WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Cursos da Área Curso Gestão na Pecuária de Corte Curso Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Nutrição de Bovinos de Corte Curso Alimentação de Bovinos de Corte Curso Como Avaliar Bovinos de Corte para Compra e Seleção Curso Cria de Bezerros de Corte Curso Bovinos de Corte em Confinamento - Instalações, Produção de Alimentos e Escolha dos Animais Curso Instalações e Equipamentos para Pecuária de Corte Curso Como Aumentar a Rentabilidade na Pecuária de Corte Curso Recria de Bezerros de Corte Curso Manejo Racional de Gado para Vaqueiro Curso Bovinos de Corte em Confinamento - Manejo e Gerenciamento Curso Transferência de Embriões e Fertilização in Vitro Curso Prevenção e Controle de Doenças em Bovinos - Verminose Curso Casqueamento e Correção de Aprumos em Bovinos Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Como Fazer uma Estação de Monta Curso Melhoramento Genético de Gado de Corte Curso Técnicas para Produzir mais Bezerros Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Avaliação e Tipificação de Carcaças Bovinas Curso Cruzamento Industrial Red Angus X Nelore Curso Produção de Novilho Superprecoce Curso Produção de Novilho Precoce Curso Terminação de Bovinos em Pasto Curso Criação de Touros Curso Cruzamento Industrial Limousin X Nelore Áreas Afins 32Gado de Leite 17Pastagens e Alimentação Animal 2Produção Orgânica de Leite Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Cruzamento industrial gera bovino com rápido ganho de peso

Mais precoce que o nelore, o bovino gerado pelo cruzamento industrial segue mais cedo para o abate, com apenas 2 anos de vida

Cruzamento industrial de bovinos
 

Após seis anos de enérgicas pesquisas feitas pela Embrapa (em parceria com a UFPI - Universidade Federal do Piauí), foram gerados bovinos tropicais com grande aptidão para produção de carne (45 kg a mais que os demais bovinos de corte).

Esse resultado surpreendente foi alcançado graças às técnicas avançadas de cruzamento industrial. Os pesquisadores cruzaram a raça de touro Curraleiro pé-duro (Bos taurus taurus) com a fêmea da raça Nelore (Bos indicus indicus) e obtiveram prole com alto ganho na carcaça.

Mais precoce que o nelore, o bovino gerado pelo cruzamento industrial segue mais cedo para o abate (2 anos de vida), com rápido ganho de peso, nas mesmas condições de pastagem que um animal comum.

Esse rápido ganho do mestiço vem de sua menor estatura (Nelore), o que possibilita ao animal um bom desenvolvimento em piquetes menores. Com isso, a taxa de lotação na mesma pastagem torna-se até 20% maior na área delimitada.

Segundo o pesquisador e coordenador dos estudos, Geraldo Magela Côrtes Carvalho, esse novo potencial produtivo garantirá maior lucro para o pecuarista de corte e para a indústria, além de fornecer ao consumidor carne bonina com qualidade.

Por Andréa Oliveira.

Fonte: Canal Rural.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!