WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Galinhas caipiras com ronqueira e perda de peso? Sinal de Aspergilose!

Galinhas jovens, principalmente na primeira semana de idade, são as mais frequentemente contaminadas


Você já ouviu falar em Aspergilose? Não? Se suas galinhas caipiras estão apresentando sintomas como ronqueira e perda de peso, sinal de Aspergilose e de prejuízo.

A aspergilose é uma doença de distribuição universal, que ataca as galinhas caipiras, provocando lesões no sistema respiratório. É causada por fungos, e isso faz com que qualquer material empregado, como cama, e os ovos a serem incubados, possam ser contaminados muito facilmente.


"Galinhas jovens, principalmente na primeira semana de idade, são as mais frequentemente contaminadas e os agentes etiológicos são os fungos do gênero Aspergillus, principalmente o A. fumigatus", explica o professor Marcelo Dias do Curso CPT de Avicultura — Produção e Principais Doenças.

Esse tipo de fungo é muito encontrado em incubadoras e nascedouros mal desinfetados. SANTOS e FARIA (1997) observaram que, quando as condições ambientais não são favoráveis para o crescimento e multiplicação dos fungos, estes produzem grande quantidade de esporos que são distribuídos facilmente no ar e que, quando inalados, são levados aos pulmões e sacos aéreos, e invadem outros órgãos como fígado, baço etc., onde formarão granulomas.

Galinhas caipiras com ronqueira e perda de peso? Sinal de Aspergilose!


Quais são os sintomas da aspergilose em galinhas caipiras?


Os sintomas da doença vão depender da forma de ataque, sendo que a forma respiratória é a mais comum: os microrganismos invadem os pulmões e sacos aéreos, trazendo dificuldade respiratória, ronqueira e perda de peso.

Tem-se ainda a forma ocular (queratomicose), de ocorrência rara, que ataca os pintos criados em cama de serragem de madeira. A doença começa com irritação e lacrimejamento dos olhos, provocando coceira. Progride com o aparecimento de pontos esbranquiçados na córnea, os quais crescem e atacam todo o olho.

As lesões podem ser observadas no pulmão e nas paredes dos sacos aéreos, na forma de nódulos duros e esverdeados.

E agora, o que fazer?


Como forma de prevenção, deve-se evitar: criar aves em lugares úmidos, escuros, mal ventilados. A cama pode ser tratada com antifúngicos antes do alojamento das aves.


Gostou do assunto? Leia a(s) matéria(s) a seguir:


Vou criar galinhas caipiras. Como devem ser os bebedouros?
Vai iniciar uma granja de galinhas caipiras? Escolha bem os pintinhos


Conheça os Cursos CPT da Área Avicultura. 
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!

Precisa de ajuda?