Milho: produto agrícola de distribuição mundial

A maior parte do milho verde abastece os municípios brasileiros é produzido pela agricultura familiar

milho

O milho é cultivado em todo o Brasil, tanto na agricultura familiar quanto nas grandes empresas agropecuárias

O milho é cultivado em todo o Brasil, tanto na agricultura familiar quanto nas grandes empresas agropecuárias, estando presente em todas as cadeias produtivas de animais.

“É uma cultura de grande e diversificada utilização na sociedade moderna, e um dos produtos agrícolas de mais ampla distribuição mundial, tanto na produção, quanto no consumo em todo o mundo. No mundo moderno, dentre as espécies originárias das Américas, o milho é, certamente, o de maior importância econômica e social em nível mundial.”, afirmam os professores João Carlos  Cardoso Galvão e Glauco Vieira Miranda, do curso Produção de Milho em Pequenas Propriedades. Elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Cultivado em todo o Brasil, terceiro maior produtor mundial, o milho é usado tanto diretamente como alimento, quanto para usos alternativos. A maior parte de sua produção é utilizada como ração de bovinos, suínos, aves e peixes.

Em termos tecnológicos, o milho é a cultura que mais evoluiu no Brasil nos últimos anos, favorecendo principalmente os agricultores familiares, a partir do momento que passa a apresentar maior produtividade sem demandar grandes espaços para plantio. O resultado disso é que a maior parte do milho verde que abastece os municípios brasileiros é produzido pela agricultura familiar (fonte: www.mda.gov.br).

milho

O milho é usado tanto diretamente como alimento, quanto para usos alternativos

A produtividade é um aspecto fundamental na escolha do cultivar, mas a estabilidade também é um fator que, cada vez mais, é considerado, principalmente para a pequena produção, em que o agricultor não pode perder um ano agrícola.

É isto que caracteriza a estabilidade da produção, ou seja, cultivares estáveis são aqueles que, ao longo dos anos e dentro de determinada área geográfica, tem menor oscilação de produção, respondendo à melhoria do ambiente que ocorre em anos mais favoráveis, não tendo grandes quedas de produção nos anos mais desfavoráveis.

Tipos de milho
Há dois diferentes tipos de milho disponíveis para plantio, o híbrido e o variedade. O produtor deve se informar sobre as vantagens e desvantagens de cada um, antes de fazer a escolha. O variedade mantém a qualidade genética ao longo das gerações, se for plantado isoladamente. Já o híbrido, não.

Caso opte pelo híbrido, o produtor terá que comprar as sementes anualmente. Há quatro tipos de milho híbrido no mercado para a venda: intervarietais, resultantes do cruzamento entre duas variedades; simples, provenientes do cruzamento entre duas linhagens; triplos, procedentes do cruzamento de um híbrido simples e uma linhagem; duplos, oriundos do cruzamento de dois híbridos simples. Os híbridos duplos e triplos são os mais comumente utilizados.

As sementes do tipo híbrido são indicadas para produções em larga escala, onde haja um alto investimento, com equipamentos e máquinas sofisticados. É bom ressaltar que as sementes não devem ser reaproveitadas em plantações posteriores, pois a produtividade sofre uma queda considerável, de pelo menos 20%. As do tipo variedade também não devem ser reutilizadas. Elas têm sido bastante empregadas na cultura, pois além do preço mais acessível, garantem estabilidade à produção.

Para alcançar uma boa safra, é preciso que o cultivo seja realizado em terra fértil

Preparo do solo
Para alcançar uma boa safra, é preciso que o cultivo seja realizado em terra fértil. Portanto, é imprescindível preparar o sol. O preparo do solo é realizado de forma a realizar o controle de plantas daninhas e alterar as condições de aeração, umidade e temperatura, pela eliminação de impedimentos de natureza química e física, de forma a criar condições propícias para a germinação das sementes e para o desenvolvimento das plantas.

Para cumprir esse objetivo, nem sempre é necessário que o produtor realize o preparo do solo em toda a área de cultivo. Isso vai depender das suas condições, que estão relacionadas ao tipo de solo e suas propriedades físicas e químicas, mas também a outras características da área de plantio. Mais uma vez, não é possível generalizar e recomendar o preparo ideal do solo para todas as condições. A análise conjunta dos fatores é que determinará qual será o melhor preparo de solo para a sua área.

Plantio
O modo de disponibilizar as sementes ao longo do terreno não é aleatório, pois dificultaria a adubação, o controle de plantas daninhas e a própria colheita. Portanto, a plantação manual ou mecanizada devem sempre ter medidas precisas. As fileiras devem ser espaçadas de 90 cm a 1,0 m, e, no caso do plantio manual, as covas devem ser espaçadas de 40 cm a 50 cm. Vale citar que deve-se depositar de duas a três sementes de milho em cada cova. Durante o plantio, duas operações são realizadas simultaneamente: a semeadura e a adubação de plantio.

O planejamento do plantio é muito importante para que o produtor não tenha surpresas e perca a melhor época, ou não consiga a semente que melhor se adapte às suas condições de plantio. Não se esqueça que o plantio determina o início do processo de desenvolvimento da planta e, se não for efetuado de forma correta, todo o resto do ciclo da planta será comprometido.

milho

As fileiras devem ser espaçadas de 90 cm a 1,0 m, e, no caso do plantio manual, as covas devem ser espaçadas de 40 cm a 50 cm

O primeiro passo no planejamento é adquirir a semente do cultivar que será utilizado. Antes de receber as sementes, o produtor deve reservar uma área limpa, arejada e ao abrigo das intempéries como a chuva e o sol para armazená-la até o dia do plantio.

Distribuição das plantas
A utilização correta do número de plantas por hectare é fundamental para uma boa produtividade e menos problemas com doenças e acamamento das plantas. A definição da densidade de plantio é em função de diversos fatores, sendo o principal o cultivar utilizado. Além do cultivar, o produtor deve considerar outros fatores como a fertilidade e a umidade. Quanto maior a densidade, dentro da capacidade do cultivar utilizado, geralmente, acarretam maiores produtividades, mas o produtor deve garantir as condições ótimas para as plantas. Como, normalmente, essa não é a realidade para a maioria das culturas que estão sujeitas a períodos de seca, por exemplo, densidades mais baixas podem ser preferidas em pequenas propriedades.

Profundidade de plantio
A profundidade de plantio do milho também depende de uma série de fatores do solo como o seu tipo, sua umidade e a sua temperatura. Semente deve ser plantada a uma profundidade tal que a mesma tenha contato adequado com o solo úmido. Dessa forma, quanto maior a profundidade maior será a umidade do solo, mas também será mais difícil da semente romper a camada do solo acima dela. Em solos argilosos ou pesados, como é mais difícil da planta romper a camada do solo, a semente deve ser colocada mais superficialmente, entre 3 e 5 cm. Já em solos arenosos ou leves, o plantio pode ser mais profundo, chegando a 7 cm, no máximo.

Adubação de plantio
As condições de solo e clima no Brasil são bastante diferentes e por isso a recomendação de adubação é feita de forma regional, com vários estados desenvolvendo tabelas próprias, sendo as mais importantes as dos estados de Minas Gerais, São Paulo e Goiás. O produtor sempre deve recorrer à recomendação de um engenheiro agrônomo e de acordo com as suas condições. Em todas elas, a adubação ocorrerá em função do teor do nutriente, verificado a partir da análise do solo e da produtividade esperada de milho.

milho

os grãos são secados em lotes, de acordo com o equipamento utilizado e com a armazenagem

Secagem
O produtor sempre deve fazer o processo de secagem do milho. Normalmente, ele é feito em condições naturais, evaporando a água contida nos grãos pela exposição ao sol. A secagem natural do grão de milho na planta ainda é um método corriqueiro em muitas propriedades brasileiras. Esse tipo de colheita, em que ocorre a permanência do milho no campo, traz o inconveniente de expô-lo a condições adversas de clima, ao ataque de pragas e maior susceptibilidade de trincamento na trilhagem. Geralmente, os grãos são secados em lotes, de acordo com o equipamento utilizado e com a armazenagem.

Armazenamento
É quase uma tradição o armazenamento do milho, em pequenas propriedades, ser realizado em espigas e em paiol, o que não quer dizer que se possa utilizar essa tecnologia, de forma que a preservação seja eficiente. A qualidade do milho armazenado e a sua perda durante o armazenamento é dependente de vários fatores, como o cultivar e a época da colheita.


Confira mais informações, acessando os cursos da área Agricultura.

Por Silvana Teixeira

 

 

Cursos Relacionados

Curso Cultivo de Milho Hidropônico - Para Alimentação Animal Curso Cultivo de Milho Hidropônico - Para Alimentação Animal

Com Prof. Augusto Neves

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Milho em Pequenas Propriedades Curso Produção de Milho em Pequenas Propriedades

Com Prof. Dr. Glauco Vieira e Prof. Dr. João Carlos Cardoso

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Formação de Pastagens com Braquiária em Consórcio com Milho Curso Formação de Pastagens com Braquiária em Consórcio com Milho

Com Prof. Dr. Dr.Adriano Jakelaitis, Prof. Dr. Francisco de Freitas e Prof. Dr. Lino Ferreira

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Milhos Especiais Curso Produção de Milhos Especiais

Com Prof. Dr. Glauco Vieira e Prof. Dr. João Carlos Cardoso

R$ 438,00 à vista ou em até 12x de R$ 36,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Agricultura

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade