WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Amostragem e análise do solo para aplicação econômica de adubo

O melhor recurso para se definir as características de fertilidade de um solo é a análise química laboratorial, utilizando-se para isto amostras retiradas do local destinado ao plantio

Amostragem e análise do solo para aplicação econômica de adubo   Artigos CPT

Você deve estar se perguntando: como fazer a amostragem de solo em cultura anual? Pois bem, fique sabendo, então, que o melhor recurso para se definir as características de fertilidade de um solo é a análise química laboratorial, utilizando-se para isto amostras retiradas do local destinado ao plantio, explica Júlio César Lima Neves, professor do Curso CPT Aplicação Econômica de Adubos.

Para fazer a amostra que deverá ser enviada ao laboratório, é preciso:


- Dividir o terreno em glebas de acordo com o relevo e o uso;
- Coletar vinte amostras simples de pontos diferentes da gleba que será analisada;
- Homogeneizar essas vinte amostras simples para obter uma amostra composta da gleba (para analisar todas as glebas, obter uma amostra composta para cada uma); e
- Armazenar uma parte da amostra composta (aprox. 200 g) em um saco higienizado e enviar para o laboratório.

Junto a essa amostra, deve-se colocar uma etiqueta protegida contra umidade e outros fatores que possam manchá-la ou apagá-la. É importante que essa etiqueta informe o nome da propriedade, o vegetal cultivado na gleba amostrada, o tipo de relevo da gleba e a que profundidade a coleta foi feita.

As ferramentas que podem ser utilizadas para coletar as amostras são: pá reta, trado holandês, trado de caneca, trado de rosca e trado tipo sonda e a periodicidade da análise do solo vai depender da intensidade de manejo aplicado à lavoura e da textura do solo. Se o solo for cultivado intensamente e sua textura for arenosa, são recomendadas amostragens e análises mais frequentes para monitorar sua condição química. Para solos argilosos, o intervalo de tempo pode ser um pouco maior.

Uma análise de solo bem feita permite responder às seguintes questões:


- Qual ou quais nutrientes devem ser aplicados na adubação?
- Em que doses esses nutrientes deverão ser aplicados?
- Como os nutrientes devem ser aplicados?
- A que custo deverão ser aplicados?

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


Acidez do solo e sua correção para aplicação econômica de calcário

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Agricultura.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!