WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Piscicultura recebe incentivo do governo para aumento da produção

Hoje, dia do pescador, não faltam motivos para esse profissional se alegrar

A meta do governo é produzir mais de um milhão de toneladas de peixes neste ano.

 

A meta do governo é produzir mais de um milhão de toneladas de peixes neste ano.

 

O Ministério da Pesca e Aquicultura disponibilizou R$ 1,5 bilhão em crédito para o ciclo reprodutivo de 2010/2011. O pacote foi anunciado pelo ministro Altemir Gregolin, na última segunda-feira, 28, com o lançamento do Plano Safra das Águas.

A meta do governo é produzir 1,43 milhão de toneladas de peixes neste ano, aumentando a produção em quase 500 mil, em relação ao ano de 2007. Outra meta do financiamento é diminuir o preço do pescado, o que pode ser feito a partir da modernização das embarcações nacionais e da melhoria da qualidade, com o intuito de aumentar o consumo do produto no país.

Pesquisas revelam que, nos últimos três anos, a escolha pela carne de peixe cresceu 15%. De acordo com o professor Manuel Vazquez Vidal Junior, no curso Criação de Tilápias, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, “o Brasil ainda apresenta pequena produção de pescado, porém, é um país com grande potencial, em função das condições climáticas favoráveis e da abundância de recursos hídricos. O mercado consumidor está em expansão e isso permite que novos produtores possam ingressar na atividade sem interferir no preço da carne”.

Um dos destaques das novas linhas de financiamento é o Projeto Revitaliza, que pretende melhorar  10 mil embarcações para pesca de pequeno porte, artesanal. O limite por beneficiário, nesse caso, é de R$ 130 mil, com juros de 2% ao ano e prazo de pagamento de até 10 anos, contando com 3 anos de carência.

O Moderinfra – crédito para modernização da infraestrutura de pesca e aquicultura, é uma novidade, apresentando juros de 6,75% ao ano e propiciando pagamento em até 12 anos. Esse recurso é destinado à cooperativas e grandes empresários que necessitem de câmaras frigoríficas.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Igor Moura Ferreira dos Santos

16 de fev de 2020

Sou do Rio de janeiro, estou querendo fazer criação de tilápias. Tenho uma área muito boa de 350 mil metros

Anetólio Pereira dos Santos

15 de mar de 2013

Tenho uma pequena propriedade no norte de Minas e estou interessado em empreender na piscicultura. Procurei o banco do Nordeste de Janaúba e o gerente me enformou que nada sabe sobre o incentivo do governo. O que fazer?

Resposta do Portal Cursos CPT

18 de mar de 2013

Olá, Anetólio!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

A presidente Dilma, no dia 25 de outubro de 2012, lançou o “Plano Safra de Pesca e Aquicultura”, que consiste em destinar R$ 4,1 bilhões para a expansão da aquicultura, modernização da pesca e fortalecimento da indústria e do comércio pesqueiro, com a finalidade de produzir 2 milhões de toneladas anuais até 2014.

O público-alvo deste plano será aquicultores familiares e comerciais, pescadores artesanais, armadores de pesca, agricultores familiares e indústrias do setor.

Linhas especiais de crédito serão concedidas a pescadores e aquicultores familiares, mulheres pescadoras e aquicultoras, marisqueiras e jovens empreendedores, cooperativas e associações. A ideia é gerar renda e emprego para milhares de brasileiros e ofertar um alimento saudável à população.

Para saber como participar do Plano Safra, recomendamos que procure o BNDES – Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social da sua cidade ou região, para ter mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Luciano Guimarães

15 de mar de 2013

Gostaria de saber como faço para tentar conseguir este incentivo.

Resposta do Portal Cursos CPT

15 de mar de 2013

Olá, Luciano!

Ficamos felizes por sua visita e comentário em nosso site.

A presidente Dilma, no dia 25 de outubro de 2012, lançou o “Plano Safra de Pesca e Aquicultura”, que consiste em destinar R$ 4,1 bilhões para a expansão da aquicultura, modernização da pesca e fortalecimento da indústria e do comércio pesqueiro, com a finalidade de produzir 2 milhões de toneladas anuais até 2014.

O público-alvo deste plano será aquicultores familiares e comerciais, pescadores artesanais, armadores de pesca, agricultores familiares e indústrias do setor.

Linhas especiais de crédito serão concedidas a pescadores e aquicultores familiares, mulheres pescadoras e aquicultoras, marisqueiras e jovens empreendedores, cooperativas e associações. A ideia é gerar renda e emprego para milhares de brasileiros e ofertar um alimento saudável à população.

Para saber como participar do Plano Safra, recomendamos que procure o BNDES – Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social da sua cidade ou região, para ter mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Anetolio Pereira dos santos

1 de dez de 2012

Tenho uma propriedade e tenho interesse de entra na área de piscicultura. Qual o incentivo do governo hoje, e como participar?

Resposta do Portal Cursos CPT

17 de dez de 2012

Olá, Anetólio!

Ficamos felizes por sua visita e comentário em nosso site.

A presidente Dilma, no dia 25 de outubro de 2012, lançou o “Plano Safra de Pesca e Aquicultura”, que consiste em destinar R$ 4,1 bilhões para a expansão da aquicultura, modernização da pesca e fortalecimento da indústria e do comércio pesqueiro, com a finalidade de produzir 2 milhões de toneladas anuais até 2014.

O público-alvo deste plano será aquicultores familiares e comerciais, pescadores artesanais, armadores de pesca, agricultores familiares e indústrias do setor.

Linhas especiais de crédito serão concedidas a pescadores e aquicultores familiares, mulheres pescadoras e aquicultoras, marisqueiras e jovens empreendedores, cooperativas e associações. A ideia é gerar renda e emprego para milhares de brasileiros e ofertar um alimento saudável à população.

Para saber como participar do Plano Safra, recomendamos que procure o BNDES – Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social da sua cidade ou região, para ter mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!