Adquira 2 ou mais Cursos CPT e ganhe Frete Grátis.

Plantio de milho: época ideal e como fazer a amostragem do solo

A coleta do solo para envio ao laboratório, antes do plantio de milho nas propriedades rurais, pode ser feita em qualquer época do ano, porém, recomenda-se no início da estação seca, após a colheita

Plantio de milho: época ideal e como fazer a amostragem do solo   Artigos Cursos CPT

A coleta do solo para envio ao laboratório, processo que deve ser realizado antes do plantio de milho nas propriedades rurais, pode ser realizada em qualquer época do ano, mas, como o tempo necessário para envio das amostras para o laboratório, o processamento pelo laboratório e o envio do resultado geralmente é muito longo, ela deve ser feita com, no mínimo, 90 dias de antecedência da necessidade da aplicação de corretivos ou das adubações. Por isso, é recomendado que o produtor realize a análise de solo no início da estação seca, logo após a colheita.

Material necessário para a amostragem de solo


- Um balde limpo e seco para cada camada a ser amostrada.
- Lápis.
- Sacos plásticos com capacidade de 1 kg.
- Etiqueta de identificação.
- Um plástico resistente para mistura de amostra simples.
- Trado específico para amostragem do solo ou uma pá reta e um enxadão.

“Antes de iniciar a amostragem, a superfície do solo (no ponto de coleta de cada amostra) deve ser limpa, removendo-se os restos vegetais sem, contudo, remover a camada superficial do solo”, afirma Dr. Glauco Vieira Miranda, professor do Curso a Distância CPT Produção de Milho em Pequenas Propriedades, em Livro+DVD e Curso Online.

Profundidade da amostra


Para que cada amostra simples seja igualmente representada na amostra composta, é importante que as amostras simples coletadas em uma gleba tenha o mesmo volume de solo. Para isso, deve-se tomar cuidado para coletar todas as mostras com a mesma profundidade, que deve ser, para as culturas anuais, de 20 cm de profundidade. Para a coleta, podem ser utilizados instrumentos desenvolvidos para amostragem de solos, chamados de trado, que são eficientes. Como a maioria dos agricultores não dispõe dessa ferramenta, a amostragem também pode ser feita com eficiência, utilizando-se uma pá reta ou um enxadão.

- Como fazer

Para a coleta da amostra, utilizando-se esses equipamentos mais simples, deve-se abrir um buraco com as suas paredes bem verticais, na forma de uma pequena trincheira, com profundidade um pouco maior que a indicada para a coleta, que no caso do milho é de 20 cm. A amostra deve ser coletada, cortando-se uma fatia de 4 cm de espessura em uma das paredes do buraco. Em seguida, com o solo ainda aderido ao instrumento, são cortadas as porções laterais do volume de solo, de forma a permanecer apenas os 4 cm centrais na amostra que estava aderida à pá ou ao enxadão. Essa amostra simples é, então, acondicionada em um balde limpo, sem nenhum resíduo de solo, adubo ou ração.

Amostragem do solo em área sob o sistema de plantio direto


Para área manejada sob o sistema de plantio direto, a amostragem deve ser feita de forma diferente. Nela, a amostragem deve ser feita, também, coletando-se uma porção homogênea de solo, retirada com enxadão ou pá de corte, no meio e transversalmente aos sulcos de plantio. Nos primeiros dois a três anos do sistema, recomenda-se que a amostra seja coletada em uma camada de 0 a 10 cm de profundidade e outra de 10 a 20 cm de profundidade. Nos anos seguintes, e para maior informação, amostrar em profundidades de 0 a 5 cm e outra de 5 a 20 cm.

O número de amostras simples, nesse caso, pode ser um pouco menor, indicando-se de 10 a 15 amostras simples por gleba.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Agricultura.
Por Silvana Teixeira.

 

Cursos Relacionados

Curso Análise de Solo e Recomendação de Calagem e Adubação Curso Análise de Solo e Recomendação de Calagem e Adubação

Com Prof. Eurípedes Malavolta, Prof. Dr. Godofredo César Vitti, Prof. Dr. Heitor Cantarella e outros

R$ 398,00 à vista ou em até 10x de R$ 39,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Milho em Pequenas Propriedades Curso Produção de Milho em Pequenas Propriedades

Com Prof. Dr. Glauco Vieira e Prof. Dr. João Carlos Cardoso

R$ 335,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Milhos Especiais Curso Produção de Milhos Especiais

Com Prof. Dr. Glauco Vieira e Prof. Dr. João Carlos Cardoso

R$ 335,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Agricultura

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade