Criar galinhas poedeiras exclusivamente em gaiolas é possível?

Sim, é! O sistema de criação de galinhas poedeiras exclusivamente em gaiolas exige três tipos de instalações: uma para a fase inicial, uma para a fase de recria e uma para a fase de produção

Criar galinhas poedeiras exclusivamente em gaiolas é possível?   Artigos Cursos CPT

 

Destinadas à produção de ovos, as poedeiras podem ser criadas em quintais, chácaras, sítios, galinheiros comuns, em chão de granjas, em gaiolas coletivas e individuais, sendo muito importante que o avicultor esteja disposto a manter o bem estar das aves, garantindo-lhes boas condições de instalações e equipamentos, além de oferecer treinamento aos funcionários, principalmente aos tratadores, para que eles tenham a capacidade de cuidar do aviário.

“O sistema de criação exclusivamente em gaiolas exige três tipos de instalações. Uma para a fase inicial, uma para a fase de recria e uma para a fase de produção, afirma Júlio Maria Ribeiro Pupa, professor do Curso a Distância CPT Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos.

As instalações utilizadas para a criação de aves de postura em gaiolas durante a fase inicial é muito semelhante às do sistema de criação em piso. No entanto, não é necessário o uso de divisórias internas nem lanternins. As extremidades do galpão devem ser totalmente fechadas e o uso de cortinas é obrigatório.

Quais equipamentos são necessários na fase inicial?


São necessárias gaiolas metálicas, chamadas de gaiolas pinteiro, de um metro de comprimento, com 80 cm de largura, 30 cm de altura e 60 cm de profundidade. Elas devem ter 1 m de comprimento, 30 cm de altura, 60 cm de profundidade, 80 cm de largura.

Quantas aves colocar em cada gaiola na fase inicial?


50 aves/gaiola até 30 dias. Ou 60 aves/gaiola até 15 dias de idade e 30 aves/gaiola de 15 a 45 dias.

Como deve ser a instalação das gaiolas na fase inicial?


As gaiolas devem ser sustentadas por suportes metálicos chumbados no chão e sustentadas por cabos ou fios de aço bem esticados. Dispor essas gaiolas em filas duplas, deixando um corredor de serviço entre as filas de, no mínimo 1 m, para facilitar o trânsito e o trabalho dos funcionários no galpão.

Posso usar qualquer tipo de comedouro e bebedouro na fase inicial?


Não. Preste bastante atenção às informações abaixo:
- Os comedouros devem ser do tipo linear, podendo ser automáticos ou manuais, e os bebedouros podem ser do tipo calha com água corrente. No final da linha, é necessário adaptar tubos de escoamento ou automático do tipo chupeta.
- Coloque, em cada gaiola, um comedouro tipo bandeja e um bebedouro tipo copo de pressão, para ficar durante a primeira semana de vida das aves.
- Coloque, no interior das gaiolas, um bebedouro e um comedouro iniciais, o mais próximo possível dos comedouros e bebedouros definitivos, que são aqueles que estão localizados na parte externa das gaiolas.
- Não coloque os bebedouros abaixo das campânulas.

O que fazer quanto aos excrementos na fase inicial?


Para absorver a umidade dos excrementos, coloque o cepilho de madeira sob as gaiolas, no piso.

As fontes de aquecimento são necessárias durante a fase inicial?


Sim. Pode ser campânulas a gás, uma para cada grupo de 4 gaiolas, ou resistências elétricas afixadas nas próprias gaiolas.

Como deve ser o galpão na fase inicial?


O galpão e as gaiolas devem estar devidamente limpos, desinfetados e com um vazio sanitário de, no mínimo, 15 dias. O procedimento de limpeza e desinfecção devem seguir o mesmo padrão do sistema de piso. Forre o piso das gaiolas com oito a 10 folhas de jornal. Isso evita ferimentos nas patas das aves e conserva o calor proveniente da fonte de aquecimento. Permite, também, que as pintainhas se movam com maior liberdade e facilita a limpeza. As campânulas devem ser presas ao madeiramento do telhado com correntes e a regulagem de sua temperatura pode ser feita, elevando-se ou abaixando-se a campânula em relação às gaiolas.

Como receber as pintainhas?


Antes de receber as pintainhas, as cortinas devem estar totalmente fechadas, as campânulas devem estar devidamente reguladas e funcionando há, pelo menos, duas horas e os bebedouros devem estar devidamente abastecidos. Distribua as pintainhas cuidadosamente, em uma lotação de 60 aves/gaiola. A ração deve ser fornecida somente duas horas após o fornecimento de água.

Como deve ser o manejo das pintainhas?


Proceda da seguinte forma:
- Retire a folha superior de jornal, que forra o piso das gaiolas, diariamente. Dessa forma, você mantém a gaiola limpa, já que a folha subsequente fica à mostra.
- Troque a água dos bebedouros iniciais, pelo menos duas vezes por dia.
- Retire os comedouros e bebedouros iniciais na segunda semana de idade, ficando apenas os definitivos à disposição das aves, na parte externa das gaiolas.
- Lave diariamente os bebedouros definitivos, utilizando-se esponja embebida em solução desinfetante à base de Amônia quartenária. Depois enxágue bem, até retirar todo o desinfetante.
- A primeira debicagem das pintainhas deve ser realizada aos 10 dias de idade.
- As vacinações devem ser realizadas de acordo com a recomendação do técnico especializado.
- Maneje as cortinas de tal forma que renove o ar no interior do galpão e mantenha a temperatura dentro da zona de conforto térmico das galinhas de postura. Ou seja, abra quando a temperatura estiver quente e feche quando estiver fria.
- No 15º dia de vida, redistribua as pintainhas em uma lotação de 30 aves/gaiola. Essa lotação deve ser mantida até o final da 6ª semana, quando você deve transferir o lote para a instalação de recria.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Criar galinhas poedeiras dá lucro? Sim, dá! Saiba como
- Vai vender ovos de galinhas? Conheça as exigências dos consumidores!

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


Conheça os Cursos a Distância CPT da área Avicultura.
Por Silvana Teixeira.

Cursos Relacionados

Curso Criação de Frango e Galinha Caipira Curso Criação de Frango e Galinha Caipira

Com Prof. Dr. Luiz Albino

R$ 475,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,58 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Processamento de Carne de Frango Curso Processamento de Carne de Frango

Com Prof.ª Ana Dell Isola

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos

Com Prof. Dr. Júlio Puppa

R$ 475,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,58 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Avicultura

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade