Criação de suíno light - conheça suas vantagens de produção e ganhe mais

O suíno light, além de mais saudável para o consumo humano, garante aos criadores brasileiros consideráveis ganhos anuais extras se comparado aos suínos comuns

Criação de suíno light - conheça suas vantagens de produção e ganhe mais   Artigos Cursos CPT


A vida do porco brasileiro foi mudando no mesmo ritmo que a sociedade. Até os anos setenta, a gordura usada na cozinha era geralmente de origem animal. Porco bom era porco gordo, que rendia banha. Com o advento dos óleos vegetais, o rebanho suíno precisou dar mais carne que gordura. Nos últimos vinte anos, por exemplo, o índice médio de carne magra dos porcos subiu de 47% para 60%.

A carne de porco dos dias atuais, apreciada na alimentação das mais diversas culturas, sofreu considerável mudança quando comparada à carne do porco da antiguidade, classificado como selvagem.

Naquela época, o porco vivia na floresta e alimentava-se de pastos nativos, frutas e pequenos animais. Era muito veloz e possuía como principal arma os seus dentes longos e afiados. Seus membros dianteiros eram fortes e musculosos, para resistir aos impactos das lutas, enquanto o seu posterior era formado por fracas massas musculares.

O porco tipo banha começou sua fase na época da domesticação, há 10 mil anos, o que perdurou até o início do século XX. Com a domesticação, o porco não necessitava mais procurar alimentos na floresta, nem precisava fugir de seus inimigos.

Criação de suíno light - vantagens de produção   Artigos Cursos CPT
O suíno atual é exigente e é criado em instalações confinadas, extremamente limpas, desinfetadas e sem acesso à terra

Vivendo em chiqueiros fechados, o porco tipo banha recebia toda a alimentação de que necessitava. Comendo mais e fazendo menos exercícios, começou a alterar sua composição corporal, passando a apresentar 50% de dianteiro e 50% de traseiro.

“O acúmulo de gordura fez com que passasse a ser considerado o animal ideal para o homem, já que lhe fornecia grande quantidade de banha e carne”, afirma o professor Luiz Mário Fedalto, do curso Produção de Suíno Light – Mais Carne, Menos Gordura, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.


O suíno moderno, por sua vez, começou a ser desenvolvido no início do século, através do melhoramento genético, com o cruzamento de raças puras. Pressionados por uma melhor produtividade para tornar a espécie economicamente mais viável e pelas exigências da população por um animal com menos gordura, devido à substituição das mesmas pelas margarinas vegetais, os técnicos e criadores passaram a desenvolver um suíno com 30% de massa anterior e 70% de posterior.

Dessa forma, os suínos começaram a apresentar menores teores de gorduras na sua carcaça e a desenvolver massas musculares proeminentes, especialmente nas suas carnes nobres, como o lombo e o pernil. O suíno apresentava, então, 40% a 45% de carne magra e espessuras de toucinho de 5,0 a 6,0 cm.

Atualmente, graças aos programas de genética e nutrição, o suíno moderno apresenta de 55% a 62% de carne magra na carcaça, e de 1,5 a menos de 1,0 cm de espessura de toucinho. Os animais são denominados de quatro pernis. O suíno atual é exigente e é criado em instalações confinadas, extremamente limpas, desinfetadas e sem acesso à terra.

Na realidade, cerca de 70% da gordura suína localiza-se na capa de gordura, também conhecida como toucinho, enquanto os outros 30% se localizam em outras regiões do corpo do animal. Assim, a carne suína, propriamente dita, apresenta baixos teores de gordura e é inclusive indicada para dietas de emagrecimento, na maioria dos países europeus.

Outro dado interessante é que a carne suína contém 65% de gordura do tipo insaturada, ou seja, aquela que contribui para a formação do chamado bom colesterol, enquanto apenas 35% é composta de gordura saturada, ou seja, aquela que produz o chamado mau colesterol.

Criação de suíno light - lucro   Artigos Cursos CPT

Alguns cortes de carne de porco, dependendo do modo como são servidos, já são mais leves que certos preparos de boi, frango ou peixe

Comparação entre o suíno light e comum


O suíno light, além de mais saudável para o consumo humano, garante aos criadores brasileiros consideráveis ganhos anuais extras se comparado aos suínos comuns. Essa rentabilidade é obtida na venda do animal, que possui 2% a mais de carne na carcaça, gerando um ganho de 3% a mais no preço pago pelos frigoríficos, que medem o nível de gordura do suíno antes do abate e pagam um ''prêmio extra'' na cotação do suíno light. Além do ganho no preço, os suínos light consomem 10% menos de ração, reduzindo os custos com alimentação.

Criado em granjas, o porco brasileiro está magro e saudável como nunca. Os suínos brasileiros passaram por um regime. Perderam 31% de gordura na carne e no toucinho, 14% de calorias e 10% de colesterol.

Alguns cortes de carne de porco, dependendo do modo como são servidos, já são mais leves que certos preparos de boi, frango ou peixe. O porco em forma é resultado de uma revolução nas pocilgas.

Primeiro, esses animais passaram a ser alimentados com rações balanceadas, em vez de milho, trigo e lavagem. Depois, técnicas científicas tornaram possível o cruzamento entre linhagens diferentes, mais produtivas, por exemplo, com a consequente seleção de suínos geneticamente superiores.

Criação de suíno light: vantagens de produção   Cursos CPT

A espessura do toucinho caiu de 5,0 para 1,0 cm. O colesterol na carne tornou-se equivalente ao do frango e do boi

É importante ressaltar, também, que assim que o animal nasce é possível, analisando seus genes, saber como será seu crescimento, sua eficiência reprodutiva e até a qualidade de sua carne, além da resistência a doenças.

O porco sujo foi definitivamente extinto. Os chiqueiros, rebatizados como "granjas", agora primam pela limpeza. Os animais não têm nenhum contato com a terra e ficam confinados em instalações desinfetadas constantemente. Nem tomam vermífugos, porque a probabilidade de se contaminarem com vermes é remota.

A espessura do toucinho caiu de 5,0 para 1,0 cm. O colesterol na carne tornou-se equivalente ao do frango e do boi conforme podemos verificar a seguir.

Tipo de carne


 

Colesterol

(Tg/100 g)

Calorias

(kcal/100 g)

Gordura saturada

(g/100 g)

Lombo de porco

light

78 168 2,5

Filé

mignon

71 175 3

Peito de frango

sem pele

81 140 1


Confira mais informações, acessando os cursos da área Suinocultura.
Por Silvana Teixeira

Cursos Relacionados

Curso Criação de Suínos - Manejo de Reprodutores e Matrizes Curso Criação de Suínos - Manejo de Reprodutores e Matrizes

Com Prof. Dr. Paulo Brustolini

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Sistema Orgânico de Criação de Suínos Curso Sistema Orgânico de Criação de Suínos

Com Prof.ª Arenales

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Suíno Light - Mais Carne, Menos Gordura Curso Produção de Suíno Light - Mais Carne, Menos Gordura

Com Prof. Luiz Mário

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Como Administrar Pequenas Empresas Curso Como Administrar Pequenas Empresas

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 468,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Milton Cesar Nunes Silva

19 de ago de 2018

informações sobre criação de suínos light. Maranhão!

Resposta do Portal Cursos CPT

20 de ago de 2018

Olá Milton,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Para mais informações, cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Henia lino

20 de mar de 2018

Bom

Resposta do Portal Cursos CPT

20 de mar de 2018

Olá Henia,

Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Att.,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Suinocultura

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade