Bacias hidrográficas - saiba mais sobre elas

Bacia hidrográfica é a área do terreno que coleta a água da chuva, possibilitando a infiltração da mesma no solo. Ela abastece os reservatórios subterrâneoss de água, originando as nascentes

Bacia hidrográfica

Nos locais com topografia irregular, sempre se observa a presença de topos de morros, encostas e vales. E, por menor que seja um vale, é comum encontrarmos pelo menos uma nascente na sua parte mais baixa. Toda nascente é alimentada pelo reservatório de água subterrânea, que, por sua vez, é abastecido pela água da chuva que infiltra no solo e, posteriormente, percola no seu perfil, indo se acumular sobre uma camada impermeável. Essa água que chega ao reservatório subterrâneo é coletada em uma área do terreno próxima do local do reservatório responsável pela nascente, que é a bacia hidrográfica. Portanto, a bacia hidrográfica refere-se à área do terreno que a coleta, possibilitando a infiltração da água da chuva, que abastece os reservatórios subterrâneos de água e que darão origem às nascentes.

Como as bacias hidrográficas são formadas?

A formação da bacia hidrográfica dá-se por meio dos desníveis dos terrenos que direcionam os cursos da água, sempre das áreas mais altas para as mais baixas. Essa tendência que a água tem em seguir uma determinada orientação é dada pelo relevo da bacia e pelo efeito da gravidade.

O que tem a ver os cursos d’água com as bacias hidrográfica?

Pode-se dizer que uma bacia hidrográfica representa uma área de terra drenada por um determinado curso d'água. Portanto, cada curso d’água, por menor que seja seu volume, sempre estará associado a uma bacia hidrográfica.

Somente as grandes áreas captadoras da água de chuva são consideradas bacias hidrográficas?

Não. As bacias hidrográficas podem ser representadas tanto por áreas pequenas como por grandes.

Só os grandes rios possuem bacias hidrográficas?

Não são apenas os rios de grande porte, como o rio São Francisco ou o Amazonas, que têm bacias, mas também os pequenos córregos.

Como as bacias hidrográficas são delimitadas?

As bacias hidrográficas são localidades da superfície terrestre separadas topograficamente entre si, cujas áreas funcionam como receptores naturais das águas da chuva. Devido a isso, todo o volume de água captado é automaticamente escoado através de uma rede de drenagem natural das áreas mais altas para as mais baixas, seguindo uma hierarquia fluvial, até concentrarem-se em um único ponto, formando um rio principal. Em uma bacia hidrográfica, existem dois divisores de água: um topográfico e outro freático.

Quais são os componentes de uma bacia hidrográfica?

a) Área de drenagem: é a área delimitada pelo divisor topográfico da bacia. Quanto maior a área de drenagem de uma bacia maior será a sua capacidade de coletar a precipitação, portanto, maior será o volume de água infiltrado ou escoado superficialmente.

b) Área de contribuição dinâmica: refere-se à parte superficial da bacia hidrográfica que, geralmente, fica localizada sobre o reservatório de água subterrâneo. Corresponde à parte mais baixa e de menor declividade de uma bacia.

c) Forma das bacias hidrográficas: a forma de uma bacia pode influenciar na velocidade do volume de água que um rio recebe ao longo do seu percurso, desde a nascente até a sua foz. As nascentes, cujas bacias se aproximam da forma circular, tendem a apresentar maior velocidade que o volume de água que lhes chega. Aquelas que se afastam da forma circular (alongadas, no formato de pera) ao contrário, tendem a apresentar menor velocidade. Em outras palavras, as bacias circulares estão mais propensas às enchentes, às erosões, aos assoreamentos do que as bacias alongadas.

d) Orientação: a orientação da bacia hidrográfica corresponde a sua exposição aos raios solares, tomando-se como referência os pontos cardeais. Assim, uma bacia cujo curso d’água drena na direção Leste, terá orientação Leste.


e) Declividade: a declividade de uma bacia influencia na velocidade do escoamento superficial. Assim, quanto mais inclinada, maior será a velocidade de escoamento, e menor a infiltração. Consequentemente, menor será a quantidade de água armazenada no solo.

f) Altitude: a altitude média da bacia influencia na quantidade de radiação que a mesma recebe e, consequentemente, influencia os parâmetros, evapotranspiração, temperatura e precipitação. Quanto maior a altitude da bacia, menor será a quantidade de energia solar que o ambiente recebe e, portanto, menos energia é disponibilizada para evapotranspiração.


Por Silvana Teixeira.
Conheça o Curso CPT Recuperação e Conservação de Nascentes.

Salvar

Salvar

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Cursos Relacionados

Curso Técnicas de Avaliação de Impactos Ambientais Curso Técnicas de Avaliação de Impactos Ambientais

Com Prof. Dr. Elias Silva

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Recuperação e Conservação de Nascentes Curso Recuperação e Conservação de Nascentes

Com Prof. Dr. Paulo Sant’Anna

R$ 412,00 à vista ou em até 12x de R$ 34,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Restauração Florestal em Áreas de Preservação Permanente e Reserva Legal Curso Restauração Florestal em Áreas de Preservação Permanente e Reserva Legal

Com Prof. Dr. Sebastião Venâncio

R$ 480,00 à vista ou em até 12x de R$ 40,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Outros artigos relacionados à área Meio Ambiente

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade