WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"curso-passo-a-passo-para-se-obter-cafe-de-qualidade"

Lanchonete - funcionários bem treinados são o segredo para a qualidade

A qualidade de um produto não é feita somente com a adequação do meio ambiente, uso de máquinas, métodos e matérias-primas adequadas. A verdade é que sem o elemento humano nada se produz, e, portanto, ele é quem faz a qualidade de um produto ou de um serviço e é o elemento central na implantação de sistemas de qualidade em qualquer organização. Dessa maneira, todas as pessoas que compõem a organização precisam ser conscientizadas para a qualidade, pois são responsáveis pela qualidade dos produtos e dos serviços prestados. Portanto, todas as pessoas que trabalham ou prestam serviços para uma lanchonete precisam estar conscientes da sua importância e da sua parcela de contribuição para se obter uma boa qualidade.

Como manter a qualidade do café?

São muitas as preocupações com o café, visando preservar o máximo possível a qualidade dos grãos que a lavoura naturalmente oferece. Em outras palavras, se devidos cuidados não forem tomados, o seu produto certamente terá perdas significativas em sua qualidade. E estas perdas serão tanto maiores quanto for a falta de informações técnicas. A falta de cuidados e de experiência em lidar com o produto a partir do momento que ele se encontra em condições de ser colhido.

Receitas com café: Pavê Gelado de Café e Sorvete de Café

O café é tema de reiterados estudos e muitas conclusões indicam um caminho já bem conhecido pelos apreciadores dessa bebida: o café é benéfico à saúde. Além da cafeína, o café apresenta lactona cuja atuação beneficia o cérebro, estimulando a memória, a atenção e a concentração. Da mesma forma, o consumo de café diminui a ocorrência de apatia e de depressão. A bebida também pode prevenir o consumo de drogas e álcool.

Café orgânico é livre de agrotóxicos, não agride o meio ambiente e preserva a natureza

O mercado para o café orgânico tem crescido sensivelmente. A preferência pelo consumo de produtos naturais, revela um número cada vez maior de pessoas que visam alimentos cultivados por meio de práticas que não agridam o meio ambiente, ou seja, alimentos especialmente produzidos sem o recebimento de agrotóxicos e cultivados por meio de tecnologias que não contaminam o ambiente, não causam erosão do solo e açoreamento de rios, dilapidando os recursos naturais. A produção de café orgânico, então, passa a ser uma filosofia de vida ética. É também uma busca contínua pela qualidade de vida do ser humano e da natureza como um todo.

Classificação do café para torrefação

Antes de seguir para o processo de torrefação são avaliados diferentes padrões de qualidade do café, os quais são estabelecidos de acordo com os seguintes critérios, como a presença de impurezas; o tamanho e cor dos grãos; e as características sensoriais, ou seja, o aroma e o sabor do café, entre outros. A avaliação desses parâmetros é feita por meio da classificação do produto, a qual deverá ser feita antes do café ser armazenado.

A importância do pré-processamento do café

A qualidade do café encontra-se associada às condições de clima e de solo, onde as lavouras encontram-se implantadas, e às formas de pré-processamento do produto. No entanto devido à sua grande extensão territorial, o Brasil possui lavouras de café implantadas em locais com diferentes características, o que pode resultar na obtenção de produtos com diferentes níveis de qualidade.

Pudim de café - aprenda fazer

O fim de semana está chegando, você receberá visitas em casa e não tem a menor ideia do que servir após a refeição? Então, prepare-se! A boa sugestão que temos hoje é a de preparar um delicioso pudim de café. A receita é de fácil e rápido preparo, leva ingredientes comuns, mas o sabor não tem igual, é característico, delicioso e inconfundível. Quer saber como fazer? Siga o passo a passo abaixo

Secagem do café: etapa mais importante para um produto de qualidade

A secagem de café é comparativamente mais difícil de ser executada que a de outros produtos. "Além do elevado teor de açúcar presente na mucilagem, o teor de umidade inicial, geralmente ao redor de 60% b.u., no momento da colheita, faz com que a taxa de deterioração, logo após a colheita, seja bastante alta", afirma Dr. Juarez de Souza e Silva, professor do Curso a Distância CPT Construção e Operação de Terreiro-Secador de Café, em Livro+DVD e Curso Online.

Quais os grãos de café mais produzidos no Brasil?

Nosso país lidera como um dos maiores produtores e exportadores de café do ranking mundial. De todos os estados, Minas Gerais é o que mais produz e exporta café, além de abranger praticamente a metade da produção nacional. Atualmente, os grãos de café mais produzidos no Brasil são o arábica e o conilon (ou robusta).

Descubra as vantagens dos secadores de café

No Brasil, o cafeicultor faz a secagem do café em terreiro suspenso ou chão cimentado. Entretanto, secar café dessa forma expõe os frutos ao tempo, o que pode levar à sua fermentação e consequente perda de qualidade. Por outro lado, a secagem do café em secadores economiza em mão de obra, otimiza o processo de secagem e melhora o padrão qualitativo do café.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!