WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

#fiqueemcasa Vamos nos unir nessa corrente: só o conhecimento constrói o amanhã!

Entenda como é feita a limpeza de pele profissional

Os cuidados com a pele a deixam mais bonita e saudável

 

 A limpeza profissional remove células mortas, acne, rejuvenesce e deixa a pele mais bonita. Foto: reprodução.

Você lava o rosto várias vezes ao dia e acha que sua pele está limpa, certo? Mas, não é bem assim. O sabonete e a maioria dos produtos de limpeza facial não removem toda a sujeira, principalmente aquela que fica nas camadas mais profundas da pele. No caso de quem tem acne, o problema é ainda maior. Para isso, é preciso um tratamento mais completo, com produtos específicos.

Uma boa solução para o problema é a limpeza de pele. Existem diversos métodos e produtos. De um modo geral, ela é composta pelas etapas de higienização, esfoliação, aplicação de agentes emolientes, extração de cravos e espinhas, uso de produto para acalmar a pele, hidratação e proteção solar. Iremos detalhar cada etapa, mas é necessário entender que todas são importantes e complementares. No entanto, dependendo do tratamento, do produto e até da clínica de estética, a limpeza pode variar um pouco.

A limpeza em si só é recomendada para ser feita por profissionais, o que não impede que se tenha alguns cuidados em casa. Alguns produtos para a esfoliação podem ser usados uma a duas vezes por semana. Já as loções de limpeza e hidratantes devem ser aplicados todos os dias, assim como o protetor solar, que é fundamental para uma pele bonita e saudável.

A higienização é feita com loções e emulsões que retiram a maquiagem e as impurezas superficiais, enquanto a esfoliação é feita com microabrasivos, que retiram as células mortas. O ato de esfoliar também ajuda a abrir os poros e a eliminar pequenos cravos e espinhas superficiais. Para remover os maiores e mais profundos, antes é preciso aplicar um produto com ação emoliente, que pode ser uma máscara, um creme ou loção, para facilitar a saída deles.

Com a aplicação de substâncias emolientes e os poros mais abertos, é hora de retirar os cravos e as espinhas. Em geral, o processo é feito manualmente (com os dedos protegidos), mas algumas clínicas possuem aparelhos próprios para a sucção. Em ambos os casos, é preciso ter muito cuidado, sendo que a máquina não é indicada para peles sensíveis. A extração de cravos e espinhas só deve ser feita depois da realização dos procedimentos anteriores. Caso contrário, eles podem infeccionar e provocar manchas, ou seja, resista à tentação de espremê-los!

Depois de retirar os cravos, é preciso aplicar um produto calmante para ajudar na recuperação da pele, que pode ser uma máscara, um creme, ou até chás, preferência de muitas clínicas. Muitos profissionais preferem produtos naturais nessa etapa, como camomila e chá verde, que são mais suaves. Nos casos mais graves, principalmente em peles com acne, é importante aplicar anti-inflamatórios e cicatrizantes.

Por fim, a pele recebe um produto hidratante que é aplicado com uma massagem. Esta pode ter diversas funções, como rejuvenescimento e lifting, dependendo dos movimentos e do princípio ativo do produto. É bom evitar produtos oleosos, que podem entupir os poros e aumentar a incidência de acne. Em seguida, é aplicado um protetor solar.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!