WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como coletar amostras do solo para análise em laboratório

De nada adianta escolher o melhor laboratório da região se as amostras do solo não forem coletadas corretamente

Como coletar amostras do solo para análise em laboratório

Na análise do solo, avaliam-se a fertilidade e acidez do solo para implantar programas de adubação e calagem mais eficientes e assertivos. Entretanto, “de nada adianta escolher o melhor laboratório da região se as amostras do solo não forem coletadas corretamente”, ressalta Godofredo César Vitti, Doutor em agronomia e professor do Curso CPT Análise de Solo e Recomendação de Calagem e Adubação.

Quando coletar as amostras do solo?


As amostras do solo podem ser coletadas ao longo do ano. Entretanto, recomenda-se a coleta no início da estiagem (outono-inverno). Além disso, é essencial aguardar 60 dias (no mínimo) após a última adubação ou 120 dias antes do plantio. A amostragem deve ser realizada, todos os anos, para monitorar a fertilidade e a acidez do solo. Caso a lavoura apresente algum sintoma de deficiência de nutrientes, as coletas devem ser mais frequentes.

Como coletar as amostras do solo?


Dividir a área em talhões

A área deve ser dividida, uniformemente, em talhões com até 20 hectares. No procedimento, devem ser considerados a topografia do terreno; a capacidade de drenagem do solo; a suscetibilidade de erosão; o tipo, a textura e a cor do solo; a cultura anterior ou as espécies vegetais existentes no local.

Coletar amostras em zigue-zague

Durante a coleta, caminha-se em zigue-zague. São coletadas 20 amostras simples para constituir uma amostra composta. Áreas que possam comprometer os resultados da análise do solo devem ser evitadas, como locais próximos a estradas ou edificações; locais com erosão; locais com formigueiros; bem como locais onde são depositados calcário ou adubo.

Coletar a mesma quantidade de terra

Com o auxílio de um trado, devem ser coletadas amostras com profundidade de até 20 centímetros. De cada ponto de coleta, deve ser coletada a mesma quantidade de terra a ser colocada em um balde limpo. Depois, as amostras simples coletadas desses pontos devem ser misturadas para formar uma amostra composta.

Identificar as amostras

Em seguida, devem ser retiradas 300 gramas dessa amostra composta a ser colocada em um saco plástico limpo. Assim que for embalada, ela deve ser identificada com nome do proprietário, endereço, talhões onde foram coletadas as amostras, profundidade da coleta e data da coleta. Todo o processo deve ser repetido em outras áreas da propriedade.

Conheça os Cursos CPT da Área Agricultura:

Análise de Solo e Recomendação de Calagem e Adubação

Aplicação Econômica de Adubos

Técnicas Mecânicas de Conservação de Água e Solo

Fonte: Compre Rural - comprerural.com
            Aegro - blog.aegro.com.br

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!