestal, professor da Universidade Federal de Viçosa, doutor em Ciências Florestais, especialista em controle de incêndios florestais.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Samuel

5 de jan de 2019

Excelente post. Muito esclarecedor, obrigado!

Resposta do Portal Cursos CPT

7 de jan de 2019

Olá Samuel,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site. Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!