WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Quer saber um pouco mais sobre o queijo do Serro? Leia!

O processo de produção do Queijo do Serro envolve verdadeira arte de combinar tempo, temperatura, peso das mãos, manejo de utensílios e dosagem de leite, coagulante e sal

Quer saber um pouco mais sobre o queijo do Serro? Leia!   Artigos Cursos CPT

Por volta do ano de 1700, os paulistas chegaram à região do Serro, a serviço da Coroa Portuguesa, para a extração do ouro. A terra era ocupada por índios que a chamavam de Ivituruí, que significa serro frio. Somente ao longo do século XX, porém, que o desenvolvimento se dá através da criação de gado leiteiro, base econômica da cidade até os dias atuais. Por causa da dificuldade de acesso, historicamente, grande parte desse leite é utilizado para a fabricação do queijo do Serro. Mas, o início de fabricação do queijo típico da região do Serro remonta ao período colonial.

O processo de produção do Queijo do Serro envolve verdadeira arte de combinar tempo, temperatura, peso das mãos, manejo de utensílios e dosagem de leite, coagulante e sal, afirma Célia Lúcia de Luces Fortes Ferreira, professora do Curso CPT Produção de Queijo Artesanal do Serro e Canastra.

Dos saberes desse povo, colhem-se depoimentos de alimentação do gado que interferem na consistência do queijo como o capim meloso ou gordura (que não se encontra mais), a grama e o andrequiçé - são conjugadas com capim nativo para a preservação das características do leite. Observados esses cuidados, o resto corre na ambiência dos currais, da coberta e do quarto-de-queijo ou queijaria das fazendas, por conta da arte da ordenha, da preparação da massa e de sua manipulação até o produto final.

A cidade do Serro irradiou a produção de queijo, que leva o seu nome, para as regiões vizinhas. Fica localizada numa região montanhosa na vertente oriental da Serra do Espinhaço, entre os paralelos 18º e 19º de latitude Sul na região do Alto do Jequitinhonha, no Estado de Minas Gerais (EMATER, 2002). Cerca de 10% da produção da região é comercializada pela Cooperativa dos Produtores Rurais do Serro, que mantêm um mercado local e um entreposto de distribuição no CEASA (Central de Abastecimento S.A.), na capital do Estado. No entanto, cerca de 50% da produção é comercializada por intermediários, conhecidos por “queijeiros” que distribuem o produto principalmente em Belo Horizonte (EMATER, 2002).

A utilização do pingo é característica, sendo este definido como fermento resultante da dessoragem dos queijos já salgados, e coletado de um dia para o outro, sendo, portanto, um soro fermentado com certa quantidade de sal, que pode agir como inibidor de algumas fermentações indesejáveis e confere ao queijo características físico-químicas típicas de sua variedade (FERREIRA, 2002). A utilização do pingo é uma prática ainda hoje utilizada em países como Suíça, França e Itália. Além do pingo, o processamento do queijo Minas Artesanal do Serro exige uma bancada típica de madeira, com leve inclinação que favorece a eliminação do soro e a coleta do pingo.

O queijo do Serro possui formato cilíndrico, com aproximadamente 14 cm de diâmetro e altura variando de 4 a 6 cm (FURTADO, 1980). Essas medidas podem variar dependendo da unidade produtora. A casca é esbranquiçada quando fresca e amarelada, se maturado. A elasticidade da massa e sua resistência variam com o grau de maturidade do queijo que atualmente é comercializado em média com dois a oito dias. É um queijo de massa cega, com pequenas olhaduras mecânicas.

Quer saber mais sobre o Curso CPT? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Formação Profissional em Laticínios.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Angelita de Fatima rossa

18 de mar. de 2021

Gostei muito da forma que vcs fazem vou tentar fazer a mesma coisa

Resposta do Portal Cursos CPT

23 de mar. de 2021

Olá, Angelita 

Como vai?

Agradecemos sua visita ao nosso site!

Ficamos felizes em saber que você gostou de nosso artigo.

Em breve, uma das nossas consultoras entrará em contato com informações e esclarecimentos sobre o curso que serão fundamentais para o seu aprendizado.

Atenciosamente,

Erika

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!