WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

Manejo nutricional é parceiro da saúde e bem estar dos suínos

A alimentação é um fator importante tanto para a saúde dos suínos como para a rentabilidade da granja

Existem no mercado diversos tipos de rações.

O fornecimento de alimentação sadia, que atenda às necessidades nutricionais dos suínos, é fundamental à saúde e ao bem estar dos animais em todos os estágios da produção. Existe uma variedade de alimentos que podem ser oferecidos, porém, por causa de seu estômago monogástrico simples, os porcos requerem mais concentrados e menos fibras do que bovinos, caprinos e equinos.

Existem no mercado diversos tipos de rações, como as comerciais de uso imediato, concentrados que misturados ao milho tornam-se rações balanceadas e alimentos para a fabricação de ração na própria granja. Nesse caso, é importante seguir rigorosamente as instruções do fabricante contidas nos rótulos das sacarias.

O professor Paulo César Brustolini, no curso Manejo de Leitões – do Nascimento ao Abate, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, ressalta que “a composição de uma ração balanceada misturada na própria granja, deve conter alimentos energéticos, como  fubá de milho, sorgo, farelo de trigo, farelo de arroz, entre outros; proteicos, como farelo de soja, farelo de amendoim, farinha de peixes, farinha de carne, entre outros; fontes de minerais e vitamina”.

O fornecimento de ração pré-inicial é recomendado para leitões a partir do sétimo dia, em comedouros na maternidade, a até 14 dias após o desmame, podendo-se estender o fornecimento a até 21 dias após, no caso de leitões mal nutridos ou muito fracos ao desmame. Para leitões desmamados com 42 dias de idade ou mais, a troca de ração pré-inicial por inicial pode ser feita uma semana após o desmame, mas nunca ao mesmo tempo.

A troca deve ser feita, preferencialmente, de forma gradual, misturando-se proporções cada vez maiores de ração inicial com a pré-inicial, de forma que em três ou quatro dias esteja completa. O consumo pode ser estimulado por meio do fornecimento de rações peletizadas ou líquidas. Estas últimas melhoram o desempenho com o aumento do consumo, principalmente nos leitões que desmamam com menor peso.

Curso CPT - Manejo de Leitões do Nacimento ao Abate

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!