WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Fatores determinantes para o sucesso do milho irrigado

Para evitar perdas durante a seca, o produtor de milho deve investir em um bom sistema de irrigação

Fatores determinantes para o sucesso do milho irrigado

“O índice pluviométrico da região determina o melhor momento da semeadura do milho. Vale ressaltar que o grão é exigente em 800 mm de água ao longo do ciclo. Sendo assim, um longo período de estiagem pode impactar negativamente na produtividade do milho, com redução de até 50% na produção. Daí a importância da irrigação”, explica Glauco Vieira Miranda, professor do Curso CPT Produção de Milhos Especiais.

Para evitar perdas durante a seca, o produtor de milho deve investir em um bom sistema de irrigação. Quando bem projetado, ele maximiza a produtividade e a qualidade do milho, além de permitir a produção de milho no período de entressafra. Entretanto, é importante considerar alguns fatores determinantes para o sucesso do milho irrigado. Mas quais são eles?

Índice pluviométrico 


No veranico, a produtividade e a qualidade do milho são seriamente comprometidas. Em especial para os produtores de sementes, pois o preenchimento de grãos nas espigas é afetado pela falta de chuva. Daí a extrema necessidade da implantação de um bom sistema de irrigação. O mesmo vale para produtores de milho verde, pois a cultura deve ser irrigada em todas as fases do ciclo. Até mesmo em regiões com bom índice pluviométrico, o investimento em irrigação traz bons resultados.

Disponibilidade de água


Outro fator a ser considerado pelo produtor é a disponibilidade de água na propriedade, se originada de reservatórios, poços, lagos ou rios. Caso contrário, não há viabilidade técnica nem econômica para a implantação do sistema. Antes de escolher o sistema de irrigação para a lavoura de milho, é indispensável avaliar a qualidade da água, a distância entre a fonte e a lavoura de milho, a altura para o bombeamento da água, o volume de água disponível e a vazão da fonte para suprir a demanda no pico de desenvolvimento da cultura.

Exigências hídricas do milho


Quando a cultura de milho entra na fase de florescimento e enchimento de grãos, ela atinge o máximo de requerimento de água. Por essa razão, durante essa fase do ciclo, em hipótese alguma, o produtor deve negligenciar a irrigação da cultura – caso contrário, a planta pode sofrer estresse hídrico. O sistema de irrigação é fundamental não apenas para o fornecimento adequado de água à cultura ao longo do ciclo como também para atender eficientemente a demanda de água no período de pico.

Impacto na produtividade


Seja para produção de grãos, seja para produção de milhos especiais, o produtor deve avaliar qual o impacto da irrigação na sua lavoura de milho. Se surtirá, de fato, bons resultados no desempenho produtivo da cultura. Quando o projeto de irrigação é planejado por profissional especializado, aumentam-se a produtividade do milharal e a eficiência dos fertilizantes na cultura. Sem falar que é possível maior densidade de plantas por hectare, principalmente se forem cultivados milhos híbridos mais responsivos ao sistema de irrigação.

Conheça os Cursos CPT da Área Agricultura.

Leia o artigo "Saiba as melhores épocas para plantar milho."

Fonte: blog.aegro.com.br

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!