WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"reflorestamento-de-areas-degradadas"

Projeto de lei obriga que governo compre apenas madeira de reflorestamento

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 3339/12, que obriga o poder público a comprar apenas madeira de reflorestamento. Segundo a proposta, a madeira precisa ser certificada por órgãos oficiais do governo, vindas de áreas reflorestadas autorizadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), cultivadas de modo sustentável, economicamente viável e respeitando a igualdade social.

Governo do Estado de SP dá R$ 15 mil para agricultores

Produtores rurais do Estado de São Paulo que se interessarem em recuperar áreas ambientalmente degradadas por erosão em suas propriedades serão premiados. Os recursos são do Projeto Integra SP - Recuperação de Áreas Degradadas por Grandes Erosões (Radge) e estão disponíveis a acesso via Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista - o Banco do Agronegócio Familiar (Feap/Banagro), programa do Governo paulista executado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento.

Recuperação de áreas degradadas acelera o processo de sucessão ecológica

Especial - A sucessão ecológica está intimamente ligada à recuperação de áreas degradadas. Ela ocorre naturalmente... E mais: veja, no vídeo, as espécies florestais frutíferas nativas que têm papel importante na restauração das áreas degradadas

80% das pastagens do Brasil estão degradadas, relata especialista

Estima-se que a área de pastagens do Brasil compreende 190 milhões de hectares, ocupando aproximadamente 22% do território brasileiro, afirma Adilson de Paula Almeida Aguiar, graduado em Zootecnia pela Faculdade de Agronomia e Zootecnia de Uberaba – FAZU; especializado em Solos e Meio Ambiente pela Escola Superior de Agricultura de Lavras – ESAL, e em Metodologia do Ensino Superior pela Associação Brasileira de Ensino Agrícola Superior – ABEAS. Da área total de pastagens, 80% encontrava-se em algum estágio de degradação, sendo que mais da metade estava precisando urgentemente de intervenção (BUNGENSTAB, 2011).

Várias alternativas para o uso de sementes florestais

A produção de sementes florestais requer, principalmente, que se defina o objetivo do empreendimento. Existem várias alternativas de uso de sementes, tais como, o fornecimento para reflorestamento, arborização de ruas, confecção de brindes ou souvenirs. Se o desejo é produzir para alguma empresa em particular, é necessário se informar das suas exigências quanto a qualidade da madeira ou outras informações específicas.

Silvicultura sustentável cresce no Tocantins

O Tocantins foi criado há 24 anos e, desde então, o cenário do agronegócio tem mudado bastante. Uma das atividades mais importantes no estado é a silvicultura, que tem ajudado a recuperar áreas degradadas e gerado renda para os produtores rurais. As principais espécies plantadas são a teca, a acácia mangium, a seringueira e o eucalipto.

Como fazer vela degradê

A criatividade e a sensibilidade por parte do empreendedor que atua com a criação de velas é fundamental para que o seu negócio dê certo. O proprietário de uma fábrica de velas deve procurar o uso exclusivo de matéria-prima de primeira qualidade, isto definirá o valor que seu produto terá no mercado.

Produção de carne e leite pode ser triplicada com a recuperação de pastagens

Agrônomos e ambientalistas estão convencidos de que a recuperação de pastagens degradadas é a solução para conciliar a produção de carne e leite na Amazônia com a preservação da floresta. Essa foi a conclusão da reportagem divulgada na última edição no Jornal Nacional, da Rede Globo.

Construção civil pode substituir areia por bagaço de cana

O reaproveitamento das cinzas geradas com a queima de bagaço de cana na produção de concreto, no setor da construção civil, poderá transformar o resíduo em mais um subproduto da cana. A técnica para produção de concreto foi desenvolvida pelo pesquisador e professor da UFSCAR - Universidade Federal de São Carlos, Almir Sales, e vem sendo estudada há quatro anos.

Projeto pretende exportar mel ecológico

O projeto Casa do Mel, de iniciativa do Instituto Terra, pretende recuperar áreas degradadas da Mata Atlântica no Vale do Rio Doce e desenvolver a área rural de modo sustentável. Para isso, busca aperfeiçoar a apicultura da região, que já tem gerado emprego e renda. O projeto é feito em parceria com a empresa Legambiente.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!