WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

O sucesso de uma granja de galinhas caipiras? A biosseguridade!

A biosseguridade é um conjunto de medidas sanitárias que compreende todos os meios utilizados para prevenção e controle de microrganismos patogênicos das criações avícolas

O que arruína uma granja de galinhas caipiras? Falta de biosseguridade    Artigos Cursos CPT

 

A biosseguridade é um conjunto de medidas sanitárias que compreende todos os meios utilizados para prevenção e controle de microrganismos patogênicos das criações avícolas, ou seja, são todas as ações que visam à manutenção da saúde das aves.

“Quando não for possível evitar doenças no plantel, é necessário lançar mão de medicamentos, antes que o problema comprometa os resultados econômicos da criação”, afirma Marcelo Dias da Silva, Professor do Curso CPT Criação de Frango e Galinha Caipira.

O comportamento diferenciado das aves é um dos sintomas de doenças no plantel facilmente identificados, e um dos primeiros sinais é a redução no consumo de alimento ou de água. Outros sintomas podem ser detectados, como inchaço na cabeça ou barbela, corrimento nasal, diarreias, espirros, sangue nas fezes, problemas de empenamento, paralisias de membros, dificuldades de locomoção e tremores.

No caso de suspeita de problemas no plantel, é importante dispor-se de informações ou até mesmo enviar avies para diagnóstico laboratorial. As doenças provenientes de infecções bacterianas, de coccidiose e de processos metabólicos podem ser prevenidas ou curadas com medicamentos à base de antibióticos, anticoccidianos, quimioterápicos, eletrólitos, minerais e vitaminas injetáveis ou aplicados por via oral (ração ou água). O tratamento apropriado do problema imediatamente após a sua identificação minimiza os efeitos da doença e garante o bem-estar e qualidade das aves.

A prevenção de doenças é a única forma viável de reduzir riscos e produzir frangos de maneira econômica e eficiente. Dessa forma, o avicultor deve estar atento ao desempenho das aves e também a todos os problemas sanitários que ocorrem na região. O uso de vacina promove estímulo imunológico no organismo das aves, protegendo-as de doenças. Em condições normais e de bom manejo e bom padrão de higiene, a única vacina utilizada na criação de frangos de corte é de Marek, aplicada no primeiro dia de vida, ainda no incubatório (alguns incubatórios vacinam contra doença de Gumboro).

As doenças mais comuns e que devem ser incluídas em um programa de vacinação são: bronquite infecciosa, doença de Gumboro, doença de Newcastle e Bouba aviária. Entretanto, o programa de vacinação deve ser estabelecido mediante o conhecimento da incidência e prevalência das doenças na região, o que varia de granja para granja.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


Vou criar galinhas caipiras. Como devem ser os bebedouros?
Vai iniciar uma granja de galinhas caipiras? Escolha bem os pintinhos

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


Conheça os Cursos a Distância CPT da área Avicultura.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!